Dicas Para a Sua Empresa Economizar na Conta de Energia

Dicas Para a Sua Empresa Economizar na Conta de Energia

 

O planejamento financeiro é a base da gestão empresarial. É ele quem permite avaliar a saúde da empresa, seu potencial de crescimento e planejar investimentos. Simplificando, consiste em conhecer e, principalmente, controlar as despesas e receitas da empresa para identificar o cenário atual e desenhar os futuros. Entre as despesas para economizar que costumam atrapalhar os planos, estão as variáveis, aquelas difíceis para estimar, como é o caso da energia elétrica. Ela é essencial para toda empresa, em maior ou menor escala, mas que exige uso consciente acima de tudo. 

Para algumas empresas e atividades, a energia elétrica é o recurso de maior impacto na operação, um bom exemplo disso está na indústria. Na operação industrial, a falta de energia ou suas oscilações não vão impactar apenas na conta de energia, mas em toda a performance do negócio e suas projeções comerciais e financeiras. 

É por tudo isso que consumir energia de forma consciente é uma visão que, além de responsável, é sustentável. Oferecendo o benefício de aliar as questões econômicas com as ambientais e sociais. 

Quer saber mais sobre como a sua empresa pode adotar o consumo consciente de energia? Aqui você encontra as 8 principais dicas para economizar na conta de energia. 

 

1 – Iluminação: dê preferência às opções mais econômicas, como o LED

economizar energia com LED

Antes de tudo, conte com apoio profissional para planejar a sua iluminação. Assim, é possível definir a disposição das lâmpadas para melhor aproveitamento, economia e conforto visual para o ambiente e a atividade da sua empresa. Um bom profissional ainda vai recomendar os materiais que melhor se aplicam ao espaço. 

As lâmpadas de LED têm sido as mais recomendadas nos projetos de iluminação. Com destaque para o menor consumo de energia, a iluminação de LED oferece inúmeros benefícios. Hoje, é possível encontrar todos os tipos de lâmpadas, painéis, placas, fitas, balizadores, arandelas e demais materiais em LED. O que assegura um projeto econômico com mais eficiência e sem perder em nada na estética. 

Para ambientes corporativos e industriais, ainda existem outras soluções que podem aumentar a eficiência da iluminação e economizar na conta de energia. É o caso dos sensores de movimento, que acionam e desligam a iluminação automaticamente, e dos LEDs dimerizáveis, com os quais é possível regular a intensidade da luz para se adaptar melhor à atividade e à incidência de luz natural.

 

2 – Ambiente: adapte para aproveitar

Com exceção de alguns negócios que seguem regras técnicas e sanitárias para preparação do ambiente, como unidades de saúde, frigoríficos e etc., todas as outras podem usar a pintura e decoração a favor da sua economia. 

Ao optar por cores claras nas paredes e mobília, é possível otimizar a eficiência da iluminação e, consequentemente, reduzir custos. As cores claras ampliam a sensação de luminosidade, reforçando a incidência de luz natural e tornando desnecessário acender todas as luzes. Além disso, em ambientes em que seja possível, reduzir o número de divisórias também contribui para que a luz se difunda melhor, contribuindo com a iluminação do espaço de modo geral.

 

3 – Iluminação Natural 

Aproveitar ao máximo a luz natural é uma dica básica, porém fundamental. Para isso, basta planejar a organização das estações de trabalho mais próximas das janelas ou abrir espaço nas paredes para instalar mais janelas (quando possível, é claro). 

Outro recurso são os domus de iluminação natural, uma excelente fonte para indústrias economizar nos custos com energia. Ao utilizar essas estruturas, suas aberturas estratégicas ampliam a entrada da luz natural, aumentando a eficiência energética da fábrica; assim, o ambiente é iluminado até oito vezes mais que ao usar uma janela normal e tanto colaboradores quanto maquinário ficam protegidos.

 

4 – Ventilação Natural e Isolamento Térmico

Economia nos custos da energia

Entre os vilões da conta de energia, despontam os equipamentos de climatização como ar condicionado, sistemas de exaustão e ventiladores. Nos grandes espaços como as indústrias, a dificuldade aumenta na mesma proporção da conta de energia. Em alguns casos, no entanto, a climatização é fator chave para a operação. 

Investimentos em adaptações para otimização de ventilação natural e isolamento térmico surgem como alternativa para reduzir a necessidade de uso de equipamentos de climatização e promoção de um ambiente mais confortável nos aspectos térmicos. Em algumas regiões de climas severos, no entanto, não existe como fugir do suporte elétrico para garantir as condições de trabalho e até de armazenamento de produtos. Nesses casos, a dica #8 é a chave: energia solar para empresas.

 

5 – Equipamentos: revisão que gera eficiência 

Essa dica vale para todo o tipo e porte de empresa que quer economizar na conta de energia, mas é verdade que indústrias e outras empresas que utilizam bastante maquinário são as que mais percebem seu efeito. Equipamentos antigos ou pendentes de manutenção tendem a consumir muito mais energia do que as novas versões ou as bem calibradas. Isso vale para o frigobar da copa, como vale para uma máquina de produção industrial.

É claro que substituir uma TV ou geladeira pela sua versão atual, com selo Procel de baixo consumo de energia, é infinitamente mais simples do que trocar uma máquina de papel, por exemplo. No entanto, um bom planejamento de manutenção e revisão elétrica podem contribuir para a redução da conta de energia. E como não poderíamos deixar de mencionar: muitas vezes, investir em equipamentos atualizados tem um retorno expressivo sobre o investimento. Você ganha em desempenho, ajuda o meio ambiente usando versões atualizadas e mais ecológicas e ainda economiza.

 

6 – Trabalho em equipe: conscientize seus colaboradores 

Sabe aquele adesivo que você já viu por aí, pedindo que a pessoa apague a luz ao sair? É isso mesmo. No ambiente de trabalho, economizar na conta de energia é muito maior quando os esforços são compartilhados, afinal, de nada adianta a intenção do gestor se o time não comprar a meta.

Campanhas de incentivo e informativas produzem grandes resultados em engajamento e resultados. Busque conscientizar seus colaboradores sobre o potencial do consumo consciente, apresentando os benefícios que isso traz para a empresa e até mesmo compartilhando dicas que possam ser replicadas em casa. Vale definir uma meta compartilhada e reconhecer os resultados de alguma forma, isso motiva a seguir economizando. Só não esqueça de dar o exemplo sempre.

 

7 – Horários de Pico: busque a flexibilização para evitá-los 

O pico de consumo de energia no país costuma se dar entre 17h e 22h, por isso existem as diferentes bandeiras que, consequentemente, impactam no valor das tarifas. São os horários em que o maior número de pessoas está em casa e também demandam maior utilização de iluminação artificial. 

Nos casos em que for possível, sugere-se a flexibilização da jornada para evitar o uso de energia nas faixas de pico. É claro que fábricas que operam em turnos não fogem de rodar nesses horários, é por isso que soluções como fontes de energia renovável, a exemplo da energia solar fotovoltaica, podem ser fundamentais para a economia, captando energia solar durante o dia, armazenando em baterias e utilizando durante a noite.

 

8 – Energia solar: o nocaute na conta de energia

economia com energia solar

Essa dica ficou por último porque ela sozinha resolve muitos outros pontos. O sistema de energia solar para empresas reduz em até 95% a conta de energia, dependendo claro do tipo de operação e método de utilização. 

Tanto as pequenas empresas encontram vantagens na energia solar, como grandes indústrias e operações também possuem excelentes recursos ao utilizar essa energia de fonte renovável como ferramenta na busca pela autossuficiência energética. 

Embora ainda não seja tão difundida, a energia solar é uma das formas mais eficientes de reduzir custos com energia, sem perder eficiência. São inúmeros os benefícios, incluindo a possibilidade de não depender da rede de distribuição ou ficar refém da disponibilidade e das oscilações. 

O investimento tem retorno garantido no médio prazo e, além de ser extremamente sustentável, ainda gera economia para investimento no negócio. Como forma de viabilizar a instalação em muitas empresas, existem linhas de financiamento especial – voltadas à economia verde – que podem ser contratadas pelo empresário. 

 

Saiba tudo sobre como funciona a energia solar para empresas e comece a planejar o seu projeto.

 

A Solstar é empresa especializada em energia solar e garante as melhores soluções para apoiar a sua empresa em todas as etapas dessa missão. Faça uma rápida simulação e descubra quanto você está deixando de economizar em energia!

O planejamento financeiro é a base da gestão empresarial. É ele quem permite avaliar a saúde da empresa, seu potencial de crescimento e planejar investimentos. Simplificando, consiste em conhecer e, principalmente, controlar as despesas e receitas da empresa para identificar o cenário atual e desenhar os futuros. 

Entre as despesas que costumam atrapalhar os planos, estão as variáveis, aquelas que é difícil estimar ou que, em alguns picos, dão um salto e consomem economias. É o caso da energia elétrica. Essencial para toda empresa, em maior ou menor escala, mas que exige uso consciente acima de tudo. 

Para algumas empresas e atividades, a energia elétrica é o recurso de maior impacto na operação, um bom exemplo disso está na indústria. Na operação industrial, a falta de energia ou suas oscilações não vão impactar apenas na conta de energia, mas em toda a performance do negócio e suas projeções comerciais e financeiras. 

É por tudo isso que consumir energia de forma consciente é uma visão que, além de responsável, é sustentável. Oferecendo o benefício de aliar as questões econômicas com as ambientais e sociais. 

Quer saber mais sobre como a sua empresa pode adotar o consumo consciente de energia? Aqui você encontra as 8 principais dicas para economizar na conta de energia. 

 

1 – Iluminação: dê preferência às opções mais econômicas, como o LED

Antes de tudo, conte com apoio profissional para planejar a sua iluminação. Assim, é possível definir a disposição das lâmpadas para melhor aproveitamento, economia e conforto visual para o ambiente e a atividade da sua empresa. Um bom profissional ainda vai recomendar os materiais que melhor se aplicam ao espaço. 

As lâmpadas de LED têm sido as mais recomendadas nos projetos de iluminação. Com destaque para o menor consumo de energia, a iluminação de LED oferece inúmeros benefícios. Hoje, é possível encontrar todos os tipos de lâmpadas, painéis, placas, fitas, balizadores, arandelas e demais materiais em LED. O que assegura um projeto econômico com mais eficiência e sem perder em nada na estética. 

Para ambientes corporativos e industriais, ainda existem outras soluções que podem aumentar a eficiência da iluminação e economizar na conta de energia. É o caso dos sensores de movimento, que acionam e desligam a iluminação automaticamente, e dos LEDs dimerizáveis, com os quais é possível regular a intensidade da luz para se adaptar melhor à atividade e à incidência de luz natural.

 

2 – Ambiente: adapte para aproveitar

Com exceção de alguns negócios que seguem regras técnicas e sanitárias para preparação do ambiente, como unidades de saúde, frigoríficos e etc., todas as outras podem usar a pintura e decoração a favor da sua economia. 

Ao optar por cores claras nas paredes e mobília, é possível otimizar a eficiência da iluminação e, consequentemente, reduzir custos. As cores claras ampliam a sensação de luminosidade, reforçando a incidência de luz natural e tornando desnecessário acender todas as luzes. Além disso, em ambientes em que seja possível, reduzir o número de divisórias também contribui para que a luz se difunda melhor, contribuindo com a iluminação do espaço de modo geral.

 

3 – Iluminação Natural 

Aproveitar ao máximo a luz natural é uma dica básica, porém fundamental. Para isso, basta planejar a organização das estações de trabalho mais próximas das janelas ou abrir espaço nas paredes para instalar mais janelas (quando possível, é claro). 

Outro recurso são os domus de iluminação natural, uma excelente fonte para indústrias economizar nos custos com energia. Ao utilizar essas estruturas, suas aberturas estratégicas ampliam a entrada da luz natural, aumentando a eficiência energética da fábrica; assim, o ambiente é iluminado até oito vezes mais que ao usar uma janela normal e tanto colaboradores quanto maquinário ficam protegidos.

 

4 – Ventilação Natural e Isolamento Térmico 

Entre os vilões da conta de energia, despontam os equipamentos de climatização como ar condicionado, sistemas de exaustão e ventiladores. Nos grandes espaços como as indústrias, a dificuldade aumenta na mesma proporção da conta de energia. Em alguns casos, no entanto, a climatização é fator chave para a operação. 

Investimentos em adaptações para otimização de ventilação natural e isolamento térmico surgem como alternativa para reduzir a necessidade de uso de equipamentos de climatização e promoção de um ambiente mais confortável nos aspectos térmicos. Em algumas regiões de climas severos, no entanto, não existe como fugir do suporte elétrico para garantir as condições de trabalho e até de armazenamento de produtos. Nesses casos, a dica #8 é a chave: energia solar para empresas.

 

5 – Equipamentos: revisão que gera eficiência 

Essa dica vale para todo o tipo e porte de empresa que quer economizar na conta de energia, mas é verdade que indústrias e outras empresas que utilizam bastante maquinário são as que mais percebem seu efeito. Equipamentos antigos ou pendentes de manutenção tendem a consumir muito mais energia do que as novas versões ou as bem calibradas. Isso vale para o frigobar da copa, como vale para uma máquina de produção industrial.

É claro que substituir uma TV ou geladeira pela sua versão atual, com selo Procel de baixo consumo de energia, é infinitamente mais simples do que trocar uma máquina de papel, por exemplo. No entanto, um bom planejamento de manutenção e revisão elétrica podem contribuir para a redução da conta de energia. E como não poderíamos deixar de mencionar: muitas vezes, investir em equipamentos atualizados tem um retorno expressivo sobre o investimento. Você ganha em desempenho, ajuda o meio ambiente usando versões atualizadas e mais ecológicas e ainda economiza.

 

6 – Trabalho em equipe: conscientize seus colaboradores 

Sabe aquele adesivo que você já viu por aí, pedindo que a pessoa apague a luz ao sair? É isso mesmo. No ambiente de trabalho, economizar na conta de energia é muito maior quando os esforços são compartilhados, afinal, de nada adianta a intenção do gestor se o time não comprar a meta.

Campanhas de incentivo e informativas produzem grandes resultados em engajamento e resultados. Busque conscientizar seus colaboradores sobre o potencial do consumo consciente, apresentando os benefícios que isso traz para a empresa e até mesmo compartilhando dicas que possam ser replicadas em casa. Vale definir uma meta compartilhada e reconhecer os resultados de alguma forma, isso motiva a seguir economizando. Só não esqueça de dar o exemplo sempre.

 

7 – Horários de Pico: busque a flexibilização para evitá-los 

O pico de consumo de energia no país costuma se dar entre 17h e 22h, por isso existem as diferentes bandeiras que, consequentemente, impactam no valor das tarifas. São os horários em que o maior número de pessoas está em casa e também demandam maior utilização de iluminação artificial. 

Nos casos em que for possível, sugere-se a flexibilização da jornada para evitar o uso de energia nas faixas de pico. É claro que fábricas que operam em turnos não fogem de rodar nesses horários, é por isso que soluções como fontes de energia renovável, a exemplo da energia solar fotovoltaica, podem ser fundamentais para a economia, captando energia solar durante o dia, armazenando em baterias e utilizando durante a noite.

 

8 – Energia solar: o nocaute na conta de energia 

Essa dica ficou por último porque ela sozinha resolve muitos outros pontos. O sistema de energia solar para empresas reduz em até 95% a conta de energia, dependendo claro do tipo de operação e método de utilização. 

Tanto as pequenas empresas encontram vantagens na energia solar, como grandes indústrias e operações também possuem excelentes recursos ao utilizar essa energia de fonte renovável como ferramenta na busca pela autossuficiência energética. 

Embora ainda não seja tão difundida, a energia solar é uma das formas mais eficientes de reduzir custos com energia, sem perder eficiência. São inúmeros os benefícios, incluindo a possibilidade de não depender da rede de distribuição ou ficar refém da disponibilidade e das oscilações. 

O investimento tem retorno garantido no médio prazo e, além de ser extremamente sustentável, ainda gera economia para investimento no negócio. Como forma de viabilizar a instalação em muitas empresas, existem linhas de financiamento especial – voltadas à economia verde – que podem ser contratadas pelo empresário. 

 

Saiba tudo sobre como funciona a energia solar para empresas e comece a planejar o seu projeto.

 

A Solstar é empresa especializada em energia solar e garante as melhores soluções para apoiar a sua empresa em todas as etapas dessa missão. Faça uma rápida simulação e descubra quanto você está deixando de economizar em energia!

Learn More

Business executives analyzing on valuation data paper and digita

10 Motivos para Migrar sua Empresa para Energia Solar

10 motivos para migrar sua empresa para energia solar

 

A energia solar para empresas tem uma série de benefícios. Desde questões mais práticas, como a redução na conta de energia, quanto vantagens mais subjetivas, como os investimentos em economia verde e seus impactos sobre a reputação da marca e da empresa.

Se você já conhece as vantagens e desvantagens da energia solar mas ainda não fez a sua migração, nós reunimos aqui 10 motivos – econômicos, ambientais e técnicos – para migrar a sua empresa para a energia solar. Confira:

 

#1 Econômico: redução na conta de energia

energia solar economia

Esse benefício sozinho é o responsável por convencer a grande maioria dos usuários a fazer a migração para a energia solar para empresas e também para residências. Afinal, quem é que não quer converter parte da sua despesa mensal em economia?

A conta de energia, aliás, é uma das contas de consumo de valor variável que mais podem trazer dores de cabeça para os consumidores. Se considerarmos o aumento nas tarifas, imposto pelo governo e órgãos reguladores, somado às variações de bandeira, fica claro que, um sistema que se propõe a reduzir em até 95% o valor mensal da sua conta de energia, é certamente um ótimo investimento.

 

#2 Econômico: créditos na conta de energia

Se reduzir a conta de energia mensal já era motivo de alegria, imagina então receber créditos pelo excedente de energia gerado e abater o saldo da sua fatura? É perfeito!

Quando você instala um sistema fotovoltaico na sua propriedade e esse sistema está conectado à rede local de distribuição, toda a energia excedente ao seu consumo é injetada na rede pública e convertida em créditos que podem ser utilizados por até 60 meses.

Com esses créditos, você pode abater a energia que a sua empresa utiliza da rede à noite ou em dias de baixa incidência solar, por exemplo. E tem mais, se a sua casa estiver conectada à mesma rede e concessionária, os créditos gerados pela empresa podem abater a conta de energia da sua casa também. Assim, você faz apenas um investimento e tem créditos que atendem duas ou mais unidades consumidoras. 

 

#3 Econômico: financiamento e Retorno do Investimento

Alguns empresários que ainda não realizaram a sua migração para energia solar estão no grupo dos que não sabem como é e quanto custa a instalação do sistema fotovoltaico. Assim como alguns proprietários residenciais, esses empresários tendem a imaginar que esse pode investimento pode ser inacessível para a sua empresa.

A boa notícia é que, não apenas existem linhas especiais de financiamento para a instalação de sistemas fotovoltaicos, estão entre as linhas que incentivam a economia verde, como o retorno sobre o investimento é indiscutível. Ou seja, quanto mais a sua empresa gasta na conta de energia, mais fica atrativo realizar um financiamento e instalar a energia solar na sua empresa.

Além de saber exatamente o valor da parcela no período de financiamento (diferente da surpresa da conta de energia), o prazo de retorno está entre 3 e 6 anos. Depois disso é a economia mais pura e adorada pelo seu caixa.

 

#4 Econômico: valorização do patrimônio

Quando chamamos um sistema de geração de energia solar de investimento, é porque ele realmente vale muito mais do que “apenas” a economia mensal na conta de energia. O sistema fotovoltaico tem como atributo a valorização do imóvel no qual está instalado. 

Imagine que você precise vender a sede da empresa para mudar para uma nova, fica muito mais interessante para o potencial comprador saber que esse é um imóvel sustentável, ou seja, que ao adquiri-lo ele adquire também a tranquilidade de ter a conta de energia totalmente sob controle.

 

#5 Ambiental: sustentabilidade

instalação de painéis solares

Um dos temas que mais tem ganhado pauta no cenário corporativo atual é ESG: environmental, social and corporate governance, ou, em português: ambiental, social e governança corporativa. 

Este tripé está diretamente relacionado à sustentabilidade das empresas e vem contribuindo de forma significativa com o seu ganho de competitividade. Empresas que investem em soluções e benefícios sustentáveis, como a energia solar, têm despontado nos seus segmentos.

 

#6 Ambiental: fonte inesgotável

E por falar em sustentabilidade, a geração de energia solar por meio da instalação de painéis solares fotovoltaicos nada de braçadas nessa corrente. Ao utilizar a irradiação solar como fonte de geração de energia elétrica, você está coberto pela alta incidência solar do Brasil, o que assegura sua fonte inesgotável e contribui para a conservação dos reservatórios e o meio ambiente.

A energia solar para empresas é uma das melhores formas de buscar a autossuficiência energética sem estressar recursos hídricos ou emitir poluentes. E, claro, a sua operação não fica suscetível a oscilações de fornecimento.

 

#7 Ambiental: geração compartilhada

Desde 2015, a ANEEL permite que dois ou mais consumidores compartilhem a energia gerada por mini ou microgeração. Com a condição de que todas as unidades consumidoras estejam na mesma área de concessão, elas podem estar distantes fisicamente ou em condomínios, edifícios, centros comerciais e etc.

Essa é uma das formas de geração distribuída que está disponível aos consumidores-geradores. Aqueles proprietários de sistema de energia solar fotovoltaica e que injetam na rede o excedente da energia após o consumo.

 

 #8 Técnico: fácil instalação

instalação energia solar

Com a instalação dos painéis solares feita no telhado, a fim de otimizar a captação da irradiação solar, o trabalho é concluído de forma super rápida. É necessário em média um dia (menos de 24 horas) para a instalação de até 32 painéis de energia solar, sem prejudicar a rotina da sua empresa.

 

#9 Técnico: baixa manutenção e longa durabilidade

A manutenção de um sistema de energia solar fotovoltaica é simples mas extremamente importante. Como estão expostos e funcionando ao longo de 12 horas diárias, é importante realizar a sua limpeza e manutenção com certa periodicidade. 

Contando com uma empresa especializada, a eficiência do sistema pode aumentar em até 60% e assegurar a maior durabilidade dos painéis. Aliás, esse investimento tem duração garantida de pelo menos 25 anos, gerando energia limpa e barata.

 

#10 Técnico: incentivo ANEEL

A energia solar fotovoltaica está entre as formas de geração distribuída incentivadas e regulamentadas pela ANEEL pelo seu potencial estratégico. A Agência permite que consumidores comuns tenham acesso à rede de distribuição de baixa tensão a fim de produzir energia elétrica para consumo próprio, desde que utilizem fontes de energia renováveis.

É a esse incentivo que estão relacionados os créditos por energia excedente injetada na rede, por exemplo.

 

Depois de conhecer esses 10 motivos, está convencido a fazer a migração da sua empresa para a energia solar fotovoltaica?  Então está na hora de conhecer a Solstar, uma empresa especializada para atender a sua empresa, do projeto à manutenção. Saiba mais sobre nossos projetos, faça uma rápida simulação e comece a planejar a sua migração agora mesmo.

Learn More

Small Business Manager

Vantagens da Energia Solar para Pequenas Empresas

Vantagens da energia solar para pequenas empresas

Para muitos pequenos e microempresários, pensar sobre sustentabilidade pode parecer distante. Mas essa disciplina entre as questões econômicas, sociais e ambientais está muito mais ao alcance do que se pode imaginar.

Tomando a decisão de investir em um sistema fotovoltaica, o empresário tem ao alcance do seu negócio todas as vantagens da energia solar que, direta ou indiretamente, impactam na sustentabilidade da empresa.

 

A economia que você sempre sonhou

Economia garantia com energia solar

Enquanto reduzir a conta de energia em até 95% parece um fator estritamente econômico, utilizar-se de uma fonte renovável e inesgotável para suprir a demanda de energia elétrica da empresa é não apenas ambientalmente correto, como também, socialmente justo. 

Que tal ainda pensar que o valor economizado na fatura de energia pode ser aplicado no crescimento do negócio ou até mesmo em causas sociais? De todas as formas, a sociedade agradece. E é por isso que muitos empreendedores de pequenas e microempresas têm se encantado pelas vantagens da energia solar.

De acordo com a primeira pesquisa nacional sobre Energia Solar Fotovoltaica e os Pequenos Negócios, realizada pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS), em parceria com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) e a Fundação Seade, 83,9% dos  empresários que possuem o sistema fotovoltaico reduziram os gastos com energia elétrica.

O estudo, realizado no período de 14 de maio a 15 de julho de 2019, ouviu mais de 3000 empresários de Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP), de todo o Brasil, que atuam nos setores de comércio, serviços, agropecuária e indústria de transformação. 

Mas, além de fazer parte da maior parcela do empresariado brasileiro (juntas, as micro e pequenas empresas compõem o total de 98,5% das empresas do país), o que esses empreendedores têm em comum? 

A resposta é fácil, eles conhecem as vantagens e desvantagens da energia solar e estão se beneficiando dos inúmeros pontos positivos que a energia solar para empresas pode trazer. Quer conhecer também? Vamos lá!

 

Começando pelo mais rápido: desvantagens

A “lista” de desvantagens da energia solar fotovoltaica é bem curtinha, então, é por ela mesmo que vamos começar. Mas, a verdade é que nem dá pra ter certeza que essa é uma boa palavra para usar nesse caso. Afinal, os únicos pontos que conseguimos enumerar são:

 

  • Investimento x porte da empresa;
  • Operação exclusivamente noturna.

 

Investimento x porte da empresa

Vale falar sobre esse ponto no sentido de que, muitas micro e pequenas empresas iniciam suas operações sem qualquer valor de capital social ou de giro, por exemplo, dependendo exclusivamente do seu trabalho para ter fluxo de caixa.

Para situações como essa, um investimento em energia solar fotovoltaica pode parecer expressivo e de não tão fácil alcance. O que é importante mencionar é que, nessa mesma realidade, ter um compromisso mensal com uma fatura de energia alta, também impacta na saúde da empresa.

A boa notícia é que já existem inúmeras opções de financiamento para viabilizar o investimento. Já vamos falar mais sobre isso.

 

Operação exclusivamente noturna

A única forma de um negócio não se beneficiar muito da energia solar para empresas é se a sua operação acontece exclusivamente à noite, ou seja, se enquanto o sol estiver brilhando nada acontece no seu negócio.

Como a fonte de geração de energia é o sol, os painéis somente podem captar a irradiação ao longo do dia. Então, se a sua empresa funciona somente à noite, no período de maior demanda não há geração. Mas isso também tem solução: basta utilizar um banco de baterias para utilizar à noite a energia que foi gerada ao longo do dia.

 

A energia solar tem bastante vantagens

vantagens e desvantagens da energia solar

Agora sim chegamos à parte boa: falar sobre as vantagens da energia solar para empresas.

E vamos logo destacando as principais:

 

  • Redução de até 95% na conta de energia;
  • Reputação: empresa amiga do meio ambiente;
  • Instalação, durabilidade e manutenção;
  • Linhas de financiamento acessíveis.

 

Redução de até 95% na conta de energia

Na extrema contramão da nossa tentativa de identificar alguma “desvantagem” da energia solar fotovoltaica, está a imensa maioria de micro e pequenas empresas cuja operação acontece exclusivamente durante o dia. O mesmo horário em que, não por acaso, é inteiramente coberto pela irradiação solar. 

Em casos como esse, a economia vem no curto e no longo prazo. De imediato, a conta de energia pode reduzir até 95%**. Afinal, durante todo o dia, enquanto o seu negócio consome energia, o sistema fotovoltaico segue fazendo a geração.

No longo prazo, com o sistema quitado, toda essa parcela pode ser reinvestida no crescimento do seu negócio ou nas causas que você achar mais interessantes. É demais, não é?

 

Reputação: empresa amiga do meio ambiente

Ao realizar um investimento em energia solar fotovoltaica, o seu negócio já pode ser considerado integrado à economia verde, um conjunto de iniciativas que visam promover o desenvolvimento sustentável, com base no bem-estar social e na redução de riscos ambientais e conservação do meio natural. 

Conciliando a noção de produção de baixo carbono, o uso eficiente e sustentável dos recursos naturais e a inclusão social, os negócios que fazem parte da economia verde têm despontado em reputação ao mesmo passo em que são cada vez mais admirados pelos consumidores conscientes. 

Em resumo? Você investe em economia solar fotovoltaica e de quebra tem um marketing espontâneo e extremamente positivo para o negócio.

 

Instalação, durabilidade e manutenção

Com manutenção quase zero e instalação super facilitada, a energia solar para empresas não impacta em nada a operação do negócio. Uma vez que os painéis são instalados de forma prática, segura e convertem a irradiação em energia solar, todo o sistema elétrico interno segue exatamente como o padrão.

Falando sobre durabilidade, são pelo menos 25 anos de aproveitamento do sistema. Já pensou? 25 anos, no mínimo, economizando 95% do valor atual da sua fatura de energia? É tanta economia que é melhor você pode reinvestir em toda a modernização do seu negócio.

 

Linhas de financiamento acessíveis

Independente do segmento no qual a sua empresa está inserida, hoje existem inúmeras linhas especiais para financiar o investimento em energia solar para empresas. Disponíveis para bancos e cooperativas de crédito, as linhas específicas para a instalação de painéis solares são incentivados por órgãos internacionais como a Climate Bonds Initiative (CBI), organização internacional que atua para promover investimentos na economia de baixo carbono.

Ou seja, mesmo que o seu fluxo de caixa não seja como o de uma grande empresa, você pode adquirir o seu sistema fotovoltaico por meio de uma linha de crédito e pagar as parcelas com o que economiza na conta de energia. Quando acabar, é dinheiro no bolso. Ou melhor, no caixa!

QQuer notícia melhor para um pequeno negócio do que investir em crescimento com o mesmo fluxo de caixa que a empresa já tem? É isso mesmo que a energia solar para empresas propõe: transformar a despesa com a fatura de energia em margem de receita para reinvestimento.

 

Você pode ser micro ou pequeno empresário e, ainda assim, se beneficiar da série de vantagens que a energia solar para empresas tem, isso sem falar que, para um negócio aspirando crescimento, a conta de energia pode ser um verdadeiro empecilho. Faça uma simulação para entender o potencial de economia na sua conta de energia e chame a Solstar para planejar o seu projeto agora mesmo.

 

Learn More