Crescimento das Fontes de Energia Renováveis no Brasil

Crescimento das Fontes de Energia Renováveis no Brasil

 

A busca por matrizes de fontes renováveis e alternativas foi impulsionada pela pandemia de COVID-19, com as empresas de energia elétrica buscando investimento e novos modelos de mercado. Acredita-se que esse movimento de transição de matriz energética vá levar o setor para a total mudança para a emissão zero de carbono até 2050.

O ano de 2020 foi o de maior crescimento da indústria de energia solar, mas é importante dizer que o setor vem crescendo ao longo dos últimos 10 anos. Esse crescimento está intrinsecamente ligado com o aumento da consciência ambiental e a busca por fontes de energias renováveis que não agridam o meio ambiente.

Esse crescimento no mundo, e também no Brasil, nos mostra uma mudança drástica nas prioridades para o futuro. O desenvolvimento humano integrado com a preservação ambiental impulsiona a busca em matrizes energéticas limpas. A pandemia do coronavírus mostrou que a reavaliação sobre isso é urgente.

Durante a pandemia, a indústria solar teve um salto de crescimento na instalação de painéis de captação em 70%, chegando a produzir 7,5 gigawatts. Essa produção é metade do montante que a hidrelétrica de Itaipu gera de energia. Só com esse dado já é demonstrado o tamanho do potencial que o setor tem e como ele está explorando todo o seu potencial.

A alta demanda de energia advém das pessoas em isolamentos e trabalhando remotamente, fazendo com que não só as fontes tradicionais de energia sejam acionadas, mas também fontes como a energia eólica e a solar. Exemplo disso, o Reino Unido registrou, durante a pandemia, o maior período sem a utilização das usinas elétricas movidas a carvão.

No mundo inteiro a energia solar é tida como a “rainha” entre as fontes renováveis, principalmente por ter fácil instalação e uma fonte inesgotável de recursos, já que o sol é naturalmente abastecido. Dessa maneira sua implementação é incentivada como forma de pensar um futuro com independência energética e otimização das cidades. Afinal, as cidades do futuro planejam a integração e automatização.

energia solar benefícios

A expectativa é que nos próximos anos a energia solar fotovoltaica seja cada vez mais utilizada e aceita tanto pelo grande público, como pelas empresas que desejam não só economizar nos custos, visto que a economia na fatura de energia elétrica pode chegar a até 95%, mas também preocupação ambiental e independência energética.

A energia solar fotovoltaica pode ser considerada como a “luz no fim do túnel”, que apresenta o setor como protagonista no movimento de crescimento da energia de fontes alternativas no Brasil. Trazendo uma retomada econômica e sustentável em meio ao COVID-19, pensando a curto, médio e longo prazo. Para além de trazer economia na fatura de luz e diminuindo a utilização de hidrelétricas, não correndo riscos de racionamento ou BlackOut das concessionárias de energia elétrica.

É preciso pensar de maneira ampla e considerar o mercado aquecido e funcional que a energia solar está trazendo para o Brasil. Pois, esse movimento tem como previsão um crescimento muito maior no país, dado ao enorme potencial energético que se tem.

 

Expectativas do crescimento energético brasileiro

É necessário planejamento para as expectativas sobre o crescimento energético do Brasil em relação às fontes renováveis. O desenvolvimento de novos produtos e tecnologias, alinhado com a gestão da demanda energética, estabelecimento de tarifas e maneiras eficientes para o armazenamento de energia elétrica.

No Brasil é preciso um gerenciamento de matriz energética muito mais complexo, dado a extensão continental que o país tem e as regulamentações estatais. Por isso é importante que o planejamento estratégico seja traçado de forma que todas as variáveis sejam levadas em consideração para visar o melhor desenvolvimento.

O serviço de distribuição de energia é considerado essencial, dessa maneira não há possibilidade sem simplesmente paralisar toda a sua operação para atualizar toda sua matriz energética. Então esse setor precisa de um planejamento maior, não só na sua mudança de fonte de energia, mas também na conscientização da população.

A reestruturação do sistema de energia elétrica do país é necessária para que não fique defasado, sofrendo, então, com constantes reveses advindos de problemas de infra-estrutura, como a falta de chuva que prejudicam as hidrelétricas, ou efeitos negativos para o meio ambiente com o uso das usinas termoelétricas.

fontes de energia renováveis no brasil

O Brasil já tem uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo, por conta da grande rede hidrelétrica existente no país, e o crescimento de fontes renováveis de energia continua sendo grande e há um bom motivo para isso. Pesquisas apontam que até 2030 o Brasil terá cerca de 48% de matrizes energéticas de fontes renováveis e alternativas, com grande foco na energia eólica e solar.

A posição geográfica do país coloca o Brasil em uma posição privilegiada, tendo o triplo do potencial de geração de energia solar, além de contar com dezenas de linhas de créditos, tanto públicas quanto privadas, para o investimento no setor. Com isso o Brasil se torna uma vitrine para o mercado de energias renováveis.

A prioridade é nortear estratégias com as possibilidades que o setor apresenta, apostando no crescimento do interesse das pessoas nessa mudança. Porém, é importante compreender que administrar esse crescimento não pode ser feito de maneira irresponsável e impulsiva, uma vez que cada vez mais se conquista a confiança dos setores público e privado.

Está em tramitação na Câmara dos deputados o projeto de lei 5829/19 que visa beneficiar aqueles que gerarem a própria energia, principalmente se for a partir de fonte renovável (eólica, solar ou biomassa), e injetar o excedente na rede das concessionárias. Esse incentivo é uma maneira de estimular a procura de matrizes energéticas renováveis da população e de empresas privadas.

Também está previsto que empreendimentos do programa Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa, Minha Vida) devam contar com sistemas de energia solar fotovoltaica, assim concretizando a aposta do poder público nessa fonte energética. Esse gesto é um movimento que demonstra a preocupação na democratização do acesso aos painéis de energia solar, visando a independência energética e, consequentemente, reduzindo custos na conta de luz.

 

Ficou interessado em investir em uma fonte limpa e renovável? Então faça uma simulação sem compromisso com a Solstar e descubra toda a economia que você está deixando de ter!

Learn More

O Sucesso Entre a Energia Solar e o Marketing Verde

Populações cada vez mais urbanas, trânsitos extremamente engarrafados, pessoas trabalhando mais do que nunca, tempo escasso e industrialização de itens de consumo em crescimento exponencial. Nunca se gerou tanto lixo.

Cenários como esse que vivemos nem sempre tem a sua origem clara. O que veio primeiro? Ou se trata de um ciclo vicioso em que um fator impulsiona o outro?

Independente de desconhecer a origem das causas, ou pelo menos a ordem em que aconteceram, as consequências são bastante claras. 

Temos aterros sobrecarregados gerando poluentes para os lençóis freáticos, por exemplo; temos indústrias emitindo carbono em excesso para dar conta de toda a demanda de produção; falta espaço para todo o lixo produzido ao longo dos dias, o que provoca enchentes e poluição de rios e mares; temos um crescimento significativo no uso do plástico inversamente proporcional à capacidade de reciclá-lo.

Foi diante dessa realidade e de seus impactos sobre as condições climáticas, o aquecimento global, o descongelamento de geleiras, entre outras catástrofes ambientais, que as discussões sobre a necessidade de repensar nossos hábitos, modelo de consumo e produção, ganharam força.

O chamado “despertar de consciência” foi um movimento iniciado na década de 60, na Europa e nos Estados Unidos, que provocou a população a avaliar o impacto dos seus hábitos de consumo no meio ambiente. Somente na década de 90, no entanto, esse movimento começa a explicitar a sua interferência na forma com que as empresas e marcas se posicionam, se comunicam com seus consumidores e vendem seus produtos e serviços.

Ao consumidor final, cabia mudar os seus hábitos e atitudes. Às empresas, no entanto, cabia toda uma mudança na cadeia de produção, desde a origem da sua matéria-prima até a logística de distribuição dos seus produtos, passando por tratamento de resíduos, gestão de efluentes e consumo de água e energia.

Nascia assim o marketing verde, também conhecido como marketing ambiental ou ecomarketing.

 

O que é o Marketing Verde?

marketing verde

De forma simplificada, o marketing verde consiste nas estratégias de promoção dos atributos e iniciativas das empresas e seus produtos que prezam pela preservação ambiental. Ou seja, deixar claro para os públicos de interesse da marca que a sua operação não agride o meio ambiente, ou que a empresa compensa os impactos causados ao meio ambiente e à sociedade.

De forma resumida, é usar a consciência ambiental como apelo a favor da marca. 

Mas é claro que, só podem se promover com marketing verde aquelas empresas cujas ações são condizentes com essas expectativas. Então, para ser aderente ao Marketing Verde, é fundamental que a empresa e seus produtos e serviços sejam:

 

  • ecologicamente correta;
  • economicamente viável;
  • socialmente justa e
  • culturalmente aceita.

Isso porque, não é apenas o meio ambiente que sofre os impactos, positivos ou negativos, de uma operação industrial ou comercial, toda a sociedade é impactada pela sua presença, seja por questões físicas, seja por questões culturais. 

É nessa busca pelo equilíbrio nas visões econômica, social e ambiental que nascem conceitos e metodologias como o ESG, “Environment, Society and Governance”, em português “Ambiental, Social e Governança” que classifica as práticas ambientais, sociais e de gestão para grupos, empresas e pessoas.

 

Como tudo isso contribui para atrair e fidelizar clientes?

O despertar de consciência provocou outras correntes, como o consumo consciente, economia circular, propriedade compartilhada, entre outros. Isso porque as pessoas entenderam o seu protagonismo em promover mudanças que preservem o nosso planeta.

A atitude pessoal, somada ao grande acesso à informação, provocou uma influência natural sobre a forma como as marcas se posicionam no mercado. O marketing verde se tornou mais expressivo no momento em que os consumidores passaram a comprar das marcas com as quais se identificam na adoção de causas sociais, econômicas e, claro, ambientais.

É por isso que as empresas fazem questão de divulgar suas iniciativas positivas na redução dos impactos ou compensação da emissão de carbono, por exemplo, por ter consciência de que o consumidor fica satisfeito ao se relacionar com marcas que olham além dos seus limites.

Nas esferas social e econômica, a visão é a mesma. São favoritas as marcas capazes de promover mais impacto positivo na sociedade do que negativo, aquelas empresas que contribuem com as comunidades nas quais estão inseridas.

 

Onde entra a energia solar para empresas nessa relação?

energia solar para empresas

Desde os primeiros sinais de marketing verde, ganham força as empresas que demonstram seus esforços em preservar o meio ambiente. Não é à toa que aquelas que assumem os maiores compromissos com a sustentabilidade lançam, anualmente, seus Relatórios de Sustentabilidade ou Relatos Integrados, documentos nos quais ficam expressos seus resultados econômicos, sociais e ambientais, além da evolução nos compromissos firmados.

Um tema de extrema relevância em publicações desse formato, bem como em todas as demais ações de marketing e comunicação alinhadas ao marketing verde, é a gestão energética das empresas. A forma como as empresas consomem, contratam ou geram energia diz muito sobre o seu comprometimento.

É nesse cenário que consumir energia de fontes renováveis e, principalmente, ser o gerador da sua própria energia é uma cartada certeira nas ações de marketing verde. Empresas que possuem sistemas de energia solar têm uma série de vantagens e atributos para promover, entre eles:

 

  • O uso de uma fonte inesgotável como o Sol;
  • Não estressa os recursos hídricos como em usinas hidrelétricas de autogeração;
  • Reduz o uso de caldeiras e outras fontes de energia que podem emitir poluentes;
  • Não demanda energia em quantidade da rede pública, contribuindo para preservação dos rios e para não demandar acionamento de termelétricas em períodos de poucas chuvas;
  • Economizam na conta de energia, podendo destinar a verba para outras ações sociais;
  • Deixam claro o seu compromisso em ter uma operação que beneficie a sociedade.

Mesmo as pequenas empresas têm vantagens na adoção da energia solar e, ao pensar sobre o marketing verde, o investimento pode trazer benefícios que não apenas promovem economia, mas impulsionam o crescimento e a sustentabilidade do negócio. Afinal, o apoio à economia local também é um ponto que tem ganhado o coração de muitos dos novos consumidores conscientes.

Já entendeu os benefícios que o marketing verde pode trazer para o seu negócio? Então comece agora mesmo a planejar a instalação do seu sistema de energia solar fotovoltaica e assuma esse compromisso com a sustentabilidade.

Ficou interessado em modernizar seu negócio com a energia solar? Então faça uma rápida simulação com a Solstar e comece a economizar!

Learn More

A energia Solar e Os Impactos na Sustentabilidade

Os recursos do planeta são um assunto cada vez mais popular quando falamos sobre meios limpos de consumo. Esse tema é de extrema importância quando pensamos na qualidade de vida humana e na preservação do meio ambiente.

Você já pode saber, mas a energia fotovoltaica, também conhecida como energia solar, é um recurso limpo e reutilizável que pode não apenas beneficiar o bolso dos consumidores, mas evitar a poluição do planeta em que vivemos e potencializar a sustentabilidade.

Confira todas as informações sobre este assunto abaixo.

 

O que é uma energia limpa?

energia solar sustentabilidade

A energia fotovoltaica é considerada uma energia limpa justamente pelo baixo impacto ambiental, diferente de uma fonte tradicional de rede elétrica. Este sistema conta um recurso renovável e com uma presença constante na vida dos brasileiros: a luz solar. E é justamente por isso que o meio é tão recomendado para a preservação ambiental. 

Ao contrário de outros meios de energia elétrica, que podem emitir gases poluentes como óxidos de nitrogênio (NOx), dióxido de enxofre (SO2) e, o mais conhecido e temido dióxido de carbono (CO2), a energia solar conta com uma baixa taxa de emissão de poluentes e, mesmo com essa produção, ela não prejudica diretamente o meio ambiente.

É válido lembrar que a produção de gases como CO2, NOx e SO2 também são responsáveis pelo aquecimento global e prejudicam diretamente o futuro do planeta e das próximas gerações.

 

A importância solar na sustentabilidade

Com a escassez de recursos que presenciamos atualmente, a tecnologia tende a avançar cada vez mais para encontrar novos meios de consumo sem maiores impactos para o planeta. E o sistema fotovoltaico é um resultado dessas alternativas limpas de consumo.

Confira alguns dos benefícios da energia solar para o meio ambiente:

 

  • Reduz a poluição por fontes contaminadoras, como o carvão
  • Sem produção direta de gases do efeito estufa
  • Diminui o desmatamento de áreas verdes
  • Impede a elevação de uso de recursos naturais não renováveis
  • Evita possíveis acidentes de barragens, que podem prejudicar o meio ambiente e a população

No momento atual do planeta, é possível notar que encontrar meios renováveis de consumo é essencial para não apenas a preservação ambiental, como garantir que as próximas gerações tenham fontes sustentáveis para viver. 

Esse tipo de recurso torna-se cada dia mais importante e a busca para ampliação da energia solar é essencial para que a sustentabilidade seja parte do dia a dia de residências, comércios e fazendas em todo o mundo. 

 

O sistema fotovoltaico é realmente sustentável?

fontes de energia limpa

Como a sua matéria prima é originada diretamente da natureza, sem necessidade de explorações ou extrações agressivas, sim, a energia solar é um meio sustentável e que não agride o meio ambiente.

Sem contar com a iluminação de casas e comércios, esse tipo de energia limpa também é capaz de diversas utilizações para impedir os maus tratos ao meio ambiente, como o aquecimento de água para consumo, redes elétricas para tomadas e aparelhos eletrônicos.

A geração de energia proveniente do sol, ao contrário dos meios tradicionais, é feita de forma financeiramente econômica ao bolso dos consumidores, assim como de forma ambientalmente consciente.

 

Certificações da energia solar

Para atestar a segurança e preservação do meio ambiente, ao falarmos da instalação de um sistema de energia solar, é possível identificar diversos tipos de selos e certificados que garantem os benefícios sustentáveis do material. Confira alguns deles:

 

Processo AQUA-HQE

Certificado internacional dentro das construções sustentáveis considerando a cultura, clima e normas técnicas e de regulamentação brasileiras. Essa certificação é desenvolvida a partir da empresa francesa Démarche HQE (Haute Qualité Environmentale).

 

BREEAM

Conhecida como Building Research Establishment Environmental Assessment Method (BREEAM), este é um processo que entende o desempenho ambiental para empreendimentos imobiliários. Utiliza um sistema de pontuação para garantir os benefícios de instalações sustentáveis para o meio ambiente por meio de 10 aspectos:

  • Gestão da construção
  • Consumo de energia 
  • Água 
  • Contaminação
  • Materiais
  • Saúde e bem-estar
  • Transporte
  • Gestão de resíduos 
  • Ecologia
  • Inovação

DGNB

Desenvolvido pelo Conselho de Construção Sustentável da Alemanha (German Sustainable Building Council), o DGNB é um certificado internacional que prevê estabelecer um padrão de qualidade dentro das instalações feitas em prol do meio ambiente. Dentro dele, também é possível comparar diretamente as instalações entre os países e estimular a adoção de meios sustentáveis.

 

LEED

O Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), é um sistema internacional para certificar e orientar as instalações, como da energia solar, e preservação sustentáveis. Ela tem como foco incentivar projetos e obras que contem com benefícios sustentáveis.

 

Procel Edifica

Este selo tem o objetivo de identificar construções sustentáveis e apresentar as melhores classificações de eficiência energética dentro da categoria que a instalação se encaixa, desejando incentivar cada vez mais o uso de meios renováveis e imóveis mais eficientes.

 

Casa Azul 

Uma iniciativa da Caixa Econômica Federal, este selo é a classificação encontrada pelo banco para promover o uso racional de recursos naturais nas construções, além da melhoria no bem-estar e qualidade de habitação dos brasileiros. Utiliza 53 critérios de qualidade divididos em 6 categorias:

  • Qualidade urbana
  • Projeto e conforto 
  • Eficiência energética
  • Conservação de recursos materiais 
  • Gestão de água
  • Práticas sociais

Selo Solar

Concedido para empresas públicas ou privadas que consomem um valor mínimo de eletricidade solar anualmente. 

São muitas as formas de garantir a sustentabilidade e preservação dos recursos naturais e, ao buscar uma empresa de implementação de energia solar, é importante se orientar e questionar sobre os certificados trabalhados no projeto. 

Além de afirmar os benefícios ambientais, os certificados e selos também servem para obter incentivos, descontos na instalação, financiamentos, diferenciais competitivos e engajamento social dentro e fora da sua empresa ou residência.

 

Investimento que preserva o meio ambiente

A energia fotovoltaica é mais do que um incentivo: têm se tornado cada vez uma obrigação de pessoas físicas e jurídicas para apoiar meios renováveis para o meio ambiente, que conta com recursos limitados.

Os avanços tecnológicos são um grande aporte para seguir um caminho mais sustentável, além de estarem cada vez mais acessíveis nos últimos anos. No Brasil, por exemplo, foi possível notar um aumento de 70% das instalações fotovoltaicas em 2020, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

Esse dado mostra uma tendência positiva no mercado brasileiro, que vem acompanhando os avanços internacionais para um mundo cada vez mais solar.

A troca de meios tradicionais de energia pela distribuição solar deve ser tratado como um investimento na sustentabilidade, uma vez que não apenas traz um retorno financeiro dentro de 4 a 6 anos para o bolso do consumidor, mas é uma forma de impedir que os recursos naturais se esgotem no planeta.

 

Simule uma instalação fotovoltaica

Os indícios de um futuro cada vez mais sustentável e solar estão crescendo a cada dia. Fazer parte de um futuro que não agride diretamente o meio ambiente é a forma mais consciente e útil rumo a preservação. 


Que tal fazer parte desse futuro? Simule gratuitamente a instalação do sistema fotovoltaico no site da Solstar. Clique aqui para fazer uma simulação sem compromisso e descobrir a economia que você está deixando de ter!

 

Learn More

Futuristic smart city with 5G global network technology

A Importância da Energia Solar em Cidades Inteligentes

Cidades inteligentes e a energia solar

 

O que é uma cidade inteligente?

Você sabe o que é uma Smart City? Também chamada de cidade inteligente, nada mais é que uma cidade planejada e projetada para que o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida de seus habitantes sejam integrados com o uso de materiais, energia e serviços sustentáveis e automatizados. 

A otimização de recursos e serviços nestas cidades são pensadas de forma que haja equilíbrio entre o desenvolvimento econômico, crescimento humano e a sustentabilidade.

Criando novas formas de se pensar a gestão urbana e a interação da sociedade com o espaço em que ela ocupa, esses projetos transformam de forma significativa a maneira como se percebe a qualidade de vida e o desenvolvimento econômico.

São utilizados nove pilares que indicam a inteligência das cidades, usando como base o Cities in Motion, do IESE Business School na Espanha. São eles:

  • Capital Humano;
  • Coesão Social;
  • Economia;
  • Meio Ambiente;
  • Governança;
  • Planejamento urbano;
  • Alcance internacional;
  • Tecnologia;
  • Mobilidade e transporte;

Trabalhando com foco para a utilização estratégica da infraestrutura pública faz com que a gestão urbana seja voltada para que o fluxo das necessidades sociais possa ser amplamente atendido. 

A experiência de cidades inteligentes ao redor do mundo nos mostra que é possível integrar a consciência ecológica com a tecnologia. A automatização e a sustentabilidade das cidades inteligentes são voltadas para o investimento de formas eficazes na geração de energia, respeito ao meio ambiente e planejamento social.

Portanto, aliar o uso de tecnologias inovadoras, planejamento ambiental, gestão urbana e projetos que visem o bem-estar social são as maiores expectativas para as cidades do futuro. Dessa forma é possível criar bases sólidas para que a sociedade se desenvolva e cresça cada vez mais.

 

Você sabe o que é ESG? Venha descobrir uma das tendências para o futuro da energia solar!

 

Exemplos no Brasil e no mundo

No Brasil temos o exemplo da Smart City Laguna, localizada no distrito de Croatá, no interior do Ceará. Seu modelo de planejamento urbano é projetado para suprir o déficit habitacional da região, criando pólos residenciais que abrangem todas as faixas de renda, inclusive lotes para o programa Minha Casa Minha Vida, tornando-se a primeira cidade inteligente social do mundo.

A implantação dessa cidade promoveu de maneira crucial o desenvolvimento eco sustentável, aprimorando a qualidade de vida e abrindo portas para a integração de recursos tecnológicos com o desenvolvimento econômico da região. 

A cidade se encontra próxima ao Porto de Pacém, à Companhia Siderúrgica do Pacém e à Ferrovia Transnordestina. Com grande potencial de desenvolvimento, Laguna se destaca entre as cidades inteligentes.

 

Sustentabilidade e tecnologia

Não só sustentabilidade e planejamento urbano estão na essência de cidades inteligentes, a exemplo de Songdo, na Coréia do Sul, em que a otimização e inovação tecnológica conectam todos os apartamentos em um sistema pneumático para a coleta de lixo.

Outra cidade que investe na diminuição da geração de lixo e sua gestão é Barcelona, na Espanha, tendo escotilhas próprias para essa função, fazendo a coleta de hora em hora todos os dias da semana, sendo, posteriormente, separado entre recicláveis e orgânicos. 

A smart city de Fujisawa, no Japão, funciona com compartilhamento de carros e bicicletas elétricas e o incentivo financeiro para seus habitantes reduzirem o consumo de energia elétrica. Completamente pensada para o desenvolvimento sustentável, a cidade tem painéis de energia solar para o abastecimento de residências e pontos estratégicos para o consumo eficaz.

Todos esses exemplos nos mostram como tanto cidades criadas com bases inteligentes quanto as tradicionais podem alcançar melhorias de forma contínua, assim como o desenvolver tecnologias voltadas para este propósito. Para que isso aconteça basta que a gestão de governança trabalhe alinhado perspectivas de funcionalidade com o atendimento pleno de necessidades sociais.

 

Uso da energia solar em cidades inteligentes

energia solar tecnologia

A problemática dos centros urbanos tradicionais faz com que seja necessário se pensar em como lidar e corrigir questões, como, por exemplo, a emissão de poluentes, de formas eficientes. 

Trabalhando com perspectivas reais e objetivas, pensar em metas ambientais para a redução da poluição e geração de lixo é o primeiro passo nessa empreitada.  O investimento na energia solar fotovoltaica é a grande aposta para aqueles que vislumbram um futuro de melhor aproveitamento dos recursos naturais, mas sem impactar negativamente o meio ambiente. 

Por não utilizar matérias primas que são escassas na natureza, uma vez que o sol é  a principal fonte de produção, a geração de energia limpa não depende de combustíveis fósseis, como o petróleo. 

O baixo custo de manutenção e possibilidade de armazenamento da energia solar se destaca não só pela praticidade e sustentabilidade, mas também pela valorização econômica da cidade inteligente que é instalada.

O uso da energia fotovoltaica é a melhor alternativa para as cidades que pensam na modernização e na qualidade de vida de sua população a médio e longo prazo, já que as estruturas de captação podem durar até 25 anos e são completamente recicláveis, evitando acúmulo de lixo.

A união da tecnologia e praticidade transforma a experiência com esse tipo de energia a melhor possível. Sua eficácia mostra-se a alternativa mais vantajosa para um futuro com aproveitamento máximo, com eficiência e consciência ambiental e social. 

 

Viu como a energia solar é o futuro? Quer começar a fazer parte dele? Então não perca tempo e invista em um sistema fotovoltaico. Faça um orçamento sem compromisso com a Solstar e descubra como você pode economizar e ajudar o planeta ao mesmo tempo!

Learn More

Vantagens da Energia Solar na Quarentena

Vantagens da Energia Solar na Pandemia

 

As vantagens da energia solar atraem a atenção de todos. Esse interesse cresceu ainda mais durante a pandemia, à medida que as pessoas começaram a passar mais tempo dentro de casa.

O resultado se reflete no número de sistemas fotovoltaicos instalados no Brasil. Em 2020, a geração de energia limpa e renovável aumentou 64%, e esse percentual está aumentando ano a ano.

Venha descobrir o motivo da energia solar ser o melhor investimento durante a pandemia de covid-19.

 

Economia no home office

vantagens da energia solar na pandemia

Com o home office e os estudos à distância, os aparelhos elétricos precisam ficar mais tempo ligados e, consequentemente, a conta de luz residencial acaba aumentando consideravelmente.

Uma das maiores vantagens da energia solar é que ela pode controlar o custo da eletricidade instantânea. Toda a energia elétrica que seu sistema fotovoltaico gera é consumida diretamente por esses dispositivos conectados à tomada.

Logo nas principais contas de luz você já vai sentir a economia. Produzir sua própria energia limpa e sustentável pode reduzir em até 95% sua tarifa de energia ao final de cada mês.

 

Preservar o meio ambiente

As pessoas passaram a enxergar o impacto do ser humano no meio ambiente de uma forma diferente depois da pandemia. Muitos acreditam que a covid-19 surgiu exatamente por conta dessa invasão humana cada vez mais presente na natureza.

Com isso, investimentos sustentáveis e cheio de vantagens, como a energia solar, chamam muito a atenção. Nada melhor que preservar o meio ambiente para futuras gerações e ainda economizar nas suas despesas mensais.

O sistema fotovoltaico passou a ser sonho de desejo de grupos interessados no setor socioambiental por produzir energia limpa e sem soltar gases poluentes no ar. Uma ótima opção para investir no futuro do mundo!

 

Energia solar: como funciona?

como funciona a energia solar

O sistema fotovoltaico funciona captando a luz solar. Painéis instalados em seu telhado absorvem a radiação e converte em energia elétrica para toda a casa. 

Durante o dia, seu imóvel consome imediatamente toda a energia produzida. O restante da eletricidade produzida, mas não utilizada, será repassada para a rede de distribuição de energia local em sua cidade, e o crédito gerado será utilizado em dias de sol.

 

Quer aproveitar todas as vantagens da energia solar? Não perca mais tempo e escolha a Solstar para instalar o sistema fotovoltaico na sua casa. A empresa tem anos de experiência no mercado e é a melhor parceria para você!

Faça uma rápida simulação e descubra toda a economia que sua conta de energia está deixando de ter.

Learn More

Como Funciona a Energia Solar no Inverno?

Investir na produção de energia por meio da luz solar é sempre uma opção vantajosa, não importando a época do ano. No Brasil, temos o privilégio de receber grande incidência de radiação solar, o que é ainda melhor para quem produz sua própria energia. Acesse e veja 3 fatores / motivos pelos quais você deveria considerar a energia solar

Learn More

ESG: Uma realidade para a Energia Solar

Uma realidade para a Energia Solar

 

Você sabe o que é ESG? Esse termo está aparecendo cada vez mais na cultura das empresas brasileiras e é essencial para promover instalações de energia solar por todo o país.

 

Descubra os benefícios que a energia solar pode trazer para a sua empresa.

 

Continue lendo para entender a importância da sustentabilidade atualmente e como o ESG pode ser uma grande oportunidade para empreendedores.

 

O ESG: o que é?

O que é ESG e como pode ajudar sua empresa

Em inglês é a sigla para “Environment, Society and Governance”, em português “Ambiental, Social e Governança”. Serve para demonstrar práticas ambientais, sociais e de gestão para grupos, empresas e, porque não, pessoas.

O ESG é principalmente para classificar as práticas sociais e ambientais da empresa. Analisa as medidas e ações dos empresários para construir um mundo mais igualitário e proteger o meio ambiente.

Essa cultura de sustentabilidade está ganhando força. Grandes empresas como a Apple e a Amazon já respeitam e incentivam o ESG em todo o mundo. Além disso, vemos a cada dia um aumento no número de investimentos sustentáveis, como na produção de energias limpas e renováveis próprias.

 

E o que significa cada letra dessa sigla?

Cada sigla do ESG representa as áreas sociais e ambientais nas quais a empresa pode investir. Descubra o significado de cada letra:

  • E (Environmental) – práticas para conversação do meio ambiente. A empresa atua em temas como poluição do ar e água, desmatamento e energias limpas.
  • S (Social) – é a relação que a empresa tem com as pessoas. Os temas mais importantes são satisfação dos clientes, diversidade na equipe e relacionamento com a comunidade ao redor.
  • G (Governance) – como a empresa guia sua administração. É levado em consideração temas como conduta corporativa, canais de denúncia interna e relação com políticos.

Quais as vantagens do ESG para a sua empresa?

Quanto mais próxima às questões ambientais e políticas, mais valorizada é sua marca. Clientes e investidores estão cada vez mais criteriosos na imagem que a empresa passa na hora de comprar um produto ou assinar um serviço.

Além de se tornar um pioneiro socioambiental e atrair a atenção de novos usuários, a abordagem do ESG também traz economia imediata para o seu negócio. Os custos de investimento são menores, as tecnologias sustentáveis ​​tendem a reduzir significativamente os gastos mensais e o seu empreendimento é menos afetado pela burocracia jurídica.

 

Como a energia solar faz parte disso?

O investimento em sustentabilidade e em energia solar caminham lado a lado dentro de uma empresa. Não é à toa que estamos vendo crescer o número de empresários brasileiros que sonham em começar a gerar sua própria energia limpa e renovável.

Obviamente, os benefícios dos painéis solares são muito atraentes. Facilidade de instalação, baixo custo de manutenção, economia de até 95% na conta de luz e marketing sustentável são vantagens que qualquer empreendedor espera dar à sua marca.

 

Você tem interesse em levar energia solar para sua empresa? Você quer fazer parte das práticas ESG? Não perca mais tempo e faça o melhor investimento para o seu negócio! Escolha a Solstar para ajudar, ela é pioneira no mercado e possui as melhores soluções B2B do Brasil.

Faça um orçamento sem compromisso e comece agora a economizar.

Learn More

Energia elétrica é cara ou muito cara para 84% dos brasileiros

84% dos brasileiros consideram a energia elétrica cara ou muito cara

 

De acordo com pesquisa do Ibope e da Associação Brasileira dos Comerciantes de Energia (Abraceel) em 2020, 84% dos brasileiros acreditam que os preços da energia elétrica no Brasil são caros ou muito caros.

Nos últimos anos, a insatisfação das pessoas com o pagamento de eletricidade aumentou muito. Isso pode ser verificado quando analisamos dados de estudos anteriores. Em 2014, quando a pesquisa foi feita pela primeira vez, apenas 67% dos entrevistados achavam que a conta de energia elétrica era cara ou muito cara.

 

O que leva a conta de energia elétrica ser tão cara?

como economizar no preço da energia elétrica

Ainda na pesquisa, os entrevistados foram questionados por que eles acham que o preço da energia elétrica é alto no Brasil. 55% dos entrevistados acreditam que o culpado é o caro imposto sobre as contas de luz. 28% das pessoas já acreditam que o problema está na falta de concorrência do setor.

Para Reginaldo Medeiros, presidente da Abraceel, há um motivo para a insatisfação do brasileiro: “os governos estaduais têm muita facilidade em arrecadar imposto por meio da conta de luz, então incidem diversos impostos – federais, estaduais – e o consumidor percebe que a energia é cara devido aos muitos tributos”.

 

Sonho de produzir sua própria energia limpa

A relação do Brasil com a produção de energia limpa também pode ser analisada. 17% dos entrevistados responderam que considerariam o uso de energia limpa ao escolher um fornecedor de energia. Em 2017, esse número era de apenas 13%.

Quando se trata de gerar sua própria energia, os dados são ainda mais interessantes. 90% dos brasileiros pesquisados ​​estão interessados ​​em iniciar a produção de energia limpa em suas casas.

 

Como economizar no preço da energia elétrica?

Quer descobrir como diminuir o preço da conta de luz? A resposta é simples. O melhor investimento para isso é o sistema de energia solar fotovoltaica.

Além de produzir energia limpa e renovável, você pode economizar até 95% na sua conta de eletricidade.

 

Não perca tempo! Confira todos os benefícios da energia solar para você e toda sua família.

 

Você está interessado em iniciar sua própria produção de energia e economizar nas tarifas no final de cada mês? Escolha a Solstar para realizar o seu sonho, uma empresa com muitos anos de experiência no mercado fotovoltaico.

Clique aqui e faça uma rápida simulação para descobrir o quanto você vai economizar com energia solar!

Learn More

Vantagens da Energia Solar para o Seu Verão

Vantagens da energia solar no Verão

 

No verão, os gastos com eletricidade residencial costumam aumentar muito, principalmente devido ao uso de aparelhos de ar condicionado e ventiladores. A melhor opção para reduzir despesas e ainda poder se refrescar em casa é investir e aproveitar as vantagens da energia solar.

Sendo a estação mais quente do ano, o dia dura mais que a noite. Desta forma, os seus painéis solares fotovoltaicos absorvem mais energia do sol e distribuir a eletricidade por todos os cômodos da sua casa, economizando até 95% nas contas de luz.

Descubra agora mais algumas vantagens incríveis da energia solar para o seu verão!

 

Mais sol, mais energia solar

Vantagens da energia solar no verão

O Brasil é um dos países que mais recebe irradiação solar no mundo todo. Assim o país se torna um mercado muito atrativo e cheio de vantagens para a instalação do sistema de energia solar, principalmente durante a estação mais quente do ano.

Ao contrário do inverno, os dias são mais longos durante todo o verão e o sol brilha por mais tempo no céu. Obviamente, isso é muito útil para o seu sistema fotovoltaico, pois recebe mais iluminação solar e acumula mais crédito – que podem ser usados ​ durante os períodos sem sol.

 

Chuva para manutenção

Mesmo um fator que poderia ser uma das desvantagens do verão se torna uma das vantagens da energia solar.

Durante a estação, as chuvas diurnas geralmente aumentam, o que é útil para remover o excesso de poeira e excremento de aves nos painéis solares.

Mas não pense que a chuva substituirá a limpeza dos sistemas fotovoltaicos. Continua a ser necessária uma manutenção a cada 6 meses, podendo ser feita pelo proprietário ou empresa responsável pela instalação da energia solar.

 

Use a luz do dia para iluminação

Você pode equilibrar o seu uso de energia para equilibrar a sua conta de eletricidade durante o verão. Deixe as janelas abertas para utilizar a luz natural e não precisar da luz de lâmpadas. Além disso, o banho mais gelado e refrescante consome menos energia.

Fazendo esse equilíbrio, toda a energia elétrica gerada pelo seu sistema de energia solar pode ser utilizada no consumo instantâneo, como é o caso do ar condicionado e ventiladores.

Com a instalação dos painéis solares e utilizando a luz do sol ao seu favor durante o verão, sua casa vai poder reduzir até 95% na conta de luz ao final de cada mês.

 

Não deixe de conferir outras vantagens da energia solar para qualquer estação do ano

 

Depois de descobrir essas ótimas vantagens da energia solar ficou interessado em fazer um orçamento para a instalação de um sistema fotovoltaico na sua casa? Então não perca tempo, escolha a Solstar para auxiliar, empresa com anos de experiência no mercado e uma equipe altamente qualificada.

Faça uma rápida simulação sem compromisso e descubra o quanto você está deixando de economizar!

Learn More

Energia Solar Residencial e o Home Office

Gasto de energia no Home Office

 

A Covid-19 é uma realidade que tem afetado a situação de todo o mundo. Com o aumento do número de casos, várias empresas mantiveram seus funcionários no home office. À medida que as casas se transformam em escritórios – levando ao aumento do preço da eletricidade – a energia solar residencial se tornou um sonho desejado para os brasileiros.

Sempre que pensamos em como reduzir o preço da conta de luz, o sistema fotovoltaico e seus benefícios é a escolha que vale mais a pena. Continue lendo para saber por que a energia solar vai ser o seu melhor investimento durante a pandemia.

 

Aumento no preço da conta de luz

Com as famílias passando mais tempo em casa, o consumo instantâneo de aparelhos eletrônicos (que ficam mais tempo ligados) e a tarifa de energia ao final de cada mês aumentam.

De acordo com pesquisa do Ilumina (Instituto de Desenvolvimento do Setor Energético), nos últimos 20 anos as tarifas de energia elétrica subiram 107% acima do índice de inflação.

Como o gasto com eletricidade cresce a cada dia durante este período difícil da pandemia, a necessidade de encontrar alternativas para reduzir o preço da conta de luz aumentou muito.

Por isso a energia solar residencial é o melhor investimento para o seu home office. Com isso, você pode seguir trabalhando de casa sem ser pego de surpresa no final do mês com o valor gasto em eletricidade.

 

Energia solar residencial vale a pena?

Energia solar residencial vale a pena

Foto de cottonbro no Pexels

Instalar energia solar em casa pode reduzir até 95% no preço da sua conta de luz. É a melhor solução para quem sempre sonhou em não ser mais refém das oscilações nas tarifas de energia.

Um sistema fotovoltaico produz energia limpa e renovável por 25 anos, sendo um investimento que gera economia tanto a curto, como a longo prazo. Além disso, você está preservando o meio ambiente para futuras gerações.

 

Faça as contas e comprove! A conta de energia alta é um gasto muito grande e você pode resolvê-lo. Escolha uma empresa como a Solstar, a melhor opção no mercado de energia solar, com uma equipe altamente qualificada para instalar sua energia solar residencial!

Fale conosco e faça um orçamento sem compromisso!

Learn More