Category: Benefícios

Conta de luz cara? O momento para investir em energia solar!

Já não é de hoje que a energia solar aparece como uma das principais aliadas de quem sonha em economizar na conta de luz com alternativas ao uso da energia elétrica de fontes não renováveis, como as hidrelétricas e, em casos mais extremos, as termelétricas. No entanto, o momento atual parece o mais recomendado para investir em energia solar na sua casa ou empresa.

É claro que ao dizer isso você vai supor que estamos nos referindo única e exclusivamente ao fato de que a conta de luz no Brasil está cada dia mais cara. É verdade que esse é, sem dúvidas, um dos principais motivadores de quem aposta na energia solar como solução para economizar nas contas da casa. Afinal, pensar em uma redução de até 95% na conta de luz é uma motivação sem igual.

Sim, você está certo ao pensar que os recentes aumentos na conta de luz vêm criando o cenário perfeito para a adoção da energia solar. Mas isso foge às questões financeiras, ainda que venha sendo a razão pela qual muitas pessoas finalmente têm buscado saber mais sobre a fonte. O que estamos falando aqui vai até a raiz dos aumentos na energia elétrica no Brasil.

Estamos falando sobre a forte relação da energia solar com o tripé da sustentabilidade. Ou seja, seus impactos em questões econômicas, tanto quanto em questões ambientais e sociais. 

 

Conta de luz não para de crescer

Conta de luz energia solar

Se você já leu mais a respeito, sabe que a causa dos frequentes aumentos na conta de energia brasileira, em 2021, devem-se à maior crise hídrica vivida pelo país em mais de 90 anos. Um triste cenário no qual os reservatórios das usinas hidrelétricas chegaram a apenas 20% de sua capacidade. Ou seja, estamos vivendo meses de escassez hídrica, o que significa que está muito mais difícil gerar energia elétrica por meio dessas fontes e, por isso, os custos variáveis repassados ao consumidor vêm aumentando.

O que estamos hoje sentindo no bolso ao pagar a conta de luz está diretamente relacionado ao que o meio ambiente sente quando utilizamos energia elétrica gerada por meio de fontes não renováveis; um cenário que se agrava em épocas de poucas chuvas. 

Isso explica porque a energia gerada por meio de fontes renováveis vem sendo tão incentivada em todo o mundo. Tanto por não estressar os recursos hídricos, quanto por ser uma unidade consumidora independente que, além de não demandar o sistema público de distribuição, ainda pode contribuir disponibilizando a energia gerada excedente ao consumo próprio.

Tá, e o social entra onde? Quer melhor papel social relacionado ao consumo de energia do que a contribuição para uma cidade mais sustentável? O tema é tão relevante que faz parte do Pacto Global da ONU, uma vez que a troca da matriz energética é uma necessidade irreversível em nível mundial.

Para completar, vale lembrar que contar com as fontes renováveis exclui o consumidor do risco de apagão que vivemos nos dias de hoje e, mesmo em períodos mais chuvosos, a energia solar continua sendo gerada.

Agora que você já entendeu porque o momento atual é perfeito para investir em energia solar fotovoltaica, aproveitamos para esclarecer os mitos que podem rodear as mentes de quem ainda está se inserindo nesse mundo.

 

Tudo sobre energia solar

Economia energia solar

Custa caro?

Resposta clássica: depende. Os custos são estimados com base no kit de equipamentos necessário para atender a unidade e também na sua respectiva instalação e projeto. Então, tudo depende do padrão de consumo da residência ou empresa. 

Exemplo: uma residência com quatro moradores demanda um sistema que custa entre R$15 e R$18 mil, incluindo equipamento, instalação e suporte.

O importante é lembrar que o retorno sobre o investimento é garantido e acontece num período entre 3 e 6 anos, podendo ser reduzido em regiões de maior incidência solar como o Nordeste do Brasil e que o sistema dura pelo menos 25 anos.

 

Consigo financiar a instalação de energia solar?

Sim! Já são muitos os bancos públicos ou privados, e cooperativas de crédito que têm ofertado linhas de financiamento especiais para aquisição e instalação de painéis solares.

Assim, a própria energia na sua conta de luz atual é o caminho para investir na instalação e pagar as parcelas sem impacto ao orçamento atual. Você pode saber tudo sobre o financiamento de energia solar nesse artigo que fala sobre as linhas cada vez mais difundidas e incentivadas por instituições que promovem a economia verde.

 

Como o sistema é percebido pelo mercado imobiliário?

É motivo de valorização! Os sistemas fotovoltaicos para a captação de energia solar elevam o valor do patrimônio, tanto por ser sinônimo de economia mensal, como pela estimativa de vida útil dos equipamentos, que se encontram entre 25 a 30 anos.

A tecnologia investida tem retorno imediato no valor agregado do patrimônio, e também acaba por chamar a atenção de futuros compradores que buscam sustentabilidade na residência. A otimização e automatização das cidades e moradias é o que definirá o nosso futuro.

Percebeu que esses mitos são apenas relacionados ao seu investimento, certo? Porque as vantagens de investir em energia solar vão além da sua casa, como bem citamos. Você pode esclarecer outras dúvidas com esse Guia com tudo o que você precisa saber sobre energia solar

E se já percebeu que o momento é perfeito, o segredo é não perder tempo e começar a economizar e contribuir com o meio ambiente e a sociedade agora mesmo. E, caso ainda precise de um incentivo, com a iminente aprovação da PL 5829/19 você terá somente mais 12 meses para se encaixar nas faixas de isenção e transição sobre os encargos e tarifas.

Faça agora mesmo uma rápida simulação com quem mais entende de energia solar e não perca mais tempo. A Solstar está pronta para instalar o sistema fotovoltaico na sua casa ou empresa.

Learn More

Conta de Luz Cara? Dicas de Como Fugir Dela!

A nova bandeira escassez hídrica, criada pela Aneel, tem feito muita gente preferir receber a fatura do cartão de crédito a receber a conta de energia. Com a conta de luz mais cara, a cada mês é uma nova cifra visitando nossos lares sem ser recebida da melhor forma possível.

Mas, se a energia é ainda mais fundamental do que nunca (os tempos de aula on-line, home office e tudo virtual que o digam), só nos resta pensar em formas de fugir da conta de luz cara. E a solução, como sempre, é o consumo consciente. A adoção de hábitos que, por menores que pareçam, são capazes de contribuir significativamente para que a sua casa não seja a central do desperdício de quilowatts.

Tá a fim de conhecer essas dicas? Corre aqui então para salvar alguns reais por mês.

 

#1 Iluminação: o último a sair apaga a luz, de LED

 

Como economizar na conta de luz

Projetos de iluminação (quando possível), otimizam a arquitetura da casa. Além de definir a disposição das lâmpadas e outros para melhor aproveitamento, economia e conforto visual para o ambiente, ainda podem incluir recomendações sobre os materiais que melhor se aplicam ao espaço e assim geraram economia na conta de luz.

Uma orientação importante dos especialistas é com relação à troca das lâmpadas convencionais pelos modelos de LED. Com destaque para o menor consumo de energia, que pode chegar a 80% menos, a iluminação de LED ainda oferece inúmeros benefícios. Com as atuais opções de lâmpadas, painéis, placas, fitas, balizadores, arandelas e demais materiais em LED, é possível combinar economia com eficiência e sem perder em nada na estética.

E não esqueça da boa e velha dica que nunca sai de moda: ao sair dos cômodos, apague as luzes.

 

#2 Ambiente: aproveite ao máximo a iluminação e ventilação naturais

Essa dica não espera que você saia correndo comprar tintas e comece a reforma hoje mesmo. Mas é uma orientação para trazer conhecimento. Usar a pintura e decoração a favor da otimização da iluminação natural é uma boa sacada para a sua economia na conta de luz.

Cores claras nas paredes ampliam a sensação de luminosidade, reforçando a incidência de luz natural e tornando desnecessário acender todas as luzes; isso otimiza a eficiência da iluminação e, consequentemente, reduz custos com energia. 

Ainda no campo das adaptações na configuração dos ambientes, a dica é aproveitar ao máximo a luz natural, quando possível, é claro. Concentrar ao máximo as atividades que exigem mais luminosidade nos espaços mais iluminados da casa. Exemplo: está trabalhando em home office? Que tal colocar a mesa de trabalho num espaço favorecido pela posição das janelas?

Na mesma linha, está a questão dos equipamentos como ar condicionado e ventiladores. Sempre que possível, dê preferência à ventilação natural, mesmo em meses de calor intenso, algumas regiões possuem ótima ventilação, refrescando o ambiente somente ao abrir janelas e portas. 

Impossível ficar sem o ar na sua cidade? Então salva essas dicas:

  1. Use a temperatura entre 22 e 24 graus. É suficiente para um ambiente confortável e gasta menos energia se comparado às temperaturas inferiores.
  2. Programe o ar para desligar, por exemplo, se você ligou antes de dormir. Assim ele não fica por muitas horas operando.

 

#3 Eletrodomésticos: a solução é se planejar

 

Como economizar na conta de luz

Você já sabe que as versões mais atuais da maior parte dos eletrodomésticos possuem selo Procel de baixo consumo de energia e são infinitamente mais convenientes que as antigas. Não é à toa que muitas concessionárias possuem programas de incentivo à troca de geladeiras e freezers, por exemplo.

No entanto, a dica aqui está no uso planejado dos eletrodomésticos que consomem mais energia, como o ferro de passar e a máquina de lavar, por exemplo. A sugestão é se organizar para acumular uma quantidade mínima de roupas, tanto para lavar quanto para passar, não utilizando a máquina mais do que duas vezes na semana e o ferro uma vez. 

Dessa forma, ao invés de ficar ligando e desligando os equipamentos várias vezes, você liga, utiliza e desliga de uma vez só.

 

#4 Chuveiro elétrico: o vilão eterno da conta de luz

Sim, ele é o verdadeiro vilão do consumo de energia elétrica e aumento na conta de luz de muitas residências que o utilizam, chegando a consumir 40% do total demandado pela unidade. É por isso que cai de maduro aquele clichê que fala sobre banhos rápidos (até 15 minutos e menos sempre que possível) que, além de reduzir o consumo de energia, também contribui para evitar o desperdício de água.

 

#5 Geladeira: nada de abrir para pensar

Principalmente nos períodos de altas temperaturas, cada vez que você abre a geladeira, uma troca entre a baixa temperatura do equipamento e o calor do ambiente acontece, demandando mais energia da geladeira para manter a conservação. 

Por isso, a sugestão é ser breve ao abrir para guardar e retirar alimentos e nada de ficar pensando em frente a ela. Outra coisa importante: não guarde alimentos quentes, espere esfriar antes para não demandar mais esforço do equipamento no resfriamento.

 

#6 Energia solar: a sua grande aliada na economia da conta de luz

 

Sistema fotovoltaico

A última dica é também a mais importante de todas, afinal, ela sozinha derruba qualquer conta de luz em até 95%. Não diminuindo a importância de manter o consumo consciente e aplicar todas as dicas listadas anteriormente, a energia solar mantém a eficiência de toda a residência e ainda evita que você se preocupe com pequenos detalhes espalhados pela casa.

Seu principal ponto está no fato de ser oriunda de uma fonte renovável, a radiação solar, o que faz com que os períodos de maior seca e calor, prejudiciais para a energia oriunda de hidrelétricas, sejam os mais benéficos para a sua geração.

É claro que existe um planejamento e um investimento envolvidos, no entanto, o retorno é garantido no médio prazo e, além de ser extremamente sustentável, ainda gera economia para investir, por exemplo, em melhorias na residência e na troca por equipamentos mais eficientes. Ou seja, é a solução para você dormir tranquilo todas as noites e ainda poder esperar a conta de energia com satisfação. Só não esquece de apagar as luzes e programar o ar condicionado.

Está na hora de saber tudo sobre energia solar fotovoltaica e começar a planejar o seu projeto. E claro, você pode contar com a Solstar, uma especialista em energia solar para te apoiar em todas as etapas dessa missão. Faça agora uma simulação grátis!

Learn More

Vale a Pena Investir em Energia Solar em Goiânia?

Vale a Pena Investir em Energia Solar em Goiânia?

O Brasil é um país onde a luz solar é extremamente abundante.  A sua vastidão territorial e a proximidade com a linha do equador faz com que o país tenha enorme potencial para a geração de energia elétrica através da energia solar fotovoltaica. Isso é comprovado com o crescente interesse em sistemas fotovoltaicos e em sua geração de energia.

A energia fotovoltaica já é amplamente utilizada em Goiânia. A cidade tem, como o estado de Goiás inteiro, uma oferta para a energia solar com enorme potencial. Pois se encontram em uma região chamada de “cinturão solar”. 

O cinturão solar é uma faixa que vai do Nordeste até o pantanal, nessa faixa a incidência de luz solar é a maior do Brasil. Os níveis favoráveis de irradiação solar presentes no país ajudam na geração e manutenção da energia fotovoltaica, assim a criação de centrais energéticas e a implantação de módulos fotovoltaicos em empresas e residências é muito favorável.

Toda essa abundância de luz solar faz com que o município de Goiânia seja um dos locais em que o investimento em energia solar fotovoltaica é o mais vantajoso possível. Tendo a região o melhor potencial de geração de energia do Brasil. 

Os custos de implantação e manutenção dos módulos fotovoltaicos são iguais em todo o território nacional, a abundância solar na região de Goiânia faz com que o retorno que os módulos são muito maiores e em menor tempo. Isso significa que o investimento em energia solar é uma excelente alternativa para a redução da conta de luz.

 

Energia solar residencial em Goiânia

energia solar no brasil

A cada ano o número de consumidores que utilizam a energia solar fotovoltaica em Goiânia aumentou significativamente. Contando atualmente com a 8ª posição do ranking nacional em instalação de sistemas fotovoltaicos, contando com um total de 4.728 sistemas, sendo cerca de 80% oriundos de sistema de energia fotovoltaica residencial

Como falamos anteriormente, a grande incidência de luz solar é um dos motivos para essa alta taxa de consumo energético solar por parte das moradias. Outro motivo são os incentivos que o governo estadual oferece para que os cidadãos possam gerar sua própria energia limpa e renovável, compreendendo que isso faz parte de um investimento também para a preservação ambiental, sustentabilidade e melhoria no bem-estar da população.

Entre esses incentivos está a isenção do ICMS que incide sobre a energia gerada e, consequentemente, injetada no sistema da distribuidora regional, devolvendo como créditos para os consumidores todo o excedente que geram. Esses créditos são utilizados em momentos onde não há sol para a geração elétrica, como em dias nublados e à noite.

Esse sistema de compensação se baseia em regras criadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica, a ANEEL, referente à geração de energia distribuída no país. 

O sistema de compensação permite que os consumidores que escolhem gerar sua própria energia através de sistemas fotovoltaicos On-Grid tenham a possibilidade de economizar até 95% na fatura de energia elétrica de suas casas todos os meses.

Para aqueles que têm o privilégio de morar na ensolarada Goiânia o uso de ar-condicionado se torna fundamental, pois com as temperaturas elevadas ao longo de todo o ano é preciso lidar com o calor para viver de maneira confortável. E é nesse ponto que a energia solar se torna mais atrativa, pois a economia da conta de luz e a longevidade dos sistemas fotovoltaicos são nitidamente chamativas.

 

O cliente solar não teme o uso de ar-condicionado

Os meses de verão e os dias mais quentes ao longo do ano faz com que o ar-condicionado seja necessário, e também acaba sendo o vilão da conta de luz. Porém, o sistema de energia solar em Goiânia consegue amenizar esse alto custo e consumo energético.

O uso do ar-condicionado é mais utilizado justamente quando há a maior incidência de raios solares, incidência essa que faz com que os módulos fotovoltaicos gerem energia elétrica de forma plena e eficiente durante o pico da demanda. Assim é possível a economia financeira sem deixar o conforto de lado.

Dessa forma o ar-condicionado deixa de ser um vilão e torna-se um aliado para suportar o calor da região Centro-Oeste, não afetando o orçamento mensal da família que implantou módulos de energia solar fotovoltaica em sua residência.

 

O chuveiro elétrico não é mais um vilão no inverno

Os dias frios também existem em uma cidade localizada no cinturão solar brasileiro. Nestes dias há outro vilão da conta de luz: o chuveiro elétrico. 

Mas graças à abundância de luz solar no município, a energia elétrica gerada via sistemas fotovoltaicos é o suficiente para aquecer o chuveiro elétrico por, aproximadamente, uma hora por dia. Gerando mais uma vez a diminuição de custos para os consumidores que optam pela independência energética.

Mesmo em dias nublados ou chuvosos, não há porque ter medo do consumo energético do chuveiro elétrico, pois o sistema de compensação estadual gerará créditos para esses dias., uma vez que a geração de energia por sistemas fotovoltaicos é maior que o necessário para a gestão elétrica do imóvel e o excedente é direcionado a concessionárias responsável.

 

Popularização e importância da energia solar em Goiânia

energia solar no brasil

A matriz energética majoritária de Goiânia advém de usinas hidrelétricas que estão muito distantes da cidade. Necessitando de complexos sistemas de distribuição.

Os sistemas de energia solar fotovoltaica podem ser instalados próximos aos pontos de consumo, assim as perdas distributivas de transmissão são minimizadas. Não havendo custos para a infraestrutura já existente. 

Assim auxiliando a matriz energética pré-existente e não ficando a mercê das usinas hidrelétricas em períodos de estiagem, e, também, popularizando a ideia de geração de energia própria, caminhando para a tão sonhada independência energética e a diminuição nos custos do orçamento mensal.  Já que o retorno médio do investimento dos módulos é de 4 anos na cidade de Goiânia, com baixo custo de manutenção e com vida útil de até 25 anos.

Todos esses fatores foram essenciais para alavancar o município no ranking nacional de energia fotovoltaica. E esse é apenas um começo para um lugar com um dos maiores potenciais de investimento e implantação de energia solar no Brasil.

 

Ficou interessado na energia solar? Então não perca mais tempo! Faça uma rápida simulação com a Solstar e descubra o quanto você está deixando de economizar na sua conta de luz.

Learn More

As Vantagens da Energia Solar para Mercados e Supermercados

Mercados e a energia solar: uma parceria econômica e rentável

 

A luz do sol é o insumo mais popular quando pensamos em alternativas para os meios tradicionais da energia elétrica. Essa fonte sustentável e renovável dá vida aos meios de energia solar, possibilitando um meio consciente, econômico e cheio de vantagens para empresas de pequeno e grande porte.

Ao pensar em um modelo de energia solar, é possível indicar que os mercados são os negócios que mais podem se beneficiar com esse sistema. Isso pode acontecer por diversos motivos, inclusive quando consideramos a alta demanda elétrica nesses locais.

Luzes potentes, equipamentos frigoríficos e outras tecnologias são os grandes responsáveis pelos valores altos na conta elétrica de pequenos e supermercados. Neste sentido, as soluções solares chegam para baratear o consumo, armazenar e distribuir uma energia sustentável para o seu comércio.

Saiba mais sobre a energia solar e suas principais vantagens quando falamos nas instalações em mercados!

 

O que é e como funciona a energia solar

vantagens da energia solar

Antes mesmo de entender as vantagens do sistema fotovoltaico para mercados de pequeno e grande porte, é importante considerar algumas das informações sobre esse meio alternativo de eletricidade.

A energia solar, como o próprio nome diz, é uma rede de eletricidade proveniente do sol. Com essa fonte reutilizável, é possível capturar a luz do dia por meio dos painéis solares, armazenar essa energia em baterias e a transformá-la de corrente contínua (CC) em corrente alternada (CA) pelos inversores solares.

A instalação de um sistema fotovoltaico deve ser feito por uma empresa especializada no mercado e contar com um kit de instalação com os principais itens para que o funcionamento do sistema seja possível.

No kit, você conta com painéis solares, string box, cabos de conexão, conectores, inversor solar e uma estrutura de fixação. Todos os materiais podem ser comprados em conjunto com a empresa instaladora, uma vez que estas já contam com os contatos e fornecedores de confiança no mercado para a execução.

 

Por que mercados devem considerar a energia solar

Os custos com a energia elétrica tendem a ser extremamente altos para pequenos e supermercados. Esses gastos acontecem muito pelo uso de luzes de forma constante, equipamentos frigoríficos e outras tecnologias que consomem da rede elétrica dentro dos estabelecimentos.

Além disso, deve-se considerar o aumento das taxas e crise elétrica em diversos locais do país. Quanto maior a demanda de energia, maiores serão os gastos.

Neste contexto, uma das vantagens para energia solar é ser a solução para pequenos, médios e grandes empreendedores e donos de comércios que sofrem com as contas de energia e acabam prejudicando os retornos financeiros dos estabelecimentos.

As instalações solares têm grande vantagem sobre os meios tradicionais de eletricidade, uma vez que além de superarem os valores na conta de energia elétrica, podem dar um retorno financeiro do investimento de 4 a 6 anos.

Outro grande motivo para a instalação são os avanços tecnológicos no mercado solar, que estão possibilitando o barateamento de equipamentos e profissionais cada vez mais qualificados para realizar o procedimento de forma completa e responsável.

 

Vantagens da energia solar para pequenos e grandes mercados

vantagens da energia solar

Ainda não está convencido que o sistema fotovoltaico é o ideal para o seu mercado? Confira as vantagens que separamos para esse tipo de comércio:

 

Redução na conta de energia elétrica

A vantagem mais considerada nos primeiros estudos da energia fotovoltaica com certeza são os benefícios que trazem para o bolso do consumidor. Para o seu mercado, essa condição não é diferente.

Com a instalação, é possível notar uma redução de até 95% na conta de energia elétrica. Inclusive, empresários relatam que conseguirão economizar até R$ 40 mil nos gastos com eletricidade dentro de um ano.

 

Retorno financeiro 

Além da redução quase imediata na conta elétrica, outra das vantagens da instalação da energia solar é um retorno financeiro entre 4 e 6 anos. Isso quer dizer que esse tipo de instalação “se paga” após poucos anos da instalação dos painéis solares.

 

Instalação simplificada e baixa manutenção

A instalação pode parecer um desafio para muitos empresários, mas a realidade é que o crescimento das empresas especializadas no mercado deixa cada vez mais confiança para seguir com o sistema de energia solar.

Além de contar com  uma empresa de confiança, os painéis solares são conhecidos pela sua baixa manutenção, investimento que só deve ser considerado uma vez ao ano para a limpeza do material, ou a cada 6 meses para locais com maior índice de ventania ou poluição.

 

Linhas de financiamento

Atualmente, o Brasil conta com cerca de 70 linhas de crédito para os interessados na instalação de um sistema solar. Essa medida de incentivo possibilita o financiamento e descontos para a compra e instalação dos painéis solares no seu estabelecimento.

 

É um meio renovável

Ter um meio sustentável de energia solar traz muitas vantagens para o meio ambiente. Ao optar por esse caminho, os mercados podem comunicar a sua preocupação com a sustentabilidade e incentivar que mais medidas para o incentivo da energia solar sejam estabelecidas em solo brasileiro.

Esse tipo de atitude combina muito com os tempos atuais, nos quais os consumidores estão cada dia mais preocupados com questões ambientais e que afetarão as próximas gerações, como a produção de CO² e o aquecimento global.

 

Novas tecnologias

Assim como mais profissionais especializados, as novas tecnologias são uma grande vantagem para os mercados de pequeno e grande porte que desejam caminhar junto à energia solar.

Com os avanços tecnológicos, é possível notar a redução significativa nos valores dos materiais necessários para a instalação, barateando cada vez mais o processo inicial do sistema fotovoltaico em economias diretas para o seu negócio.

 

Mercado em crescimento

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Brasil é capaz de produzir 15 trilhões de megawatts no ano. Esse número significa muito para este país tropical, uma vez que o faz como um ponto de interesse para possíveis investidores no mercado de energia solar.

Quanto maiores os incentivos e investimentos neste setor, melhor serão os produtos, instalações, empresas e todos os processos relacionados ao sistema fotovoltaico no país; abrindo porta para mini e supermercados em um ambiente em constante crescimento.

 

Simule grátis

A energia solar é um assunto extremamente interessante e cheio de vantagens para empresas de todos os setores, principalmente quando falamos sobre os gastos com a conta de energia, item de grande incômodo para pequenos e grandes mercados brasileiros.

Se você deseja fazer uma economia significativa para o seu negócio, a Solstar recomenda dar os primeiros passos agora mesmo: simule online e gratuitamente a instalação do seu sistema fotovoltaico clicando aqui.

Learn More

A energia Solar e Os Impactos na Sustentabilidade

Os recursos do planeta são um assunto cada vez mais popular quando falamos sobre meios limpos de consumo. Esse tema é de extrema importância quando pensamos na qualidade de vida humana e na preservação do meio ambiente.

Você já pode saber, mas a energia fotovoltaica, também conhecida como energia solar, é um recurso limpo e reutilizável que pode não apenas beneficiar o bolso dos consumidores, mas evitar a poluição do planeta em que vivemos e potencializar a sustentabilidade.

Confira todas as informações sobre este assunto abaixo.

 

O que é uma energia limpa?

energia solar sustentabilidade

A energia fotovoltaica é considerada uma energia limpa justamente pelo baixo impacto ambiental, diferente de uma fonte tradicional de rede elétrica. Este sistema conta um recurso renovável e com uma presença constante na vida dos brasileiros: a luz solar. E é justamente por isso que o meio é tão recomendado para a preservação ambiental. 

Ao contrário de outros meios de energia elétrica, que podem emitir gases poluentes como óxidos de nitrogênio (NOx), dióxido de enxofre (SO2) e, o mais conhecido e temido dióxido de carbono (CO2), a energia solar conta com uma baixa taxa de emissão de poluentes e, mesmo com essa produção, ela não prejudica diretamente o meio ambiente.

É válido lembrar que a produção de gases como CO2, NOx e SO2 também são responsáveis pelo aquecimento global e prejudicam diretamente o futuro do planeta e das próximas gerações.

 

A importância solar na sustentabilidade

Com a escassez de recursos que presenciamos atualmente, a tecnologia tende a avançar cada vez mais para encontrar novos meios de consumo sem maiores impactos para o planeta. E o sistema fotovoltaico é um resultado dessas alternativas limpas de consumo.

Confira alguns dos benefícios da energia solar para o meio ambiente:

 

  • Reduz a poluição por fontes contaminadoras, como o carvão
  • Sem produção direta de gases do efeito estufa
  • Diminui o desmatamento de áreas verdes
  • Impede a elevação de uso de recursos naturais não renováveis
  • Evita possíveis acidentes de barragens, que podem prejudicar o meio ambiente e a população

No momento atual do planeta, é possível notar que encontrar meios renováveis de consumo é essencial para não apenas a preservação ambiental, como garantir que as próximas gerações tenham fontes sustentáveis para viver. 

Esse tipo de recurso torna-se cada dia mais importante e a busca para ampliação da energia solar é essencial para que a sustentabilidade seja parte do dia a dia de residências, comércios e fazendas em todo o mundo. 

 

O sistema fotovoltaico é realmente sustentável?

fontes de energia limpa

Como a sua matéria prima é originada diretamente da natureza, sem necessidade de explorações ou extrações agressivas, sim, a energia solar é um meio sustentável e que não agride o meio ambiente.

Sem contar com a iluminação de casas e comércios, esse tipo de energia limpa também é capaz de diversas utilizações para impedir os maus tratos ao meio ambiente, como o aquecimento de água para consumo, redes elétricas para tomadas e aparelhos eletrônicos.

A geração de energia proveniente do sol, ao contrário dos meios tradicionais, é feita de forma financeiramente econômica ao bolso dos consumidores, assim como de forma ambientalmente consciente.

 

Certificações da energia solar

Para atestar a segurança e preservação do meio ambiente, ao falarmos da instalação de um sistema de energia solar, é possível identificar diversos tipos de selos e certificados que garantem os benefícios sustentáveis do material. Confira alguns deles:

 

Processo AQUA-HQE

Certificado internacional dentro das construções sustentáveis considerando a cultura, clima e normas técnicas e de regulamentação brasileiras. Essa certificação é desenvolvida a partir da empresa francesa Démarche HQE (Haute Qualité Environmentale).

 

BREEAM

Conhecida como Building Research Establishment Environmental Assessment Method (BREEAM), este é um processo que entende o desempenho ambiental para empreendimentos imobiliários. Utiliza um sistema de pontuação para garantir os benefícios de instalações sustentáveis para o meio ambiente por meio de 10 aspectos:

  • Gestão da construção
  • Consumo de energia 
  • Água 
  • Contaminação
  • Materiais
  • Saúde e bem-estar
  • Transporte
  • Gestão de resíduos 
  • Ecologia
  • Inovação

DGNB

Desenvolvido pelo Conselho de Construção Sustentável da Alemanha (German Sustainable Building Council), o DGNB é um certificado internacional que prevê estabelecer um padrão de qualidade dentro das instalações feitas em prol do meio ambiente. Dentro dele, também é possível comparar diretamente as instalações entre os países e estimular a adoção de meios sustentáveis.

 

LEED

O Leadership in Energy and Environmental Design (LEED), é um sistema internacional para certificar e orientar as instalações, como da energia solar, e preservação sustentáveis. Ela tem como foco incentivar projetos e obras que contem com benefícios sustentáveis.

 

Procel Edifica

Este selo tem o objetivo de identificar construções sustentáveis e apresentar as melhores classificações de eficiência energética dentro da categoria que a instalação se encaixa, desejando incentivar cada vez mais o uso de meios renováveis e imóveis mais eficientes.

 

Casa Azul 

Uma iniciativa da Caixa Econômica Federal, este selo é a classificação encontrada pelo banco para promover o uso racional de recursos naturais nas construções, além da melhoria no bem-estar e qualidade de habitação dos brasileiros. Utiliza 53 critérios de qualidade divididos em 6 categorias:

  • Qualidade urbana
  • Projeto e conforto 
  • Eficiência energética
  • Conservação de recursos materiais 
  • Gestão de água
  • Práticas sociais

Selo Solar

Concedido para empresas públicas ou privadas que consomem um valor mínimo de eletricidade solar anualmente. 

São muitas as formas de garantir a sustentabilidade e preservação dos recursos naturais e, ao buscar uma empresa de implementação de energia solar, é importante se orientar e questionar sobre os certificados trabalhados no projeto. 

Além de afirmar os benefícios ambientais, os certificados e selos também servem para obter incentivos, descontos na instalação, financiamentos, diferenciais competitivos e engajamento social dentro e fora da sua empresa ou residência.

 

Investimento que preserva o meio ambiente

A energia fotovoltaica é mais do que um incentivo: têm se tornado cada vez uma obrigação de pessoas físicas e jurídicas para apoiar meios renováveis para o meio ambiente, que conta com recursos limitados.

Os avanços tecnológicos são um grande aporte para seguir um caminho mais sustentável, além de estarem cada vez mais acessíveis nos últimos anos. No Brasil, por exemplo, foi possível notar um aumento de 70% das instalações fotovoltaicas em 2020, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

Esse dado mostra uma tendência positiva no mercado brasileiro, que vem acompanhando os avanços internacionais para um mundo cada vez mais solar.

A troca de meios tradicionais de energia pela distribuição solar deve ser tratado como um investimento na sustentabilidade, uma vez que não apenas traz um retorno financeiro dentro de 4 a 6 anos para o bolso do consumidor, mas é uma forma de impedir que os recursos naturais se esgotem no planeta.

 

Simule uma instalação fotovoltaica

Os indícios de um futuro cada vez mais sustentável e solar estão crescendo a cada dia. Fazer parte de um futuro que não agride diretamente o meio ambiente é a forma mais consciente e útil rumo a preservação. 


Que tal fazer parte desse futuro? Simule gratuitamente a instalação do sistema fotovoltaico no site da Solstar. Clique aqui para fazer uma simulação sem compromisso e descobrir a economia que você está deixando de ter!

 

Learn More

As Principais Vantagens da Energia Solar Residencial

Vantagens da Energia Solar Residencial

 

O aumento significativo na conta de luz, a escassez de chuvas e a constante instabilidade na rede de distribuição de energia elétrica impulsionam a busca por fontes alternativas para a geração de energia para a casa dos brasileiros. Uma que desponta e atrai muita atenção do mercado é a energia solar residencial, por suas inúmeras vantagens para o consumidor, tanto financeira quanto ambiental, e que trazem conforto e independência em relação às concessionárias de energia elétrica.

Com diversos incentivos e facilidades para sua implantação por meio da legislação vigente, principalmente quando se trata da sua regulamentação acerca do sistema de compensação de créditos, tornando a geração de energia solar residencial cada vez mais acessível e interessante para o grande público.

As vantagens são inúmeras, porém, aqui listamos 6 para ilustrar os principais pontos de destaques:

 

 

1. Custo benefício

energia solar economia

Atualmente a alta tarifa praticada pelas empresas de energia elétrica é o principal motivo para a busca pela energia solar residencial. Após inúmeros reajustes e a grande incerteza sobre o futuro, a confiança foi abalada, principalmente no atual momento delicado da economia nacional.

O investimento na geração de energia própria é visto com bons olhos, uma vez que trás também a sensação de segurança para o orçamento doméstico. Com a democratização do acesso aos equipamentos de instalação e o seu rápido retorno é cada vez mais debatido que para a melhoria da saúde financeira se invista na energia solar nas moradias.

A economia gerada por meio desse investimento mostra que o que antes era tido como uma tecnologia exclusiva para moradias de alto poder aquisitivo agora está ficando popular em todos os âmbitos da sociedade.

Outro ponto que é levantado é o baixo custo de manutenção dos equipamentos, fazendo com que o valor investido tenha um retorno rápido e que não prejudique a sua eficácia em nada.

 

 

2. Independência energética

Outro fator importante quando se considera a utilização da energia solar é a independência energética. Ao conseguir gerar a própria energia se alcança um status confortável, pois mesmo com as instabilidades da rede elétrica convencional não haverá oscilação no fornecimento ou problemas elétricos na casa.

É importante destacar que a independência energética também é refletida na parte financeira, pois não se atrela a tributos e impostos vinculados à conta de luz, e também traz a liberdade para usar e abusar dos “vilões”, aqueles que aumentam muito o gasto de luz, como o ar-condicionado.

A comodidade de não se preocupar com a fatura de energia elétrica é o que buscamos na aquisição e captação de energia solar residencial. Girando em torno de uma economia de até 90% a depender da capacidade energética instalada na moradia.

 

 

3. Valorização imobiliária

A instalação de sistemas fotovoltaicos para a captação de energia solar eleva o valor do patrimônio, tanto pelos motivos que já citamos acima, como também pela estimativa de vida útil dos equipamentos, que se encontram entre 25 a 30 anos.

Pensando nas futuras gerações e sua relação com o planeta, o investimento em uma forma alternativa de geração de energia é algo positivo em que diversas cidades já se pautam e com o seu crescimento e visibilidade cada vez mais presente.

A tecnologia investida tem retorno imediato no valor agregado do patrimônio, e também acaba por chamar a atenção de futuros compradores que buscam sustentabilidade e smart designer na residência. A otimização e automatização das cidades e moradias é o que definirá o nosso futuro.

 

 

4. Conforto para a família

Com a escassez das chuvas, reajustes de tributação, e a incerteza se ocorrerão blackouts no país, o conforto das famílias fica abalado, pois a fatura de energia elétrica vem se tornando cada vez mais onerosa, principalmente para as famílias mais numerosas. Fazendo com que a rotina de economia e racionamento de luz seja constante.

O dia a dia fica complicado, pois para que o valor no fim do mês não seja uma dor de cabeça as pessoas optam por não utilizar eletrodomésticos que trazem facilidade, praticidade e conforto nas tarefas domésticas.  Isso quando não se abre mão da compra desses itens por receio do resultado final da fatura, como é o caso da máquina lava-louças. 

O bem-estar da família fica assegurado com o uso da energia solar residencial voltado para a praticidade e conforto no dia a dia, evitando surpresas desagradáveis e tendo controle daquilo que é consumido na casa.

 

 

5. Fácil instalação

Outra vantagem da energia solar fotovoltaica residencial é a agilidade e facilidade na do kit de instalação com seus equipamentos de captação, pois diferentemente do que se imagina, não é necessária nenhuma grande adaptação no imóvel e precisa de pouco tempo para que comece a ficar operante.

Fazendo-se um planejamento prévio das necessidades e dificuldades apresentadas pela residência a implementação se torna ágil, pois a partir deste diagnóstico a execução para a colocação e fixação dos equipamentos é feita de maneira fácil.

Após isso a concessionária de energia da região envia agentes para a inspeção e atestar que a instalação foi feita de maneira correta e fazer a substituição do medidor de energia para um bidirecional. 

A tecnologia empregada no equipamento permite que ele meça o quanto de energia entra e sai de seu sistema, fazendo a compensação de créditos automaticamente. Trazendo, assim, mais praticidade para a sua vida.

 

 

6. Sustentabilidade

energia solar e sustentabilidade

A otimização e a tendência das smart houses nos faz olhar com bons olhos para fontes energéticas alternativas que auxiliam na diminuição da pegada ecológica e na preservação do meio ambiente, pensando em maneiras limpas e renováveis que tragam harmonia entre a sociedade e o meio ambiente. 

A energia solar fotovoltaica tem o sol como fonte inesgotável de fornecimento energético, não ficando a mercê da crise hídrica ou devastando grandes áreas para sua geração, pois quando alocada em residências ajuda não só no âmbito financeiro, mas também agrega valor visual e traz melhorias para o bem estar das pessoas. 

A vizinhança olhará orgulhosa para aqueles que decidem investir em algo que visa a sustentabilidade e a preservação dos recursos naturais do planeta, sentindo-se segura com o compromisso coletivo que a energia solar residencial traz consigo.

 

Ficou interessado em instalar um sistema fotovoltaico na sua casa? Então não perca mais tempo. Faça uma simulação sem compromisso com a Solstar e comece começar hoje mesmo!

Learn More

Dicas Para a Sua Empresa Economizar na Conta de Energia

Dicas Para a Sua Empresa Economizar na Conta de Energia

 

O planejamento financeiro é a base da gestão empresarial. É ele quem permite avaliar a saúde da empresa, seu potencial de crescimento e planejar investimentos. Simplificando, consiste em conhecer e, principalmente, controlar as despesas e receitas da empresa para identificar o cenário atual e desenhar os futuros. Entre as despesas para economizar que costumam atrapalhar os planos, estão as variáveis, aquelas difíceis para estimar, como é o caso da energia elétrica. Ela é essencial para toda empresa, em maior ou menor escala, mas que exige uso consciente acima de tudo. 

Para algumas empresas e atividades, a energia elétrica é o recurso de maior impacto na operação, um bom exemplo disso está na indústria. Na operação industrial, a falta de energia ou suas oscilações não vão impactar apenas na conta de energia, mas em toda a performance do negócio e suas projeções comerciais e financeiras. 

É por tudo isso que consumir energia de forma consciente é uma visão que, além de responsável, é sustentável. Oferecendo o benefício de aliar as questões econômicas com as ambientais e sociais. 

Quer saber mais sobre como a sua empresa pode adotar o consumo consciente de energia? Aqui você encontra as 8 principais dicas para economizar na conta de energia. 

 

1 – Iluminação: dê preferência às opções mais econômicas, como o LED

economizar energia com LED

Antes de tudo, conte com apoio profissional para planejar a sua iluminação. Assim, é possível definir a disposição das lâmpadas para melhor aproveitamento, economia e conforto visual para o ambiente e a atividade da sua empresa. Um bom profissional ainda vai recomendar os materiais que melhor se aplicam ao espaço. 

As lâmpadas de LED têm sido as mais recomendadas nos projetos de iluminação. Com destaque para o menor consumo de energia, a iluminação de LED oferece inúmeros benefícios. Hoje, é possível encontrar todos os tipos de lâmpadas, painéis, placas, fitas, balizadores, arandelas e demais materiais em LED. O que assegura um projeto econômico com mais eficiência e sem perder em nada na estética. 

Para ambientes corporativos e industriais, ainda existem outras soluções que podem aumentar a eficiência da iluminação e economizar na conta de energia. É o caso dos sensores de movimento, que acionam e desligam a iluminação automaticamente, e dos LEDs dimerizáveis, com os quais é possível regular a intensidade da luz para se adaptar melhor à atividade e à incidência de luz natural.

 

2 – Ambiente: adapte para aproveitar

Com exceção de alguns negócios que seguem regras técnicas e sanitárias para preparação do ambiente, como unidades de saúde, frigoríficos e etc., todas as outras podem usar a pintura e decoração a favor da sua economia. 

Ao optar por cores claras nas paredes e mobília, é possível otimizar a eficiência da iluminação e, consequentemente, reduzir custos. As cores claras ampliam a sensação de luminosidade, reforçando a incidência de luz natural e tornando desnecessário acender todas as luzes. Além disso, em ambientes em que seja possível, reduzir o número de divisórias também contribui para que a luz se difunda melhor, contribuindo com a iluminação do espaço de modo geral.

 

3 – Iluminação Natural 

Aproveitar ao máximo a luz natural é uma dica básica, porém fundamental. Para isso, basta planejar a organização das estações de trabalho mais próximas das janelas ou abrir espaço nas paredes para instalar mais janelas (quando possível, é claro). 

Outro recurso são os domus de iluminação natural, uma excelente fonte para indústrias economizar nos custos com energia. Ao utilizar essas estruturas, suas aberturas estratégicas ampliam a entrada da luz natural, aumentando a eficiência energética da fábrica; assim, o ambiente é iluminado até oito vezes mais que ao usar uma janela normal e tanto colaboradores quanto maquinário ficam protegidos.

 

4 – Ventilação Natural e Isolamento Térmico

Economia nos custos da energia

Entre os vilões da conta de energia, despontam os equipamentos de climatização como ar condicionado, sistemas de exaustão e ventiladores. Nos grandes espaços como as indústrias, a dificuldade aumenta na mesma proporção da conta de energia. Em alguns casos, no entanto, a climatização é fator chave para a operação. 

Investimentos em adaptações para otimização de ventilação natural e isolamento térmico surgem como alternativa para reduzir a necessidade de uso de equipamentos de climatização e promoção de um ambiente mais confortável nos aspectos térmicos. Em algumas regiões de climas severos, no entanto, não existe como fugir do suporte elétrico para garantir as condições de trabalho e até de armazenamento de produtos. Nesses casos, a dica #8 é a chave: energia solar para empresas.

 

5 – Equipamentos: revisão que gera eficiência 

Essa dica vale para todo o tipo e porte de empresa que quer economizar na conta de energia, mas é verdade que indústrias e outras empresas que utilizam bastante maquinário são as que mais percebem seu efeito. Equipamentos antigos ou pendentes de manutenção tendem a consumir muito mais energia do que as novas versões ou as bem calibradas. Isso vale para o frigobar da copa, como vale para uma máquina de produção industrial.

É claro que substituir uma TV ou geladeira pela sua versão atual, com selo Procel de baixo consumo de energia, é infinitamente mais simples do que trocar uma máquina de papel, por exemplo. No entanto, um bom planejamento de manutenção e revisão elétrica podem contribuir para a redução da conta de energia. E como não poderíamos deixar de mencionar: muitas vezes, investir em equipamentos atualizados tem um retorno expressivo sobre o investimento. Você ganha em desempenho, ajuda o meio ambiente usando versões atualizadas e mais ecológicas e ainda economiza.

 

6 – Trabalho em equipe: conscientize seus colaboradores 

Sabe aquele adesivo que você já viu por aí, pedindo que a pessoa apague a luz ao sair? É isso mesmo. No ambiente de trabalho, economizar na conta de energia é muito maior quando os esforços são compartilhados, afinal, de nada adianta a intenção do gestor se o time não comprar a meta.

Campanhas de incentivo e informativas produzem grandes resultados em engajamento e resultados. Busque conscientizar seus colaboradores sobre o potencial do consumo consciente, apresentando os benefícios que isso traz para a empresa e até mesmo compartilhando dicas que possam ser replicadas em casa. Vale definir uma meta compartilhada e reconhecer os resultados de alguma forma, isso motiva a seguir economizando. Só não esqueça de dar o exemplo sempre.

 

7 – Horários de Pico: busque a flexibilização para evitá-los 

O pico de consumo de energia no país costuma se dar entre 17h e 22h, por isso existem as diferentes bandeiras que, consequentemente, impactam no valor das tarifas. São os horários em que o maior número de pessoas está em casa e também demandam maior utilização de iluminação artificial. 

Nos casos em que for possível, sugere-se a flexibilização da jornada para evitar o uso de energia nas faixas de pico. É claro que fábricas que operam em turnos não fogem de rodar nesses horários, é por isso que soluções como fontes de energia renovável, a exemplo da energia solar fotovoltaica, podem ser fundamentais para a economia, captando energia solar durante o dia, armazenando em baterias e utilizando durante a noite.

 

8 – Energia solar: o nocaute na conta de energia

economia com energia solar

Essa dica ficou por último porque ela sozinha resolve muitos outros pontos. O sistema de energia solar para empresas reduz em até 95% a conta de energia, dependendo claro do tipo de operação e método de utilização. 

Tanto as pequenas empresas encontram vantagens na energia solar, como grandes indústrias e operações também possuem excelentes recursos ao utilizar essa energia de fonte renovável como ferramenta na busca pela autossuficiência energética. 

Embora ainda não seja tão difundida, a energia solar é uma das formas mais eficientes de reduzir custos com energia, sem perder eficiência. São inúmeros os benefícios, incluindo a possibilidade de não depender da rede de distribuição ou ficar refém da disponibilidade e das oscilações. 

O investimento tem retorno garantido no médio prazo e, além de ser extremamente sustentável, ainda gera economia para investimento no negócio. Como forma de viabilizar a instalação em muitas empresas, existem linhas de financiamento especial – voltadas à economia verde – que podem ser contratadas pelo empresário. 

 

Saiba tudo sobre como funciona a energia solar para empresas e comece a planejar o seu projeto.

 

A Solstar é empresa especializada em energia solar e garante as melhores soluções para apoiar a sua empresa em todas as etapas dessa missão. Faça uma rápida simulação e descubra quanto você está deixando de economizar em energia!

O planejamento financeiro é a base da gestão empresarial. É ele quem permite avaliar a saúde da empresa, seu potencial de crescimento e planejar investimentos. Simplificando, consiste em conhecer e, principalmente, controlar as despesas e receitas da empresa para identificar o cenário atual e desenhar os futuros. 

Entre as despesas que costumam atrapalhar os planos, estão as variáveis, aquelas que é difícil estimar ou que, em alguns picos, dão um salto e consomem economias. É o caso da energia elétrica. Essencial para toda empresa, em maior ou menor escala, mas que exige uso consciente acima de tudo. 

Para algumas empresas e atividades, a energia elétrica é o recurso de maior impacto na operação, um bom exemplo disso está na indústria. Na operação industrial, a falta de energia ou suas oscilações não vão impactar apenas na conta de energia, mas em toda a performance do negócio e suas projeções comerciais e financeiras. 

É por tudo isso que consumir energia de forma consciente é uma visão que, além de responsável, é sustentável. Oferecendo o benefício de aliar as questões econômicas com as ambientais e sociais. 

Quer saber mais sobre como a sua empresa pode adotar o consumo consciente de energia? Aqui você encontra as 8 principais dicas para economizar na conta de energia. 

 

1 – Iluminação: dê preferência às opções mais econômicas, como o LED

Antes de tudo, conte com apoio profissional para planejar a sua iluminação. Assim, é possível definir a disposição das lâmpadas para melhor aproveitamento, economia e conforto visual para o ambiente e a atividade da sua empresa. Um bom profissional ainda vai recomendar os materiais que melhor se aplicam ao espaço. 

As lâmpadas de LED têm sido as mais recomendadas nos projetos de iluminação. Com destaque para o menor consumo de energia, a iluminação de LED oferece inúmeros benefícios. Hoje, é possível encontrar todos os tipos de lâmpadas, painéis, placas, fitas, balizadores, arandelas e demais materiais em LED. O que assegura um projeto econômico com mais eficiência e sem perder em nada na estética. 

Para ambientes corporativos e industriais, ainda existem outras soluções que podem aumentar a eficiência da iluminação e economizar na conta de energia. É o caso dos sensores de movimento, que acionam e desligam a iluminação automaticamente, e dos LEDs dimerizáveis, com os quais é possível regular a intensidade da luz para se adaptar melhor à atividade e à incidência de luz natural.

 

2 – Ambiente: adapte para aproveitar

Com exceção de alguns negócios que seguem regras técnicas e sanitárias para preparação do ambiente, como unidades de saúde, frigoríficos e etc., todas as outras podem usar a pintura e decoração a favor da sua economia. 

Ao optar por cores claras nas paredes e mobília, é possível otimizar a eficiência da iluminação e, consequentemente, reduzir custos. As cores claras ampliam a sensação de luminosidade, reforçando a incidência de luz natural e tornando desnecessário acender todas as luzes. Além disso, em ambientes em que seja possível, reduzir o número de divisórias também contribui para que a luz se difunda melhor, contribuindo com a iluminação do espaço de modo geral.

 

3 – Iluminação Natural 

Aproveitar ao máximo a luz natural é uma dica básica, porém fundamental. Para isso, basta planejar a organização das estações de trabalho mais próximas das janelas ou abrir espaço nas paredes para instalar mais janelas (quando possível, é claro). 

Outro recurso são os domus de iluminação natural, uma excelente fonte para indústrias economizar nos custos com energia. Ao utilizar essas estruturas, suas aberturas estratégicas ampliam a entrada da luz natural, aumentando a eficiência energética da fábrica; assim, o ambiente é iluminado até oito vezes mais que ao usar uma janela normal e tanto colaboradores quanto maquinário ficam protegidos.

 

4 – Ventilação Natural e Isolamento Térmico 

Entre os vilões da conta de energia, despontam os equipamentos de climatização como ar condicionado, sistemas de exaustão e ventiladores. Nos grandes espaços como as indústrias, a dificuldade aumenta na mesma proporção da conta de energia. Em alguns casos, no entanto, a climatização é fator chave para a operação. 

Investimentos em adaptações para otimização de ventilação natural e isolamento térmico surgem como alternativa para reduzir a necessidade de uso de equipamentos de climatização e promoção de um ambiente mais confortável nos aspectos térmicos. Em algumas regiões de climas severos, no entanto, não existe como fugir do suporte elétrico para garantir as condições de trabalho e até de armazenamento de produtos. Nesses casos, a dica #8 é a chave: energia solar para empresas.

 

5 – Equipamentos: revisão que gera eficiência 

Essa dica vale para todo o tipo e porte de empresa que quer economizar na conta de energia, mas é verdade que indústrias e outras empresas que utilizam bastante maquinário são as que mais percebem seu efeito. Equipamentos antigos ou pendentes de manutenção tendem a consumir muito mais energia do que as novas versões ou as bem calibradas. Isso vale para o frigobar da copa, como vale para uma máquina de produção industrial.

É claro que substituir uma TV ou geladeira pela sua versão atual, com selo Procel de baixo consumo de energia, é infinitamente mais simples do que trocar uma máquina de papel, por exemplo. No entanto, um bom planejamento de manutenção e revisão elétrica podem contribuir para a redução da conta de energia. E como não poderíamos deixar de mencionar: muitas vezes, investir em equipamentos atualizados tem um retorno expressivo sobre o investimento. Você ganha em desempenho, ajuda o meio ambiente usando versões atualizadas e mais ecológicas e ainda economiza.

 

6 – Trabalho em equipe: conscientize seus colaboradores 

Sabe aquele adesivo que você já viu por aí, pedindo que a pessoa apague a luz ao sair? É isso mesmo. No ambiente de trabalho, economizar na conta de energia é muito maior quando os esforços são compartilhados, afinal, de nada adianta a intenção do gestor se o time não comprar a meta.

Campanhas de incentivo e informativas produzem grandes resultados em engajamento e resultados. Busque conscientizar seus colaboradores sobre o potencial do consumo consciente, apresentando os benefícios que isso traz para a empresa e até mesmo compartilhando dicas que possam ser replicadas em casa. Vale definir uma meta compartilhada e reconhecer os resultados de alguma forma, isso motiva a seguir economizando. Só não esqueça de dar o exemplo sempre.

 

7 – Horários de Pico: busque a flexibilização para evitá-los 

O pico de consumo de energia no país costuma se dar entre 17h e 22h, por isso existem as diferentes bandeiras que, consequentemente, impactam no valor das tarifas. São os horários em que o maior número de pessoas está em casa e também demandam maior utilização de iluminação artificial. 

Nos casos em que for possível, sugere-se a flexibilização da jornada para evitar o uso de energia nas faixas de pico. É claro que fábricas que operam em turnos não fogem de rodar nesses horários, é por isso que soluções como fontes de energia renovável, a exemplo da energia solar fotovoltaica, podem ser fundamentais para a economia, captando energia solar durante o dia, armazenando em baterias e utilizando durante a noite.

 

8 – Energia solar: o nocaute na conta de energia 

Essa dica ficou por último porque ela sozinha resolve muitos outros pontos. O sistema de energia solar para empresas reduz em até 95% a conta de energia, dependendo claro do tipo de operação e método de utilização. 

Tanto as pequenas empresas encontram vantagens na energia solar, como grandes indústrias e operações também possuem excelentes recursos ao utilizar essa energia de fonte renovável como ferramenta na busca pela autossuficiência energética. 

Embora ainda não seja tão difundida, a energia solar é uma das formas mais eficientes de reduzir custos com energia, sem perder eficiência. São inúmeros os benefícios, incluindo a possibilidade de não depender da rede de distribuição ou ficar refém da disponibilidade e das oscilações. 

O investimento tem retorno garantido no médio prazo e, além de ser extremamente sustentável, ainda gera economia para investimento no negócio. Como forma de viabilizar a instalação em muitas empresas, existem linhas de financiamento especial – voltadas à economia verde – que podem ser contratadas pelo empresário. 

 

Saiba tudo sobre como funciona a energia solar para empresas e comece a planejar o seu projeto.

 

A Solstar é empresa especializada em energia solar e garante as melhores soluções para apoiar a sua empresa em todas as etapas dessa missão. Faça uma rápida simulação e descubra quanto você está deixando de economizar em energia!

Learn More

Business executives analyzing on valuation data paper and digita

10 Motivos para Migrar sua Empresa para Energia Solar

10 motivos para migrar sua empresa para energia solar

 

A energia solar para empresas tem uma série de benefícios. Desde questões mais práticas, como a redução na conta de energia, quanto vantagens mais subjetivas, como os investimentos em economia verde e seus impactos sobre a reputação da marca e da empresa.

Se você já conhece as vantagens e desvantagens da energia solar mas ainda não fez a sua migração, nós reunimos aqui 10 motivos – econômicos, ambientais e técnicos – para migrar a sua empresa para a energia solar. Confira:

 

#1 Econômico: redução na conta de energia

energia solar economia

Esse benefício sozinho é o responsável por convencer a grande maioria dos usuários a fazer a migração para a energia solar para empresas e também para residências. Afinal, quem é que não quer converter parte da sua despesa mensal em economia?

A conta de energia, aliás, é uma das contas de consumo de valor variável que mais podem trazer dores de cabeça para os consumidores. Se considerarmos o aumento nas tarifas, imposto pelo governo e órgãos reguladores, somado às variações de bandeira, fica claro que, um sistema que se propõe a reduzir em até 95% o valor mensal da sua conta de energia, é certamente um ótimo investimento.

 

#2 Econômico: créditos na conta de energia

Se reduzir a conta de energia mensal já era motivo de alegria, imagina então receber créditos pelo excedente de energia gerado e abater o saldo da sua fatura? É perfeito!

Quando você instala um sistema fotovoltaico na sua propriedade e esse sistema está conectado à rede local de distribuição, toda a energia excedente ao seu consumo é injetada na rede pública e convertida em créditos que podem ser utilizados por até 60 meses.

Com esses créditos, você pode abater a energia que a sua empresa utiliza da rede à noite ou em dias de baixa incidência solar, por exemplo. E tem mais, se a sua casa estiver conectada à mesma rede e concessionária, os créditos gerados pela empresa podem abater a conta de energia da sua casa também. Assim, você faz apenas um investimento e tem créditos que atendem duas ou mais unidades consumidoras. 

 

#3 Econômico: financiamento e Retorno do Investimento

Alguns empresários que ainda não realizaram a sua migração para energia solar estão no grupo dos que não sabem como é e quanto custa a instalação do sistema fotovoltaico. Assim como alguns proprietários residenciais, esses empresários tendem a imaginar que esse pode investimento pode ser inacessível para a sua empresa.

A boa notícia é que, não apenas existem linhas especiais de financiamento para a instalação de sistemas fotovoltaicos, estão entre as linhas que incentivam a economia verde, como o retorno sobre o investimento é indiscutível. Ou seja, quanto mais a sua empresa gasta na conta de energia, mais fica atrativo realizar um financiamento e instalar a energia solar na sua empresa.

Além de saber exatamente o valor da parcela no período de financiamento (diferente da surpresa da conta de energia), o prazo de retorno está entre 3 e 6 anos. Depois disso é a economia mais pura e adorada pelo seu caixa.

 

#4 Econômico: valorização do patrimônio

Quando chamamos um sistema de geração de energia solar de investimento, é porque ele realmente vale muito mais do que “apenas” a economia mensal na conta de energia. O sistema fotovoltaico tem como atributo a valorização do imóvel no qual está instalado. 

Imagine que você precise vender a sede da empresa para mudar para uma nova, fica muito mais interessante para o potencial comprador saber que esse é um imóvel sustentável, ou seja, que ao adquiri-lo ele adquire também a tranquilidade de ter a conta de energia totalmente sob controle.

 

#5 Ambiental: sustentabilidade

instalação de painéis solares

Um dos temas que mais tem ganhado pauta no cenário corporativo atual é ESG: environmental, social and corporate governance, ou, em português: ambiental, social e governança corporativa. 

Este tripé está diretamente relacionado à sustentabilidade das empresas e vem contribuindo de forma significativa com o seu ganho de competitividade. Empresas que investem em soluções e benefícios sustentáveis, como a energia solar, têm despontado nos seus segmentos.

 

#6 Ambiental: fonte inesgotável

E por falar em sustentabilidade, a geração de energia solar por meio da instalação de painéis solares fotovoltaicos nada de braçadas nessa corrente. Ao utilizar a irradiação solar como fonte de geração de energia elétrica, você está coberto pela alta incidência solar do Brasil, o que assegura sua fonte inesgotável e contribui para a conservação dos reservatórios e o meio ambiente.

A energia solar para empresas é uma das melhores formas de buscar a autossuficiência energética sem estressar recursos hídricos ou emitir poluentes. E, claro, a sua operação não fica suscetível a oscilações de fornecimento.

 

#7 Ambiental: geração compartilhada

Desde 2015, a ANEEL permite que dois ou mais consumidores compartilhem a energia gerada por mini ou microgeração. Com a condição de que todas as unidades consumidoras estejam na mesma área de concessão, elas podem estar distantes fisicamente ou em condomínios, edifícios, centros comerciais e etc.

Essa é uma das formas de geração distribuída que está disponível aos consumidores-geradores. Aqueles proprietários de sistema de energia solar fotovoltaica e que injetam na rede o excedente da energia após o consumo.

 

 #8 Técnico: fácil instalação

instalação energia solar

Com a instalação dos painéis solares feita no telhado, a fim de otimizar a captação da irradiação solar, o trabalho é concluído de forma super rápida. É necessário em média um dia (menos de 24 horas) para a instalação de até 32 painéis de energia solar, sem prejudicar a rotina da sua empresa.

 

#9 Técnico: baixa manutenção e longa durabilidade

A manutenção de um sistema de energia solar fotovoltaica é simples mas extremamente importante. Como estão expostos e funcionando ao longo de 12 horas diárias, é importante realizar a sua limpeza e manutenção com certa periodicidade. 

Contando com uma empresa especializada, a eficiência do sistema pode aumentar em até 60% e assegurar a maior durabilidade dos painéis. Aliás, esse investimento tem duração garantida de pelo menos 25 anos, gerando energia limpa e barata.

 

#10 Técnico: incentivo ANEEL

A energia solar fotovoltaica está entre as formas de geração distribuída incentivadas e regulamentadas pela ANEEL pelo seu potencial estratégico. A Agência permite que consumidores comuns tenham acesso à rede de distribuição de baixa tensão a fim de produzir energia elétrica para consumo próprio, desde que utilizem fontes de energia renováveis.

É a esse incentivo que estão relacionados os créditos por energia excedente injetada na rede, por exemplo.

 

Depois de conhecer esses 10 motivos, está convencido a fazer a migração da sua empresa para a energia solar fotovoltaica?  Então está na hora de conhecer a Solstar, uma empresa especializada para atender a sua empresa, do projeto à manutenção. Saiba mais sobre nossos projetos, faça uma rápida simulação e comece a planejar a sua migração agora mesmo.

Learn More

Small Business Manager

Vantagens da Energia Solar para Pequenas Empresas

Vantagens da energia solar para pequenas empresas

Para muitos pequenos e microempresários, pensar sobre sustentabilidade pode parecer distante. Mas essa disciplina entre as questões econômicas, sociais e ambientais está muito mais ao alcance do que se pode imaginar.

Tomando a decisão de investir em um sistema fotovoltaica, o empresário tem ao alcance do seu negócio todas as vantagens da energia solar que, direta ou indiretamente, impactam na sustentabilidade da empresa.

 

A economia que você sempre sonhou

Economia garantia com energia solar

Enquanto reduzir a conta de energia em até 95% parece um fator estritamente econômico, utilizar-se de uma fonte renovável e inesgotável para suprir a demanda de energia elétrica da empresa é não apenas ambientalmente correto, como também, socialmente justo. 

Que tal ainda pensar que o valor economizado na fatura de energia pode ser aplicado no crescimento do negócio ou até mesmo em causas sociais? De todas as formas, a sociedade agradece. E é por isso que muitos empreendedores de pequenas e microempresas têm se encantado pelas vantagens da energia solar.

De acordo com a primeira pesquisa nacional sobre Energia Solar Fotovoltaica e os Pequenos Negócios, realizada pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS), em parceria com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) e a Fundação Seade, 83,9% dos  empresários que possuem o sistema fotovoltaico reduziram os gastos com energia elétrica.

O estudo, realizado no período de 14 de maio a 15 de julho de 2019, ouviu mais de 3000 empresários de Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP), de todo o Brasil, que atuam nos setores de comércio, serviços, agropecuária e indústria de transformação. 

Mas, além de fazer parte da maior parcela do empresariado brasileiro (juntas, as micro e pequenas empresas compõem o total de 98,5% das empresas do país), o que esses empreendedores têm em comum? 

A resposta é fácil, eles conhecem as vantagens e desvantagens da energia solar e estão se beneficiando dos inúmeros pontos positivos que a energia solar para empresas pode trazer. Quer conhecer também? Vamos lá!

 

Começando pelo mais rápido: desvantagens

A “lista” de desvantagens da energia solar fotovoltaica é bem curtinha, então, é por ela mesmo que vamos começar. Mas, a verdade é que nem dá pra ter certeza que essa é uma boa palavra para usar nesse caso. Afinal, os únicos pontos que conseguimos enumerar são:

 

  • Investimento x porte da empresa;
  • Operação exclusivamente noturna.

 

Investimento x porte da empresa

Vale falar sobre esse ponto no sentido de que, muitas micro e pequenas empresas iniciam suas operações sem qualquer valor de capital social ou de giro, por exemplo, dependendo exclusivamente do seu trabalho para ter fluxo de caixa.

Para situações como essa, um investimento em energia solar fotovoltaica pode parecer expressivo e de não tão fácil alcance. O que é importante mencionar é que, nessa mesma realidade, ter um compromisso mensal com uma fatura de energia alta, também impacta na saúde da empresa.

A boa notícia é que já existem inúmeras opções de financiamento para viabilizar o investimento. Já vamos falar mais sobre isso.

 

Operação exclusivamente noturna

A única forma de um negócio não se beneficiar muito da energia solar para empresas é se a sua operação acontece exclusivamente à noite, ou seja, se enquanto o sol estiver brilhando nada acontece no seu negócio.

Como a fonte de geração de energia é o sol, os painéis somente podem captar a irradiação ao longo do dia. Então, se a sua empresa funciona somente à noite, no período de maior demanda não há geração. Mas isso também tem solução: basta utilizar um banco de baterias para utilizar à noite a energia que foi gerada ao longo do dia.

 

A energia solar tem bastante vantagens

vantagens e desvantagens da energia solar

Agora sim chegamos à parte boa: falar sobre as vantagens da energia solar para empresas.

E vamos logo destacando as principais:

 

  • Redução de até 95% na conta de energia;
  • Reputação: empresa amiga do meio ambiente;
  • Instalação, durabilidade e manutenção;
  • Linhas de financiamento acessíveis.

 

Redução de até 95% na conta de energia

Na extrema contramão da nossa tentativa de identificar alguma “desvantagem” da energia solar fotovoltaica, está a imensa maioria de micro e pequenas empresas cuja operação acontece exclusivamente durante o dia. O mesmo horário em que, não por acaso, é inteiramente coberto pela irradiação solar. 

Em casos como esse, a economia vem no curto e no longo prazo. De imediato, a conta de energia pode reduzir até 95%**. Afinal, durante todo o dia, enquanto o seu negócio consome energia, o sistema fotovoltaico segue fazendo a geração.

No longo prazo, com o sistema quitado, toda essa parcela pode ser reinvestida no crescimento do seu negócio ou nas causas que você achar mais interessantes. É demais, não é?

 

Reputação: empresa amiga do meio ambiente

Ao realizar um investimento em energia solar fotovoltaica, o seu negócio já pode ser considerado integrado à economia verde, um conjunto de iniciativas que visam promover o desenvolvimento sustentável, com base no bem-estar social e na redução de riscos ambientais e conservação do meio natural. 

Conciliando a noção de produção de baixo carbono, o uso eficiente e sustentável dos recursos naturais e a inclusão social, os negócios que fazem parte da economia verde têm despontado em reputação ao mesmo passo em que são cada vez mais admirados pelos consumidores conscientes. 

Em resumo? Você investe em economia solar fotovoltaica e de quebra tem um marketing espontâneo e extremamente positivo para o negócio.

 

Instalação, durabilidade e manutenção

Com manutenção quase zero e instalação super facilitada, a energia solar para empresas não impacta em nada a operação do negócio. Uma vez que os painéis são instalados de forma prática, segura e convertem a irradiação em energia solar, todo o sistema elétrico interno segue exatamente como o padrão.

Falando sobre durabilidade, são pelo menos 25 anos de aproveitamento do sistema. Já pensou? 25 anos, no mínimo, economizando 95% do valor atual da sua fatura de energia? É tanta economia que é melhor você pode reinvestir em toda a modernização do seu negócio.

 

Linhas de financiamento acessíveis

Independente do segmento no qual a sua empresa está inserida, hoje existem inúmeras linhas especiais para financiar o investimento em energia solar para empresas. Disponíveis para bancos e cooperativas de crédito, as linhas específicas para a instalação de painéis solares são incentivados por órgãos internacionais como a Climate Bonds Initiative (CBI), organização internacional que atua para promover investimentos na economia de baixo carbono.

Ou seja, mesmo que o seu fluxo de caixa não seja como o de uma grande empresa, você pode adquirir o seu sistema fotovoltaico por meio de uma linha de crédito e pagar as parcelas com o que economiza na conta de energia. Quando acabar, é dinheiro no bolso. Ou melhor, no caixa!

QQuer notícia melhor para um pequeno negócio do que investir em crescimento com o mesmo fluxo de caixa que a empresa já tem? É isso mesmo que a energia solar para empresas propõe: transformar a despesa com a fatura de energia em margem de receita para reinvestimento.

 

Você pode ser micro ou pequeno empresário e, ainda assim, se beneficiar da série de vantagens que a energia solar para empresas tem, isso sem falar que, para um negócio aspirando crescimento, a conta de energia pode ser um verdadeiro empecilho. Faça uma simulação para entender o potencial de economia na sua conta de energia e chame a Solstar para planejar o seu projeto agora mesmo.

 

Learn More

Qual é o futuro da energia solar no Brasil?

O futuro da energia solar no Brasil

A energia solar fotovoltaica conta com instalações no Brasil desde 2012. Entretanto, foi em 2016 que sua implementação experienciou um avanço significativo de incentivos e instalações residenciais e comerciais. 

Nos dias de hoje, ao falar de energia solar, considera-se que essa é uma das indústrias com maior futuro no Brasil, principalmente quando consideramos que seu crescimento em 2020 foi de 70% com relação aos outros anos, segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

No mesmo ano, o país apareceu em 9º lugar no ranking mundial de instalações fotovoltaicas, avançando três posições em apenas um ano. Esses dados são animadores, mas qual é o verdadeiro futuro da energia solar no Brasil?

 

Próximos passos para os avanços da energia solar no Brasil

futuro da energia solar

Todo o avanço tem seu próprio ritmo e, ao que tudo indica, os próximos passos para uma energia mais solar nacionalmente têm tudo para serem positivos e eficazes. Uma pesquisa recente da ABSOLAR indicou que até 2050, será possível prever um retorno de R$ 139 bilhões na indústria e 1 milhão de empregos com as instalações fotovoltaicas.

Pensando nos consumidores, sejam residenciais ou comerciais, isso pode somar uma economia de R$ 150 bilhões, além de seguir uma estatística positiva para a redução de emissão de carbono (CO²) em 8,3 milhões de toneladas.

Também segundo a ABSOLAR, a matriz energética do Brasil conta com cerca de 70 linhas de crédito para quem deseja fazer a instalação de um sistema fotovoltaico. Esse benefício é traduzido em financiamento e descontos para os compradores.

Considerando as expectativas positivas, pode-se prever uma maré de bons resultados para a indústria. A economia e a sustentabilidade que a energia fotovoltaica traz tende a chamar a atenção de investidores para o setor e beneficiam não apenas seus próprios negócios, mas os consumidores desse meio.

 

Potencial do Brasil para o investimento solar

As instalações de fontes de energia fotovoltaica contam com investimentos governamentais e privados no Brasil. Esse tipo de incentivo resulta em diversas vantagens para quem deseja iniciar uma vida mais solar e sustentável no país. 

Atualmente, projetos de leis estão sendo discutidos para encorajar ainda mais o consumo e investimento por meio dos painéis solares. Entre elas, podemos destacar a regulamentação 482/12, estabelecida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que inclui uma compensação aos que produzem mais energia do que consomem. 

Essa norma prevê créditos de energia em troca deste acúmulo, que pode ser redistribuído para locais  próximos às residências e comércios que contam com a instalação de painéis solares.

Conheça alguns dos outros motivos para investir em energia solar no Brasil:

  • Produção 15 trilhões de megawatts (MW) ao ano
  • Valor dos equipamentos cada vez mais acessíveis
  • Redução de 95% na conta de luz
  • Metas para menor produção de carbono
  • Cerca de 70 linhas para financiamento
  • Leis de incentivo para instalação – como a RN 482/12

O crescimento dessa indústria tende a chamar a atenção não apenas da população beneficiada, mas de possíveis investidores em solo nacional. Os incentivos nascem e crescem conforme os avanços da energia fotovoltaica e, nesse ritmo, até 2050, é possível prever um cenário ainda mais positivo para esse sistema elétrico no país.

 

Previsões para os próximos anos

energia solar no brasil

A expansão de instalações e alcance da energia solar também traz algumas previsões. É importante ficar atento às mudanças dentro do mercado, principalmente se é do seu interesse investir em energia solar no Brasil, ou se já possui esse sistema na sua residência ou comércio.

Aqui estão algumas das previsões para a indústria de energia solar nos próximos anos:

 

Novos fornecedores de instalação solar

Os fornecedores são uma parcela muito importante quando falamos da instalação e conversão para o sistema fotovoltaico. Ter um mercado com opções é ótimo para os consumidores e gera mais cuidado na escolha do instalador e do equipamento necessário para um sistema de energia solar. 

Quanto mais empresas nascerem e se especializarem na indústria, mais empregabilidade e escolhas conscientes serão feitas no decorrer dos anos.

 

Alto investimento

Com o crescimento a todo vapor, as previsões de investimentos são positivas para os próximos anos. Segundo a ABSOLAR, podemos esperar que os investidores cresçam e acrescentem financeiramente para incentivar ainda mais as instalações no país.

A previsão é que até 2023, seja feito um investimento de mais de R$ 20 bilhões na geração de energia solar no Brasil. Esse valor pode gerar um retorno de aproximadamente R$ 100 milhões em 2030 para o país.

 

Redução de carbono

Como tendência de diversos países, a preocupação com a emissão de carbono têm se tornado uma prioridade para a redução do aquecimento global. Nesse caminho, a energia solar contribui para que os dados de sustentabilidade no Brasil sejam cada vez mais positivos. Pode-se considerar uma meta de redução para o Brasil em 37% da emissão de CO² até 2025.

 

Tecnologia de ponta para painéis solares

Segundo a Aneel, os painéis solares receberão novas tecnologias. Até 2024, espera-se mais de 800 mil sistemas On Grid – que são conectados à rede de distribuição e facilitam a redução da conta de luz – em todo o Brasil.

 

Empregabilidade

Além dos altos investimentos, a ABSOLAR prevê um crescimento de 1 milhão de empregos gerados pela indústria de energia solar nos próximos anos no Brasil. Isso pode acontecer justamente pela quantidade de novas empresas surgindo com o crescimento do setor e a necessidade de instalações em todo o país.

 

Nível global

Atualmente, a energia solar corresponde a 7% de todo o suprimento elétrico do mundo. Até 2050, a perspectiva é que metade de toda a energia produzida seja proveniente da energia solar ou energia eólica.

 

Sustentável e renovável

A preocupação com fontes de energia renováveis e sustentáveis de consumir cresce cada dia mais no Brasil. Buscando uma forma de agredir menos possível o meio ambiente, a energia fotovoltaica está aqui a atender perfeitamente casas, fazendas e comércios neste sentido, uma vez que é considerada uma energia limpa.

 

Simule grátis com a Solstar

As previsões para o futuro do Brasil com a energia fotovoltaica são extremamente positivas. Apesar dos investimentos altos, quanto mais essa indústria crescer, mais acessíveis serão as instalações e incentivos voltados para os que desejam uma energia consciente e limpa. 

Caso você esteja interessado em fazer parte desse futuro cada vez mais solar e gerar uma economia de até 95% na sua conta de luz, a Solstar conta com um simulador gratuito para descobrir e planejar esse investimento. Confira clicando aqui.

Learn More