Energia Solar: Como é e Quanto Custa a Instalação?

Manutenção e investimentos de um sistema solar

 

A instalação de um sistema de energia solar tem sido um assunto cada vez mais popular quando falamos sobre redução de custos e preservação do meio ambiente. Esse sistema é conduzido diretamente pela luz solar e consegue abastecer e armazenar energia para sua casa, fazenda ou comércio, independente da sua necessidade. 

Esse tipo de instalação não costuma ser complexo, mas é necessário a contratação de uma empresa especializada e com bom histórico, além de equipamentos para que seja possível o funcionamento pleno do seu painel solar. 

Uma das maiores dúvidas no momento de pesquisa neste meio alternativo de energia são as formas de instalação e, é claro, os valores e quais os retornos que este investimento traz para o bolso do consumidor. 

Confira tudo o que você precisa saber sobre esse assunto!

 

Processo de instalação da energia solar

quanto custa instalar energia solar

Antes mesmo de comprar os equipamentos e iniciar a instalação, existem alguns passos importantes que você precisa seguir para garantir o funcionamento ideal do seu sistema fotovoltaico e saber quanto custa instalar a energia solar. Confira as 5 etapas para seguir nesse processo:

 

Pesquise sobre o assunto

Qualquer investimento precisa ter uma pesquisa prévia. Este é o passo inicial para quem deseja substituir meios tradicionais de energia elétrica para o sistema fotovoltaico. É importante informar-se em sites confiáveis que consigam passar as informações com clareza neste primeiro momento. 

 

Descubra o seu consumo atual

Saber quanto a sua residência ou comércio precisa de energia para funcionar é um passo essencial para qualquer projeto. Por isso, confira na sua conta de luz o consumo do local em kWh. Com essa informação, será possível iniciar o projeto fotovoltaico e o tamanho necessário para o sistema. 

 

Procure um fornecedor

Após a pesquisa e informações necessárias, é preciso buscar um fornecedor qualificado para a sua instalação. Essa é uma etapa de extrema importância, uma vez que as instalações devem suprir as necessidades da sua casa, fazenda ou comércio. 

 

Desenvolva o projeto

Com todos os dados em mãos, a empresa começará o projeto de energia fotovoltaica para o local escolhido. Existem diversas etapas internas e cada empresa trabalha de uma forma. Entretanto, como base, pode-se considerar: 

  • Visita técnica para conhecer fisicamente o local e formalizar o orçamento
  • Desenvolvimento do projeto para a instalação da placa solar e dar andamento nas conexões necessárias do seu sistema à rede 
  • Escolha do local mais adequado para a instalação do painel solar e do inversor solar, que ficam em locais separados
  • Homologar a instalação junto à distribuidora de energia
  • Partir para os retoques finais e seguir com a instalação dos materiais no local

 

Instalação do painel solar

Agora é hora de colocar em prática! Com o projeto aprovado e homologado, chegou o momento da empresa instalar o sistema de energia solar no local. Essa etapa conta com algumas obrigações, como:

  • Preparo do local da instalação com desenhos e medição de onde será alocado o painel solar
  • Instalação de suportes para fixar o sistema, podendo ser necessária a remoção de algumas peças de telha ou aparafusamento direto em telhas de metal
  • Colocação dos trilhos para fixar ainda mais o painel solar no local instalado
  • Instalação dos painéis solares sobre os trilhos e conexão de cabos
  • Conexão do painel solar ao inversor, além da instalação do inversor na rede elétrica do local

Lembre-se: é recomendado sempre ter o acompanhamento de especialistas durante a instalação, uma vez que o processo necessita de um kit de energia solar e pode ser perigoso caso você não tenha experiência ou conhecimento técnico.

 

O que vem no kit de energia solar?

kit energia solar

Para conseguir andar com o projeto fotovoltaico, são necessários alguns materiais que garantem o pleno funcionamento e distribuição de energia para sua casa, comércio ou fazenda. 

Entre os produtos necessários, estão:

  • Painéis solares
  • String box
  • Cabos de conexão
  • Conectores
  • Inversor solar
  • Estruturas de fixação

É indicado que esses itens sejam adquiridos pela própria empresa de instalação, uma vez que muitas já trabalham com fornecedores fixos e de confiança dentro do mercado.

 

Quanto custa o processo para instalar energia solar

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como funciona a instalação de um projeto fotovoltaico, é hora de considerar alguns dos possíveis custos para a instalação. Confira:

 

Projeto e instalação

A compra do kit de energia, desenvolvimento do projeto e a instalação em si são os principais custos quando falamos de um modelo de energia solar. Esses itens serão considerados em um só orçamento pela empresa escolhida e podem receber benefícios de financiamento por empresas públicas e privadas. 

Atualmente, o Brasil conta com cerca de 70 linhas de incentivo que podem baratear os custos dessa mudança. 

 

Manutenção

O sistema fotovoltaico exige pouca manutenção e prevê até 25 anos de funcionamento. Entretanto, ocasionalmente, pode ser necessário investir na limpeza dos painéis solares uma vez ao ano. Esse processo é recomendado para que o funcionamento não seja prejudicado com o passar dos anos. 

Outro item que deve ter a sua atenção durante a manutenção são os inversores solares. Esse item tem a vida útil de 5 a 10 anos e o ideal é que a empresa instaladora faça essa troca. 

Vale ressaltar que o impacto financeiro da manutenção é mínimo e representa menos de 1% dos custos totais do sistema.

 

Garantias do sistema fotovoltaico

Assim como qualquer outro produto, o sistema de energia solar também conta com garantia em todos os itens utilizados para a instalação. Esse período pode variar de acordo com o fornecedor, mas tendem a manter-se na mesma média:

  • Painel Solar: 25 anos 
  • Inversor solar: 5 a 10 anos 
  • Cabos e conectores: 10 anos (mínimo)
  • Estrutura de fixação: 10 a 15 anos
  • Sistema de energia solar: 1 a 5 anos

 

Vale a pena o investimento?

Claramente este não é um processo extremamente barato, entretanto, é válido reforçar que as vantagens de ter um sistema fotovoltaico superam as expectativas dos consumidores e tem longa durabilidade. 

O sistema de energia solar é conhecido justamente pelos retornos financeiros a curto e longo prazo que trazem para quem o instala, sendo possível ter uma redução da conta de luz de forma instantânea, que consegue devolver o investimento da própria instalação em até 6 anos

Além disso, os incentivos públicos e privados têm crescido cada vez mais no Brasil, sendo possível adquirir meios de financiamento e parcelamento da compra. 

 

Simule grátis a sua energia solar

Está ficando cada vez mais fácil fazer parte de um mundo solar. Por isso, a Solstar deseja ajudar nas próximas etapas da sua pesquisa sobre as instalações fotovoltaicas. Simule de forma online e gratuita a sua instalação e comece a planejar o seu futuro hoje mesmo. Clique aqui para simular e saber como reduzir custos com energia solar!

Learn More

Qual é o futuro da energia solar no Brasil?

O futuro da energia solar no Brasil

A energia solar fotovoltaica conta com instalações no Brasil desde 2012. Entretanto, foi em 2016 que sua implementação experienciou um avanço significativo de incentivos e instalações residenciais e comerciais. 

Nos dias de hoje, ao falar de energia solar, considera-se que essa é uma das indústrias com maior futuro no Brasil, principalmente quando consideramos que seu crescimento em 2020 foi de 70% com relação aos outros anos, segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

No mesmo ano, o país apareceu em 9º lugar no ranking mundial de instalações fotovoltaicas, avançando três posições em apenas um ano. Esses dados são animadores, mas qual é o verdadeiro futuro da energia solar no Brasil?

 

Próximos passos para os avanços da energia solar no Brasil

futuro da energia solar

Todo o avanço tem seu próprio ritmo e, ao que tudo indica, os próximos passos para uma energia mais solar nacionalmente têm tudo para serem positivos e eficazes. Uma pesquisa recente da ABSOLAR indicou que até 2050, será possível prever um retorno de R$ 139 bilhões na indústria e 1 milhão de empregos com as instalações fotovoltaicas.

Pensando nos consumidores, sejam residenciais ou comerciais, isso pode somar uma economia de R$ 150 bilhões, além de seguir uma estatística positiva para a redução de emissão de carbono (CO²) em 8,3 milhões de toneladas.

Também segundo a ABSOLAR, a matriz energética do Brasil conta com cerca de 70 linhas de crédito para quem deseja fazer a instalação de um sistema fotovoltaico. Esse benefício é traduzido em financiamento e descontos para os compradores.

Considerando as expectativas positivas, pode-se prever uma maré de bons resultados para a indústria. A economia e a sustentabilidade que a energia fotovoltaica traz tende a chamar a atenção de investidores para o setor e beneficiam não apenas seus próprios negócios, mas os consumidores desse meio.

 

Potencial do Brasil para o investimento solar

As instalações de fontes de energia fotovoltaica contam com investimentos governamentais e privados no Brasil. Esse tipo de incentivo resulta em diversas vantagens para quem deseja iniciar uma vida mais solar e sustentável no país. 

Atualmente, projetos de leis estão sendo discutidos para encorajar ainda mais o consumo e investimento por meio dos painéis solares. Entre elas, podemos destacar a regulamentação 482/12, estabelecida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que inclui uma compensação aos que produzem mais energia do que consomem. 

Essa norma prevê créditos de energia em troca deste acúmulo, que pode ser redistribuído para locais  próximos às residências e comércios que contam com a instalação de painéis solares.

Conheça alguns dos outros motivos para investir em energia solar no Brasil:

  • Produção 15 trilhões de megawatts (MW) ao ano
  • Valor dos equipamentos cada vez mais acessíveis
  • Redução de 95% na conta de luz
  • Metas para menor produção de carbono
  • Cerca de 70 linhas para financiamento
  • Leis de incentivo para instalação – como a RN 482/12

O crescimento dessa indústria tende a chamar a atenção não apenas da população beneficiada, mas de possíveis investidores em solo nacional. Os incentivos nascem e crescem conforme os avanços da energia fotovoltaica e, nesse ritmo, até 2050, é possível prever um cenário ainda mais positivo para esse sistema elétrico no país.

 

Previsões para os próximos anos

energia solar no brasil

A expansão de instalações e alcance da energia solar também traz algumas previsões. É importante ficar atento às mudanças dentro do mercado, principalmente se é do seu interesse investir em energia solar no Brasil, ou se já possui esse sistema na sua residência ou comércio.

Aqui estão algumas das previsões para a indústria de energia solar nos próximos anos:

 

Novos fornecedores de instalação solar

Os fornecedores são uma parcela muito importante quando falamos da instalação e conversão para o sistema fotovoltaico. Ter um mercado com opções é ótimo para os consumidores e gera mais cuidado na escolha do instalador e do equipamento necessário para um sistema de energia solar. 

Quanto mais empresas nascerem e se especializarem na indústria, mais empregabilidade e escolhas conscientes serão feitas no decorrer dos anos.

 

Alto investimento

Com o crescimento a todo vapor, as previsões de investimentos são positivas para os próximos anos. Segundo a ABSOLAR, podemos esperar que os investidores cresçam e acrescentem financeiramente para incentivar ainda mais as instalações no país.

A previsão é que até 2023, seja feito um investimento de mais de R$ 20 bilhões na geração de energia solar no Brasil. Esse valor pode gerar um retorno de aproximadamente R$ 100 milhões em 2030 para o país.

 

Redução de carbono

Como tendência de diversos países, a preocupação com a emissão de carbono têm se tornado uma prioridade para a redução do aquecimento global. Nesse caminho, a energia solar contribui para que os dados de sustentabilidade no Brasil sejam cada vez mais positivos. Pode-se considerar uma meta de redução para o Brasil em 37% da emissão de CO² até 2025.

 

Tecnologia de ponta para painéis solares

Segundo a Aneel, os painéis solares receberão novas tecnologias. Até 2024, espera-se mais de 800 mil sistemas On Grid – que são conectados à rede de distribuição e facilitam a redução da conta de luz – em todo o Brasil.

 

Empregabilidade

Além dos altos investimentos, a ABSOLAR prevê um crescimento de 1 milhão de empregos gerados pela indústria de energia solar nos próximos anos no Brasil. Isso pode acontecer justamente pela quantidade de novas empresas surgindo com o crescimento do setor e a necessidade de instalações em todo o país.

 

Nível global

Atualmente, a energia solar corresponde a 7% de todo o suprimento elétrico do mundo. Até 2050, a perspectiva é que metade de toda a energia produzida seja proveniente da energia solar ou energia eólica.

 

Sustentável e renovável

A preocupação com fontes de energia renováveis e sustentáveis de consumir cresce cada dia mais no Brasil. Buscando uma forma de agredir menos possível o meio ambiente, a energia fotovoltaica está aqui a atender perfeitamente casas, fazendas e comércios neste sentido, uma vez que é considerada uma energia limpa.

 

Simule grátis com a Solstar

As previsões para o futuro do Brasil com a energia fotovoltaica são extremamente positivas. Apesar dos investimentos altos, quanto mais essa indústria crescer, mais acessíveis serão as instalações e incentivos voltados para os que desejam uma energia consciente e limpa. 

Caso você esteja interessado em fazer parte desse futuro cada vez mais solar e gerar uma economia de até 95% na sua conta de luz, a Solstar conta com um simulador gratuito para descobrir e planejar esse investimento. Confira clicando aqui.

Learn More

Energia Solar: Saiba Como e Onde Utilizar

Descubra as melhores formas para utilizar a energia solar

A instalação de energia solar ainda parece distante para muitas pessoas, simplesmente pelo fato de que não conhecem todas as possibilidades de utilização desta forma de energia limpa ou por não compreender como se dá a sua geração ou o funcionamento desse tipo de sistema.

Neste artigo você vai entender não apenas como a energia solar pode ser utilizada, como também quais são as situações ou tipos de estabelecimentos e empresas que podem utilizar-se desta fonte de energia para as suas operações.

Antes de qualquer coisa, vamos esclarecer o processo básico de geração de energia solar. Independente do tipo de que ele vá gerar (fotovoltaica, térmica ou heliotérmica), um sistema de geração de tem como fonte a irradiação do sol. Ou seja, os raios emitidos pelo sol são captados por painéis, placas ou tubos que depois levam à conversão dessa captação em energia elétrica ou calor.

As inúmeras vantagens da energia solar fazem com que residências, empresas e agronegócio apostem nesses sistemas como seus aliados na busca por soluções mais sustentáveis, econômicas, de baixa manutenção e com zero impacto ambiental.

Afinal, estamos falando de uma energia cuja fonte é inesgotável, que não estressa os recursos hídricos, é ambientalmente correta e ainda oferece até 95% de economia na conta de energia.

Entre as situações nas quais a energia solar se mostra extremamente competitiva, estão:

  • Conversão em energia elétrica por meio da energia solar fotovoltaica;
  • Aquecimento de água ou outros fluídos para uso residencial e empresarial;
  • Bombeamento de água e geração de eletricidade em meios rurais.

Quer saber mais sobre os tipos e suas aplicações? Vamos lá!

 

Energia Solar Fotovoltaica

energia solar para empresas e residencial

A aplicação em sistemas fotovoltaicos é a forma mais comumente encontrada de energia solar. Hoje, já é natural encontrar esse tipo de aplicação em sistemas de energia solar residencial e energia solar para empresas.

Esse tipo, que consiste na instalação de painéis para captação da irradiação solar e posterior conversão em energia elétrica, vem ganhando cada vez mais espaço no mercado pela sua vasta aplicação, proposta de redução na conta de energia, além de constituir um meio mais sustentável de utilização dos dispositivos eletrônicos e outros recursos que dependem de eletricidade.

Seja para o uso individual, em uma residência, por exemplo, ou coletivo, no caso de condomínios, edifícios empresariais e instalações públicas, são inúmeras as possibilidades de aproveitamento da energia fotovoltaica. Entre elas, estão:

  • Residencial;
  • Para empresas; 
  • Iluminação pública;
  • Circuitos de segurança e cercas elétricas;
  • Instalações da rede pública: escolas, ginásios, estádios, centros de saúde, abrigos e etc.

Nesta lista estão apenas algumas das aplicações da energia solar fotovoltaica para que você entenda a ampla gama de possibilidades que uma fonte renovável oferece. Como destaque surge a aplicação em espaços e sistemas públicos, como os de ensino, saúde e assistência social que, além de beneficiar o município, estado ou país, desonera a carga de impostos na conta do cidadão.

 

Quer entender melhor como isso funciona na prática?

 

Energia solar residencial

Na mesma medida em que a tecnologia avança, surgem novos recursos, utensílios elétricos e eletrônicos e dispositivos de automação residencial, por exemplo, que demandam a utilização de energia elétrica e fazem crescer a conta de luz.

Hoje, uma tradicional panela de pressão já possui a sua versão elétrica, que é inclusive mais segura. Mas que, assim como o ar condicionado, por exemplo, é uma forma de conforto que depende de energia.

Assim como existem recursos que nos trazem conforto e praticidade por meio das versões elétricas, existe uma grande parte de novos dispositivos que também está focada na oferta de segurança, como as fechaduras eletrônicas, portões elétricos, sensores de movimento, entre outras soluções.

Com a energia solar residencial, toda a demanda de energia elétrica ao longo do dia é suprida pelo sistema fotovoltaico, suportando a utilização de aparelhos domésticos sem prejudicar em nada o seu desempenho. É por isso que muitas famílias têm apostado na instalação para ar condicionado, por exemplo, um eletrônico de alto consumo que demanda muita energia ao longo do dia, quando a geração está garantida.

 

Energia solar para empresas

Na aplicação em escritórios e empresas cuja operação aconteça em horário comercial, em específico, o recurso é bastante similar ao uso doméstico. O sistema fotovoltaico visa gerar energia elétrica para suportar a utilização do sistema de iluminação, climatização, informatização, bem como demais dispositivos eletrônicos da empresa ou escritório.

No entanto, é importante destacar dois pontos que são relevantes quando falamos sobre a energia solar para empresas:

  1. O número de equipamentos instalado em uma empresa é significativamente maior que em uma residência;
  2. A maior operação de grande parte das empresas está focada no horário comercial, quando a geração de energia limpa está garantida pelo sistema fotovoltaico.

Isso significa que, negócios cuja operação acontece prioritariamente ao longo do dia, têm maiores chances de ter uma redução expressiva na conta de energia.

Mas, nem toda empresa atua somente em horário comercial, como é o caso das indústrias, por exemplo. A boa notícia é que para todo porte e segmento empresarial, a energia fotovoltaica é uma excelente alternativa. Leia os detalhes sobre como funciona a energia solar para empresas.

 

Iluminação pública

A iluminação pública é uma tarifa que, mesmo tendo reduzido a sua conta de energia em até 95% com a instalação de um sistema de energia solar residencial, vai continuar aparecendo na sua fatura.

Por que não utilizar essa mesma solução para atender as necessidades de iluminação pública? Com a instalação de energia solar na rede municipal, por exemplo, a eletricidade necessária para a iluminação pode ser obtida diretamente do sol e armazenada em baterias para ser utilizada à noite.

 

Circuitos de segurança e cercas elétricas

Circuitos de segurança, redes de alarme, câmeras e cercas elétricas não necessariamente possuem um alto consumo de energia. No entanto, estão entre as opções de utilização de energia solar residencial e até mesmo para empresas.

 

Instalações da rede pública

Escolas, ginásios, rede de saúde e assistência social fazem parte do aparato público e demandam energia para o seu funcionamento. Com a instalação do sistema fotovoltaico, a despesa com energia elétrica pode ser convertida em outros usos para assistência ao cidadão.

 

Energia Solar Térmica

A energia solar térmica utiliza placas solares ou tubos a vácuo para captar o calor do sol e transformar a energia solar em energia térmica, aquecendo a água ou outros fluídos.

Sua principal diferença em relação à energia fotovoltaica está no fato de não gerar eletricidade, mas aquecer a água, por exemplo, para aproveitamento em chuveiros, torneiras, piscinas ou processos industriais.

Aplicável em residências, pequenas instalações e até mesmo grandes usinas térmicas, a energia solar térmica se destaca em algumas utilizações:

  • Aquecimento de água para o banho;
  • Aquecimento de água para uso na cozinha;
  • Cozimento de matéria-prima na indústria;
  • Aquecimento de água da piscina em condomínios e academias;
  • Geração de energia em usinas térmicas industriais.

Energia solar heliotérmica

O terceiro e último tipo de energia solar que você vai conhecer hoje é a energia heliotérmica. Uma forma de geração indireta de energia elétrica por meio dos raios solares.

Conheça o processo:

  • Painéis solares (espelhos, coletores ou heliostatos) refletem a luz do sol e a concentram em ponto; 
  • Este ponto acumula calor que é utilizado para aquecer um fluido, como a água;
  • O vapor gerado por este aquecimento, movimenta turbinas;
  • Estas turbinas acionam um gerador que produzirá a energia elétrica.

A energia heliotérmica, diferente de outros tipos, pode ter parte da energia solar armazenada em forma de calor. Ou seja, quando a geração for maior que a utilização, uma parte pode ser estocada em depósito térmico separado.

 

Agora que você já conhece os tipos de energia solar e as suas possibilidades de utilização, que tal fazer uma simulação para entender o quanto você pode economizar ao adotar um sistema residencial ou para sua empresa?

Descubra a sua economia potencial e chame a Solstar para começar agora mesmo.

Learn More

The man holds a light bulb, LED bulb on a background of solar panels with icons energy sources for renewable, sustainable development. Ecology concept.

Energia solar no Brasil: Mercado Que Mais Cresce no País

Energia solar no Brasil: entenda o crescimento dessa indústria do país

 

O Brasil é um dos países que mais cresce quando o assunto é energia solar. Segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), essa indústria teve um crescimento de 70% em 2020, em meio a pandemia causada pela COVID-19.

Dentro do ranking mundial de instalações fotovoltaicas em casas, fazendas e comércios, o Brasil teve um avanço considerável entre 2019 e 2020, passando, respectivamente, de 12º para 9º lugar dentro da lista. 

É correto afirmar que o país está no caminho para alcançar as grandes potências no segmento como China, Estados Unidos, Vietnã, Japão e Alemanha, na redução de carbono produzido e meios mais sustentáveis de viver e trabalhar.

Os dados não mentem: a matriz energética brasileira está mudando. Desde 2012, contamos com diversos incentivos e uma crescente nos investimentos para esse tipo de instalação. Nos últimos três anos, foi possível observar essa evolução mais de perto e cada vez mais popular entre os brasileiros. 

Se quiser conhecer um pouco mais do crescimento e expectativas para um Brasil cada vez mais solar, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber para os próximos anos.

 

Entendendo a energia solar no Brasil 

Em solo brasileiro, segundo a ABSOLAR, a energia fotovoltaica é dividida entre três esferas: residências (72,6%), comércios e serviços (17,9%) e fazendas (6,25%), com grandes chances de crescer ainda mais, uma vez que os lucros obtidos foram extremamente positivos não apenas para o país, mas para a economia em contas de energia dos consumidores.

Em 2020, o setor trouxe um retorno de R$ 15,9 bilhões e mais de 99 mil empregos. Desde 2012, no início das instalações e incentivos para a energia solar no país, estima-se um total de R$ 42,1 bilhões em investimentos neste tipo de fonte.

Em uma pesquisa da  Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foi possível mapear os principais estados de potência instalados (em megawatts) em 2021. Confira alguns nomes da lista:

  • 1º lugar: Minas Gerais (18,1%)
  • 2º lugar: Rio Grande do Sul (12,6%)
  • 3º lugar: São Paulo (12,5%)
  • 4º lugar: Mato Grosso (7,3%)
  • 5º lugar: Paraná (5,5%)

É possível notar que grande parte das instalações de energia solar foram feitas entre o Sudeste, Sul e Centro-Oeste do Brasil. Entretanto, a lista também divulga avanços em estados do Norte e Nordeste dentro do consumo de energia fotovoltaica.

 

Crescimento fotovoltaico no Brasil

crescimento da energia solar no brasil

Uma pesquisa feita pela Aneel em 2019 mostra que além da redução de 95% na conta de energia, o Brasil tem grande potencial de crescimento pela quantidade de luz solar produzida anualmente.

Durante um ano, o país é capaz de produzir 15 trilhões de megawatts (MW), que podem ser convertidos e consumidos diretamente pelos painéis solares instalados em casas, empresas e fazendas.

Além da alta produção solar, a matriz energética brasileira está avançando cada vez mais rumo ao topo do ranking mundial de instalações graças aos investimentos de órgãos governamentais e redes privadas por todo o país. 

Segundo a ABSOLAR, o setor fotovoltaico pode dar um alto retorno não apenas à população brasileira, mas para a economia de modo geral. Até 2050, é possível prever um retorno de R$ 139 bilhões de novos investimentos e 1 milhão de novos empregos nos próximos anos.

Para o bolso do consumidor, isso pode significar uma economia de até R$ 150 bilhões, além de evitar 8,3 milhões de toneladas na produção de dióxido de carbono (CO²), um dos principais agentes de poluição.

 

Principais motivos para o crescimento

Os dados dos órgãos Aneel e ABSOLAR são extremamente positivos para os avanços da matriz energética no Brasil. Os encorajamentos públicos e privados fazem com que esse tipo de instalação seja ainda mais atraente já que os incentivos abrangem cerca de 70 linhas de crédito para quem deseja investir em uma energia limpa.

Apesar de ainda ser um investimento alto, ao olhar o histórico de valores das fontes fotovoltaicas desde 2012, pode-se notar um avanço significativo para o consumo dos brasileiros. Há 8 anos, em 2013, o preço médio do equipamento era de R$ 103,00. Em 2019, o preço chegou a R$ 22,33.

Mundialmente, muitos países têm como objetivo reduzir a produção de carbono ao decorrer da próxima década, segundo a Agência Internacional de Energia (IEA). Esse direcionamento abre as portas cada vez mais para a instalação e expansão da energia fotovoltaica, sistema que cresce 12% ao ano segundo o órgão.

Enquanto países afora fazem seus planos para o consumo de uma energia solar, o Brasil não fica para trás. Em solo nacional, a tendência é seguir os mesmos passos de um caminho que está sendo trilhado desde 2012, beneficiando economicamente não apenas ao país como um todo, mas aos próprios brasileiros.

 

Vantagens da energia solar para quem deseja investir

Falar sobre energia solar está se tornando cada vez mais parte do cotidiano no Brasil. Essa forma de consumo tem diversos benefícios tanto para os estados, quanto para as pessoas que decidem por esse meio de consumo elétrico.

Se você se interessou pelos dados apresentados, é hora de colocar no papel as principais vantagens de consumir uma energia fotovoltaica:

  • Economia de até 95% na conta de luz
  • Menos inflação na conta causadas por usinas termelétricas
  • É uma indústria que gera diversos empregos ao ano
  • Trata-se de uma energia limpa, sustentável e renovável
  • Tem baixa necessidade de manutenção
  • Chega em áreas remotas nas quais a energia tradicional não alcança
  • Conta com leis de incentivo que financiam e reduzem os custos de instalação
  • Tem uma previsão de retorno do investimento entre 4 e 6 anos 
  • Os painéis podem durar até 25 anos em pleno funcionamento

Apesar do alto investimento em um primeiro momento, os benefícios de  ter um sistema de energia solar superam os pontos negativos. É preciso, entretanto, informações e uma empresa qualificada para esse tipo de instalação.

 

Simule grátis o investimento na energia solar

A energia limpa está se tornando cada vez mais uma realidade no Brasil. Além de uma economia direta no bolso do consumidor, essa indústria tem incentivos e capacidade para empregar milhões de brasileiros nos próximos anos. 

Entender sobre a energia fotovoltaica é fazer parte de um futuro mais econômico e sustentável, contando com uma fonte infinita de luz que ilumina as vidas de uma população inteira.

Se é do seu interesse fazer parte do futuro da energia no Brasil e alcançar a independência energética, a Solstar conta com uma simulação completamente gratuita para a instalação de painéis solares. Acesse agora clicando aqui.

Learn More

Man worker in the firld by the solar panels

Como funciona a energia solar para empresas?

Como funciona a energia solar para empresas?

 

A conta de energia está entre as despesas de uma empresa que mais assombram os empreendedores. Dependendo do segmento de atuação e do tipo de operação do negócio, a energia é o principal recurso e pode implicar diretamente nos fatores de sucesso da empresa e no seu rendimento. 

Uma indústria, por exemplo, tem um potencial de consumo de energia indiscutível. A atividade industrial brasileira é responsável pelo consumo de 40% de toda a energia gerada no país, sendo os motores elétricos, os consumidores de 68% da energia demandada por uma fábrica. 

Se considerarmos o custo da energia elétrica para uma empresa e que, quanto mais ela produz, mais ela consome, essa conta não tem fim. Isso explica porque muitas empresas buscam formas alternativas para driblar esse conflito, reduzindo as suas despesas e aumentando a competitividade de seus produtos no mercado. 

No caso das indústrias, a cogeração é uma das formas alternativas de obter energia, ao mesmo passo em que se obtém, por exemplo, o calor necessário ao processo produtivo, como na queima de biomassa. No entanto, negócios desse porte ainda encontram mecanismos de autogeração de energia, como a criação de usinas e centrais hidrelétricas particulares, que contribuem e até mesmo resolvem seus problemas de autossuficiência energética. Mas, em contrapartida, desencadeiam outras questões ambientais como o estresse do corpo hídrico e o alto consumo de água. 

É diante de todas essas questões econômicas, ambientais e sociais que se impulsiona a busca por soluções mais democráticas, tanto no que diz respeito a ser aplicável a diferentes portes e segmentos de empresas, como poder ser considerada uma fonte renovável e sustentável.

 

Energia solar para empresas

Já ficou claro que estamos falando sobre a energia solar para empresas, não é mesmo? Um tipo de energia de fonte renovável, com zero impacto ambiental, baixíssima manutenção e que, além de promover economias expressivas nas contas de energia, ainda traz consigo o benefício de ampliar a visão positiva sobre a marca. 

Empresas de todos os tamanhos podem ter o seu sistema de energia fotovoltaica. Esse é um dos principais pontos que justificam porque, além de limpa, a energia solar para empresas é extremamente democrática. 

Imagine que você tem um pequeno escritório no qual os seus colaboradores trabalham em computadores ao longo de todo o dia, com máquinas de café funcionando, ar condicionado ligado, frigobares e filtros conservando a água em temperatura ideal, modems, servidores e sistemas de videoconferência ligados. 

Aposto que você leu isso pensando sobre o tamanho da conta de energia. Mas sabe o que isso significa na verdade? Que negócios com esse modelo de operação, ao contar com a energia solar empresarial, podem ter seu custo com energia reduzido a zero*. Isso porque, no período de maior consumo de energia, ao longo do dia, a energia gerada pelo sistema fotovoltaico será mais que suficiente e, à noite, a sua empresa praticamente não consome. É perfeito ou não é?

Para as grandes empresas, nas quais as despesas com a energia elétrica são exorbitantes e ainda agregam outras questões ambientais, não é nem necessário detalhar o quanto contar com uma fonte inesgotável como a irradiação solar pode ser a solução para as questões relacionadas à energia.

 

Então, vamos saber mais sobre a energia fotovoltaica e como ela funciona?

energia solar para empresas

Quando falamos sobre energia solar para empresas, estamos tratando sobre um sistema fotovoltaico no qual os painéis solares instalados no empreendimento visam gerar a sua própria energia elétrica de forma limpa e segura. 

A energia gerada pelo sistema tem como objetivo reduzir a demanda do negócio depositada na concessionária e, nos casos em que esse sistema está conectado à rede local e alcança a autossuficiência do negócio, a energia residual passa a ser injetada na rede, colaborando com a demanda de outras unidades consumidoras. 

Quanto maior a operação do negócio, maior também será a sua demanda de energia, bem como, a necessidade de painéis instalados para supri-la. É por isso que existem diferentes tipos de sistemas fotovoltaicos para gerar energia solar para empresas.

 

Quer saber mais? 

São basicamente três os tipos de sistemas fotovoltaicos que se adaptam às operações empresariais: on-grid, off-grid ou híbrido. 

 

Sistema On-grid

On-grid é o tipo de sistema fotovoltaico que se conecta com a rede local de distribuição. Destaca-se por combinar a sustentabilidade e economia da autogeração de energia com a comodidade de acesso à rede pública de distribuição. 

Isso significa que, em dias chuvosos e nublados, quando a geração de energia solar é inferior, a demanda pode ser suplementada pela distribuidora, assim como à noite.

Achou ótimo? Ainda tem mais. 

A energia gerada pelo sistema da empresa e que não for utilizada por ela, é injetada na rede de distribuição e se transforma em créditos válidos por 5 anos que podem ser utilizados para abater as despesas da conta de energia.

 

Sistema Off-grid 

O que muda em relação ao sistema on-grid é a não conexão à rede de distribuição pública. Ou seja, é uma operação totalmente independente e significa que uma conta de energia não estará mais entre as despesas da sua empresa. 

Neste caso, o sistema fotovoltaico da empresa conta com a instalação de baterias que armazenam a energia gerada ao longo do dia para que possa ser utilizada nos dias de chuva, de baixa luminosidade ou até mesmo à noite. 

Aplica-se bem em locais ou tipos de operação que não podem depender da rede de distribuição pública ou nos quais ela não tem capacidade total de atendimento.

 

Sistema Híbrido

O sistema híbrido é o modelo ideal para o tipo de operação que depende muito de energia e que não pode assim estar suscetível a quedas ou oscilações. Para isso, combina a conexão à rede de distribuição do sistema on-grid com as baterias para armazenamento da energia autogerada do sistema off-grid. 

Ao apostar em um sistema fotovoltaico híbrido, a empresa tem certeza de que, não apenas terá a sua operação protegida, como utilizará da rede pública somente a quantidade estritamente necessária, reduzindo custos na conta de energia.

 

E depois que eu escolhi o sistema  de energia solar ideal para a minha empresa? Como começar?

É fundamental contar com o suporte de uma empresa especializada em sistemas fotovoltaicos desde o planejamento do seu projeto de energia solar, até a homologação na concessionária. 

Conhecendo as regulamentações da ANEEL, bem como os trâmites de homologação, a empresa especializada desenvolve o projeto mais adequado tanto às necessidades do negócio quanto às exigências de homologação, oferecendo, inclusive, garantia sobre o sistema instalado e que será verificado pela concessionária. 

Todo esse processo está baseado em 7 passos básicos: 

  1. Solicitação: o consumidor interessado ou a empresa responsável solicitam a conexão à rede de distribuição pública; 
  2. Análise: para autorizar a instalação, o projeto técnico é analisado pela concessionária, num prazo de até 15 dias;
  3. Instalação: com a autorização concedida, inicia-se o processo de instalação do sistema fotovoltaico; 
  4. Vistoria técnica – solicitação: após a instalação, a empresa responsável deve solicitar à concessionária que realize a vistoria técnica do sistema; 
  5. Vistoria técnica – realização: a equipe técnica da concessionária tem até 7 dias úteis para realizar a vistoria do sistema instalado; 
  6. Relatório: após a vistoria, a concessionária emite o relatório sobre o sistema e solicita ajustes quando necessário; 
  7. Homologação: tudo pronto! Com o sistema aprovado é realizada a troca do medidor e o uso da energia solar já está autorizado. 

 

Independente do porte do seu negócio, a energia solar para empresas tem uma série de vantagens e benefícios, além de garantir que a conta de energia deixe de assombrar a sua empresa. No entanto, está claro que, contar com suporte especializado é fator crítico de sucesso na sua homologação.

É por isso que a Solstar se destaca atendendo todo o território nacional com projetos inovadores e eficientes para empresas, agronegócio e residências. Faça uma rápida simulação sem compromisso e esteja entre os empresários que não se preocupam mais com a conta de energia.

Learn More

Futuristic smart city with 5G global network technology

A Importância da Energia Solar em Cidades Inteligentes

Cidades inteligentes e a energia solar

 

O que é uma cidade inteligente?

Você sabe o que é uma Smart City? Também chamada de cidade inteligente, nada mais é que uma cidade planejada e projetada para que o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida de seus habitantes sejam integrados com o uso de materiais, energia e serviços sustentáveis e automatizados. 

A otimização de recursos e serviços nestas cidades são pensadas de forma que haja equilíbrio entre o desenvolvimento econômico, crescimento humano e a sustentabilidade.

Criando novas formas de se pensar a gestão urbana e a interação da sociedade com o espaço em que ela ocupa, esses projetos transformam de forma significativa a maneira como se percebe a qualidade de vida e o desenvolvimento econômico.

São utilizados nove pilares que indicam a inteligência das cidades, usando como base o Cities in Motion, do IESE Business School na Espanha. São eles:

  • Capital Humano;
  • Coesão Social;
  • Economia;
  • Meio Ambiente;
  • Governança;
  • Planejamento urbano;
  • Alcance internacional;
  • Tecnologia;
  • Mobilidade e transporte;

Trabalhando com foco para a utilização estratégica da infraestrutura pública faz com que a gestão urbana seja voltada para que o fluxo das necessidades sociais possa ser amplamente atendido. 

A experiência de cidades inteligentes ao redor do mundo nos mostra que é possível integrar a consciência ecológica com a tecnologia. A automatização e a sustentabilidade das cidades inteligentes são voltadas para o investimento de formas eficazes na geração de energia, respeito ao meio ambiente e planejamento social.

Portanto, aliar o uso de tecnologias inovadoras, planejamento ambiental, gestão urbana e projetos que visem o bem-estar social são as maiores expectativas para as cidades do futuro. Dessa forma é possível criar bases sólidas para que a sociedade se desenvolva e cresça cada vez mais.

 

Você sabe o que é ESG? Venha descobrir uma das tendências para o futuro da energia solar!

 

Exemplos no Brasil e no mundo

No Brasil temos o exemplo da Smart City Laguna, localizada no distrito de Croatá, no interior do Ceará. Seu modelo de planejamento urbano é projetado para suprir o déficit habitacional da região, criando pólos residenciais que abrangem todas as faixas de renda, inclusive lotes para o programa Minha Casa Minha Vida, tornando-se a primeira cidade inteligente social do mundo.

A implantação dessa cidade promoveu de maneira crucial o desenvolvimento eco sustentável, aprimorando a qualidade de vida e abrindo portas para a integração de recursos tecnológicos com o desenvolvimento econômico da região. 

A cidade se encontra próxima ao Porto de Pacém, à Companhia Siderúrgica do Pacém e à Ferrovia Transnordestina. Com grande potencial de desenvolvimento, Laguna se destaca entre as cidades inteligentes.

 

Sustentabilidade e tecnologia

Não só sustentabilidade e planejamento urbano estão na essência de cidades inteligentes, a exemplo de Songdo, na Coréia do Sul, em que a otimização e inovação tecnológica conectam todos os apartamentos em um sistema pneumático para a coleta de lixo.

Outra cidade que investe na diminuição da geração de lixo e sua gestão é Barcelona, na Espanha, tendo escotilhas próprias para essa função, fazendo a coleta de hora em hora todos os dias da semana, sendo, posteriormente, separado entre recicláveis e orgânicos. 

A smart city de Fujisawa, no Japão, funciona com compartilhamento de carros e bicicletas elétricas e o incentivo financeiro para seus habitantes reduzirem o consumo de energia elétrica. Completamente pensada para o desenvolvimento sustentável, a cidade tem painéis de energia solar para o abastecimento de residências e pontos estratégicos para o consumo eficaz.

Todos esses exemplos nos mostram como tanto cidades criadas com bases inteligentes quanto as tradicionais podem alcançar melhorias de forma contínua, assim como o desenvolver tecnologias voltadas para este propósito. Para que isso aconteça basta que a gestão de governança trabalhe alinhado perspectivas de funcionalidade com o atendimento pleno de necessidades sociais.

 

Uso da energia solar em cidades inteligentes

energia solar tecnologia

A problemática dos centros urbanos tradicionais faz com que seja necessário se pensar em como lidar e corrigir questões, como, por exemplo, a emissão de poluentes, de formas eficientes. 

Trabalhando com perspectivas reais e objetivas, pensar em metas ambientais para a redução da poluição e geração de lixo é o primeiro passo nessa empreitada.  O investimento na energia solar fotovoltaica é a grande aposta para aqueles que vislumbram um futuro de melhor aproveitamento dos recursos naturais, mas sem impactar negativamente o meio ambiente. 

Por não utilizar matérias primas que são escassas na natureza, uma vez que o sol é  a principal fonte de produção, a geração de energia limpa não depende de combustíveis fósseis, como o petróleo. 

O baixo custo de manutenção e possibilidade de armazenamento da energia solar se destaca não só pela praticidade e sustentabilidade, mas também pela valorização econômica da cidade inteligente que é instalada.

O uso da energia fotovoltaica é a melhor alternativa para as cidades que pensam na modernização e na qualidade de vida de sua população a médio e longo prazo, já que as estruturas de captação podem durar até 25 anos e são completamente recicláveis, evitando acúmulo de lixo.

A união da tecnologia e praticidade transforma a experiência com esse tipo de energia a melhor possível. Sua eficácia mostra-se a alternativa mais vantajosa para um futuro com aproveitamento máximo, com eficiência e consciência ambiental e social. 

 

Viu como a energia solar é o futuro? Quer começar a fazer parte dele? Então não perca tempo e invista em um sistema fotovoltaico. Faça um orçamento sem compromisso com a Solstar e descubra como você pode economizar e ajudar o planeta ao mesmo tempo!

Learn More

Young African family having debt problems, not able to pay for gas and electricity, managing finances, sitting at kitchen table with papers, calculating bills, trying to cut their domestic expenses

Como a Energia Solar Gera Economia na Sua Conta de Luz?

Como a energia solar gera economia na sua conta de luz?

 

Também conhecida como fotovoltaica, a energia solar é uma forma de energia de fonte renovável que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado, principalmente pela possibilidade de instalação em casas, condomínios residenciais e de pequeno porte, principalmente por conseguir uma alta economia na conta de luz.

Assim como os outros tipos de energia de fontes renováveis, a energia solar tem como base a utilização de um recurso inesgotável, ou seja, que se renova em uma escala de tempo humana, estando assim, sempre disponível para utilização.

Ser proveniente da alta quantidade de radiação solar emitida diariamente sobre a terra é o que, por natureza, implica em uma série de vantagens da energia solar. A principal delas, no entanto, é capaz de impulsionar sozinha o crescimento nas buscas pela instalação de sistemas fotovoltaicos em muitas residências e empresas.

Estamos falando sobre a redução de custos na conta de luz. Aquela despesa mensal que provoca muitas discussões familiares e nos leva a questionar não apenas a relação entre consumo e conforto, mas também o quão sustentáveis estamos sendo quando, por exemplo, ligamos o ar condicionado para suportar um dia de calor extremo.

É muito mais fácil sentir-se confortável sabendo que, com um sistema de energia solar residencial, você não apenas fica livre do calor absurdo, podendo desfrutar do seu ar condicionado à vontade, como sabe que toda a radiação solar é convertida em energia elétrica pelas placas fotovoltaicas instaladas na sua residência.

Essa combinação de economia e sustentabilidade sempre desperta curiosidade, afinal, não é todo dia que você encontra algo que faz bem para a sua família e para o planeta ao mesmo tempo. Está curioso para entender a energia solar e como funciona? Acompanhe então os próximos parágrafos.

 

Energia solar é garantia de economia na conta de luz

vantagens da energia solar

Uma redução possível de até 95% na sua conta de energia. Vivendo em um país que possui uma das energias mais caras do mundo e com reajuste esperado de 13% no ano para 2021*, não temos dúvidas que, entre as vantagens da energia solar, essa é a que mais chama a atenção de quem aposta em um sistema fotovoltaico para a geração de energia solar residencial.

Enquanto a energia elétrica do Brasil é uma das mais caras do mundo, o país desponta na geração de energia solar pelo alto índice de irradiação (3o maior país em irradiação solar no nível do solo), o que faz com que o custo da energia solar seja infinitamente menor e o sistema fotovoltaico um investimento de custo viável e rápido retorno.

Graças às 2.200 horas anuais de insolação, o potencial de geração de megawatts do Brasil é de 15 trilhões por ano, de acordo com uma pesquisa feita pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em 2019.

É por isso que, já no primeiro mês após a instalação, o sistema de energia solar residencial apresenta resultados significativos na economia da fatura. Durante o dia, quando a incidência solar é maior, você não tem custos com energia elétrica e ainda pode enviar o excedente gerado para a rede de distribuição, recebendo créditos na sua conta de luz que podem suprir o consumo noturno.

 

Mas como isso acontece?

O sistema fotovoltaico que será instalado na sua residência é o grande responsável por fazer a conversão da energia solar, proveniente da luz do sol, em eletricidade, por meio do efeito fotovoltaico. Esse efeito é resultado da colisão das partículas de luz solar com os átomos presentes no painel, movimentando os elétrons a ponto de criar uma corrente elétrica conhecida como energia solar fotovoltaica.

Essa corrente elétrica alternada deve ainda ser convertida em corrente contínua (ou de baixa tensão) por um inversor que a torna apta ao consumo residencial.

 

A economia de energia na prática

Alguns exemplos reais de residências nas quais o sistema fotovoltaico foi instalado denotam que o potencial de energia injetada ao longo do dia (gerada pelo sistema de energia solar residencial) foi de quase o dobro do consumo da residência.

Isso significa que, além de a fatura de energia alcançar o menor índice possível, a diferença de energia injetada ainda pode ser aproveitada pelo sistema de distribuição que, dependendo do convênio com a distribuidora, ainda pode ser convertido em créditos para faturas posteriores.

 

Sobre a acessibilidade

É verdade que a instalação de um sistema fotovoltaico é um investimento que precisa ser considerado para caber no orçamento. No entanto, não apenas o seu retorno é garantido, como são inúmeras as vantagens para o consumidor e para o meio ambiente.

Isso explica os movimentos de muitas instituições financeiras, como cooperativas de crédito e bancos, em disponibilizar linhas de crédito específicas para a instalação residencial e comercial de painéis solares. Dado o seu caráter sustentável e ambientalmente correto, esses movimentos são incentivados por órgãos internacionais como a Climate Bonds Initiative (CBI), organização internacional que atua para promover investimentos na economia de baixo carbono.

Sabe o que isso significa? Que o investimento não é mais um empecilho para adiar os seus planos de instalação de um sistema fotovoltaico para a geração de energia solar na sua residência. Você já pode financiar essa instalação e pagar as parcelas com a economia da sua fatura de energia.

 

Achou que parava por aqui?

energia solar reduz custos da conta de luz

Só por falar em economia já temos motivos de sobra para apostar em um sistema de energia solar residencial, não é? Imagina então ao conhecer todas as demais vantagens que a utilização de fontes renováveis ainda oferece. Conheça as principais delas:

  • Uma fonte de energia renovável é uma alternativa sustentável aos meios tradicionais de consumo de energia;
  • Seu impacto extremamente baixo no meio ambiente faz com que seja considerada uma fonte de energia limpa, incentivada até mesmo pelos órgãos que promovem investimentos na economia de baixo carbono;
  • É muito mais econômico consumir energia de uma fonte gratuita como a luz solar;
  • Além da economia de custos na fatura de energia, a sua casa ainda pode contribuir com a rede de distribuição local;
  • A quantidade de energia injetada (superior ao consumo) gera créditos de energia que podem ser utilizados para o consumo noturno;
  • O sistema fotovoltaico pode durar mais de 25 anos e tem baixíssima necessidade de manutenção.

Em resumo, a sua economia começa no dia seguinte ao da instalação e não acaba nunca. Independente de trabalhar no escritório ou em home office, se faz calor ou frio, qual bandeira está sendo praticada pela sua região, todos os dias você sabe que o sol irá nascer e a sua fonte de energia está garantida.

 

Está decidida(o) e quer começar sua economia agora mesmo? Faça uma rápida simulação para descobrir a economia que você poder ter na sua conta de energia e aproveite para chamar a Solstar para instalar o sistema fotovoltaico na sua casa. São anos de experiência na geração de energia limpa, eficiente e muito mais econômica.

Learn More

Opened voltage inverter at the back side of solar panel

Inversor de Energia Solar no Sistema Fotovoltaico

O impacto do inversor solar na energia fotovoltaica

Em um de nossos artigos recentes, explicamos tudo o que você precisa saber sobre a energia solar fotovoltaica. Nele, também mencionamos brevemente o inversor solar, sistema obrigatório para que a conversão da luz solar em energia elétrica seja realizada propriamente. Que tal aprofundar seus conhecimentos sobre esse item essencial para ter uma energia limpa dentro de casa?

 

O que é e como funciona um inversor solar

como funciona o inversor solar

Se você pensar na energia fotovoltaica como o corpo humano, o inversor solar será o coração. Isso porque esse ele tem a função de converter a energia solar captada pelos painéis e transformá-la em eletricidade para uso na sua residência, empresa ou fazenda.

Em termos técnicos, a energia gerada pelos painéis solares é chamada de corrente contínua (CC), e a responsabilidade do inversor solar é transformá-la em uma corrente alternada (CA), além de garantir a segurança da distribuição e medir a energia produzida pelos painéis.

Assim como outros inversores de tensão, este item faz com que as tensões contínuas de média 12V se transformem em tensões alternadas de 110V ou 220V. A transformação e distribuição por meio da corrente alternada é mais simplificada do que a da corrente contínua. Nota-se, por exemplo, que a maioria dos aparelhos eletrônicos são construídos para serem ligados em uma rede CA. Dessa forma, o inversor está completamente adaptado e apto para apoiar em quaisquer necessidades do local instalado.

Quando falamos da captação da luz solar, os transistores usados na construção do inversor solar são chamados de transistores de efeito de campo (MOSFETs), transistor bipolar de porta isolada (IGBTs) ou transistor integrado controlado (IGCT), e contam com a saída de tensão por meio de Modulação por Largura de Pulso (PWM).

 

Instalação e compra do inversor solar

O inversor solar fotovoltaico geralmente é instalado perto do quadro de luz e, diferente dos painéis solares, deve ficar abrigado da luz solar, calor e água. Em instalações industriais, é comum ver um local separado apenas para esses inversores, uma vez que seu tamanho pode aumentar conforme as necessidades de distribuição elétrica do local.

Antes mesmo da compra de um inversor, é necessário analisar as principais necessidades da sua casa, empresa ou fazenda para um sistema de energia limpa. A aquisição desse item também dependerá do consumo elétrico previsto no local e a possibilidade de ampliação do sistema de energia fotovoltaica.

Mas, antes de tudo, que tal conhecer as possibilidades de inversores disponíveis no mercado?

 

Tipos de inversores existentes

Existem ótimas opções de inversores, pensadas justamente para as mais diversas necessidades dos consumidores e suas respectivas casas ou empresas. Atualmente, existem 3 inversores mais populares entre os compradores. Confira algumas de suas características:

 

Inversor solar On Grid

Este é o modelo mais usado em todo o mundo! Também conhecido como inversor solar grid-tie, sua principal característica é contar uma conexão elétrica entre o item e o local em que ele será instalado. Isso quer dizer que existirá a conexão direta entre os equipamentos que você usa no dia-a-dia. 

Esse item também conta com uma inteligência anti-queda, sendo programado para desligar os equipamentos rapidamente em caso de falta de energia. 

Apesar da sua compatibilidade de 99% com os aparelhos elétricos, é importante sempre perguntar para a empresa instaladora a compatibilidade dos seus materiais com esse inversor.

 

Descubra o que é consumo instantâneo e como seu sistema de energia solar pode economizar com ele!

 

Inversor solar Off Grid

Ao contrário do inversor anterior, o Off Grid é um item que não utiliza uma conexão elétrica entre os aparelhos que abastece. Ele ganha vida por meio de baterias e são bastante populares em regiões nas quais não existe acesso à rede elétrica por meios tradicionais.

Este inversor é recomendado para itens que demandam uma maior quantidade de energia e precisam ter uma potência de 110V ou 220V e 60Hz para ter um funcionamento pleno. É importante salientar com a empresa instaladora se este é o item ideal para as suas necessidades, uma vez que inversores acima de 2.000W são pesados e são de difícil movimentação uma vez instalados.

 

Inversor solar Híbrido

Como uma junção dos anteriores, o inversor solar híbrido funciona tanto conectado em  uma rede, como isolado dela. Na prática, essa aplicação é muito mais complexa, uma vez que esse material também é capaz de distribuir a eletricidade em horários nos quais a energia é mais barata, conseguindo economizar ainda mais na sua conta de luz.

 

O que saber antes de comprar um inversor On Grid

O inversor On Grid é o mais popular entre as instalações de energia solar. Antes mesmo de efetuar a compra deste item, é preciso entender melhor suas principais características e ter o máximo de informações disponíveis atualmente. Confira os dados que separamos:

  • Verifique com o instalador escolhido sobre a necessidade de um inversor com ou sem transformador
  • Garanta que este item seja à prova de água e poeira
  • Certifique-se de que a eficiência do inversor é de, no mínimo, 94%
  • Cheque os prazos de garantia em âmbito nacional, que podem variar de 5 a 10 anos
  • Confira se o produto está homologado segundo a Portaria Inmetro nº 357/2014

Todas essas características são essenciais para aprimorar seus conhecimentos antes da compra. Entretanto, não é apenas de buscas que a instalação de um inversor é possível. Sempre é recomendado trabalhar com empresas confiáveis e com histórico de instalações focadas na energia fotovoltaica para evitar problemas no futuro.

 

Importância do inversor para o sistema de energia solar

Instalação de inversor de energia solar

Os inversores têm um papel essencial para o funcionamento fotovoltaico. Além de fazer a conversão e distribuição da energia captada durante o dia, ele garante a segurança deste sistema, monitora e otimiza a eletricidade gerada para dispor nas áreas que precisam da captação em sua casa, negócio ou fazenda.

Em outras palavras, o painel solar não funcionará sem um inversor instalado para assumir suas responsabilidades de transformação de correntes e prestar o suporte necessário para a distribuição de energia no local.

Este é um dos itens necessários para se ter no kit de energia solar e torna-se uma escolha muito importante no momento da compra, isso porque um inversor solar precisa ser confiável, eficiente e contribuir para a redução da conta de luz.

 

Ficou interessado em começar a produzir energia limpa e renovável e ainda economizar até 95% na conta de luz? Não perca mais tempo! Faça agora uma rápida simulação com a Solstar e descubra toda a economia que você está deixando de ter.

Learn More

O Que é e Como Funciona a Energia Solar?

O que é e como funciona a energia solar

 

A energia solar é o assunto do momento quando falamos em meios alternativos para o consumo de energia. Mas o que é energia solar? Proveniente da luminosidade do sol, ela não gera resíduos, têm baixa demanda para manutenção e, o mais surpreendente de tudo: pode reduzir em até 95% a conta de energia.

Se você tem interesse por meios mais sustentáveis de viver e a aplicabilidade da energia solar na sua vida, separamos um resumo de todas as informações que você precisa saber. Confira abaixo!

 

O que é energia solar?

energia solar como funciona

Conhecida também por energia fotovoltaica, é um termo usado para falar sobre uma energia que utiliza a luz do sol como fonte e precisa de painéis solares para que ocorra sua transformação em corrente elétrica.

Diferente do que se pode pensar, não é uma solução que serve apenas para grandes indústrias ou fazendas. Essa alternativa também é válida para ambientes residenciais que desejam economizar na conta de luz e viver de forma mais sustentável e renovável.

Na prática, assim como uma energia obtida por meios tradicionais, a energia fotovoltaica abastece todas as necessidades que um local pode ter, incluindo: 

  • Usabilidade de aparelhos domésticos, como fogão e geladeira; 
  • Recarga de aparelhos eletrônicos, como celulares e notebooks;
  • Iluminação dos cômodos por meio de lâmpadas;
  • Eletrificação de cercas ou demais itens de segurança; 
  • Iluminação de postes e luzes externas;
  • Para usos governamentais, é possível considerar a geração de energia elétrica para escolas públicas, postos de saúde, entre outros.

Ao falar em energia solar, é comum pensar que ela se trata de uma energia limpa. Mas, afinal, o que significa isso e como ela funciona?

 

O que é uma fonte de energia solar limpa e renovável

As fontes de energia limpa se relacionam diretamente aos meios renováveis de consumo. Isso quer dizer que, para ter uma energia limpa, ela deve ter baixo impacto ambiental e sem emissão de poluentes.

Ainda não é conhecido um meio de energia que não afete o meio ambiente, entretanto, a energia fotovoltaica não polui, tornando-se, portanto, uma energia limpa.

 

Conversão da luz solar em eletricidade

A energia solar é proveniente da luz do sol para garantir o consumo residencial e empresarial de itens que necessitam de eletricidade. Entretanto, como é possível essa conversão?

O painel solar fotovoltaico instalado apresenta diversos átomos e, quando entra em contato com a luz do sol, geram o movimento dos elétrons, criando-se, então, a luz elétrica. Essa conversão é conhecida como efeito fotovoltaico e, por isso, podemos chamar a energia solar de energia fotovoltaica.

Para que o efeito fotovoltaico seja possível, é preciso converter a corrente elétrica alternada em uma corrente contínua (ou corrente de baixa tensão) e contar com um inversor, que é o responsável pela conversão entre luz do sol para eletricidade consumível.

 

Vantagens e desvantagens da energia solar

vantagens e desvantagens da energia solar

Apesar de ter muitos benefícios, a energia solar também apresenta alguns pontos negativos, principalmente quando falamos do investimento. Para não restar dúvidas, confira as principais vantagens e desvantagens de possuir um sistema de energia solar:

 

Vantagens

  • Ela uma fonte de energia renovável, alternativa e sustentável comparada aos meios tradicionais de consumo de energia;
  • Tem impacto extremamente baixo no meio ambiente, sendo considerada uma energia limpa;
  • Tem uma fonte de energia gratuita e torna-se mais barata;
  • Pode gerar até 95% de redução na conta de luz;
  • Geração de créditos de energia que podem ser utilizados para o consumo noturno;
  • É capaz de durar até mais de 25 anos e têm baixa necessidade de manutenção.

 

Desvantagens

  • A mudança climática pode impactar diretamente na produção de energia, como em dias nublados ou durante à noite;
  • Será necessário adquirir baterias para o armazenamento da luz solar;
  • Antes de reduzir a sua conta de luz, este é um investimento de valor elevado.

 

Nota-se que os pontos positivos superam os negativos, mas não os sobrepõem. É sempre recomendado planejamento e paciência na troca de um meio tradicional de energia para energia solar fotovoltaica.

A longo prazo, a energia solar traz muitas vantagens, que compensam as desvantagens, não apenas para quem a instala, mas para o mundo ao seu redor.

 

Fatos interessantes

Agora que você está inteirado no assunto, é hora de conhecer alguns fatos interessantes! Confira as 3 principais curiosidades sobre o uso da energia solar fotovoltaica:

 

O Brasil tem grande potencial para o uso da energia solar

Além de gerar uma redução nos gastos com energia em até 95%, o Brasil tem grande potencial para utilizar a energia solar em sua vida. Isso porque o país é capaz de gerar até 15 trilhões de megawatts no ano, segundo pesquisa feita pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em 2019.

Na prática, isso quer dizer que o Brasil conta com 2.200 horas anuais de insolação, o que dá abertura não apenas para a produção da energia solar, mas a possibilidade de expansão de indústrias que desejam trabalhar de forma mais sustentável e rentável. Também segundo a Aneel, até 2030, será possível um investimento de até R$100 bilhões em energia fotovoltaica.

 

Empresas automotivas e a energia limpa

Assim como em indústrias, fazendas e residências, as empresas automotivas vêm se adaptando cada vez mais para a realidade do planeta: precisamos de uma energia limpa para prolongar os recursos globais.

Inclusive, existem carros elétricos que são capazes de “devolver” sua energia para dentro da sua casa. Esse sistema funciona por meio das baterias do carro, que, após terem sua vida útil acabadas, podem ser colocadas nos painéis para captação de luz solar e utilização dentro da residência do motorista.

 

O uso de energia em dias sem sol

Comentamos anteriormente que é necessário da luz do sol para que a energia da sua residência, fazenda ou empresa possa funcionar, entretanto, o que acontece quando nos deparamos com dias nublados ou de chuva? 

Diferente do que pensam, a energia solar fotovoltaica usa a luz, e não o calor. Essa confusão tende a gerar mitos sobre a falta de funcionamento em dias nublados, por exemplo. Os painéis solares captam quaisquer raios de sol durante o dia, mesmo quando passamos por dias frios ou mal iluminados. A captação é em menor escala, mas ela acontece normalmente.

Durante à noite, toda a energia gerada e não utilizada no dia é enviada para a rede pública e convertida em créditos que podem ser usados ​​para compensar o consumo noturno.

 

Simule grátis o seu futuro com energia solar

A energia solar é um assunto que dá o que falar, e é ótimo que ele esteja crescendo cada vez mais em residências, empresas e fazendas em todo o país. Obter um sistema de energia solar é garantir a economia na conta de luz que você sempre sonhou.

Se você se interessou por esse caminho e deseja ter um futuro solar, confira nossa simulação e comece agora mesmo a economizar. Simule gratuitamente clicando aqui.

Learn More

Quais As Vantagens da Energia Solar no Agronegócio?

Quais As Vantagens da Energia Solar no Agronegócio?

 

Não é novidade que a tecnologia fotovoltaica tem atraído a atenção dos produtores rurais. As vantagens da energia solar economizam muito dinheiro para o agronegócio, que é o sonho de todos os agricultores.

Atualmente, o setor rural é responsável por 8,7% da geração de energia solar no Brasil. Apesar de ainda baixa a participação, o número teve um aumento significativo nos últimos anos e a tendência é continuar crescendo.

 

Descubra como as empresas estão utilizando a energia solar para reduzir custos

 

Ficou curioso pra saber como funciona a energia solar rural? Então continue lendo e descubra todas as vantagens que ela pode trazer para o seu negócio.

 

Benefícios da energia solar para o agronegócio

energia solar para fazenda

A produção rural é uma das bases econômicas do Brasil. Em 2020, mesmo com a crise gerada pela pandemia de covid-19, o agronegócio ainda teve respondeu por 25% de todo o PIB brasileiro, além de bater alguns recordes de crescimento.

Como a pecuária é tão importante e promissora, a tecnologia fotovoltaica parece ser uma excelente escolha para os produtores rurais reduzirem custos e aumentarem a competitividade empresarial.

Confira agora todas as vantagens que o agronegócio terá ao investir na energia solar:

 

Energia para toda sua fazenda

O setor rural utiliza energia para quase toda sua produção. Porém muitas vezes, por sua propriedade estar isolada do centro urbano, o produtor agropecuário sofre com o serviço local de distribuição de eletricidade. 

Ao instalar um sistema de energia solar em sua fazenda, essa dor de cabeça acabou. Sua produção não precisa ficar parada e seu negócio sempre terá energia elétrica disponível sem se preocupar com o alto custo dos geradores a diesel.

Você poderá usar as vantagens da energia solar para gerar eletricidade:

  • Na irrigação da plantação
  • Para bombear água para os animais
  • Para bombear água para a sede da sua fazenda
  • Na cerca elétrica em torno da fazenda
  • Para maximizar a produção de leite
  • Na cerca elétrica para manejo de animais
  • Na estufa solar (secagem de grãos, madeiras e outros alimentos)

Economia de custos

Uma das vantagens mais atraentes da energia solar para o agronegócio é a economia que ela gera. Com sua produção sendo movida por um sistema fotovoltaico, as despesas do seu negócio vão reduzir drasticamente.

A conta de energia do seu negócio pode chegar a diminuir em até 95%. Obviamente, você ainda pode reaproveitar toda essa economia para fazer novos investimentos e aumentar sua competitividade no mercado rural.

 

A instalação da energia solar não interfere na produção

Você sabia que sua fazenda não precisa parar de produzir para instalar sistemas solares?

O processo de instalação do kit fotovoltaico é muito simples e rápido. Em pouco tempo sua empresa poderá produzir sua própria energia sem atrapalhar seus lucros ou a produção rural de sua empresa.

Embora a colocação de painéis solares seja muito rápida, uma das grandes vantagens do seu sistema de energia solar é que ele não requer manutenção frequente. A limpeza a cada seis meses para remover o excesso de sujeira é suficiente.

 

Marketing verde

A energia solar no agronegócio é um ótimo case de sucesso para atrair novos clientes e investidores para a sua empresa rural.

O meio ambiente é uma questão cada vez mais importante no mundo de hoje. Portanto, é fundamental que os empreendedores sejam capazes de se comunicar com esses públicos e desenvolver estratégias para conquistá-los.

Obviamente, os sistemas fotovoltaicos são uma boa escolha para os agricultores que desejam expandir suas marcas. Com a tecnologia, você pode modernizar seu negócio e se comunicar com os mais diversos clientes.

 

Retorno sobre o investimento realizado

Seu sistema fotovoltaico tem vida útil média de 25 anos. Porém, o retorno sobre o investimento é de 5 a 10 anos. 

A conta é simples: em pouco tempo você começa a ter o retorno ao valor que você investiu. Além de economizar na conta de eletricidade desde o primeiro dia pós-instalação da energia solar, seu negócio passa a lucrar com o sistema instalado em curto prazo.

 

Linhas de financiamento exclusivos

Uma das vantagens mais legais da energia solar para empresários são as linhas de financiamento exclusivas que diversos bancos oferecem para o investimento.

Buscando o incentivo para a produção de energia limpa e renovável, as instituições financeiras trazem várias facilidades para o produtor rural realizar o sonho de instalar um sistema fotovoltaico na sua fazenda.

 

Quer levar o investimento mais promissor do mercado no seu negócio? Então não perca tempo e aproveite agora todos os benefícios que a energia solar pode oferecer para o agronegócio.

A melhor empresa do mercado para o seu investimento é a Solstar. Pioneira da tecnologia fotovoltaica brasileira, traz todas as garantias de segurança para a instalação do seu sistema e leva você para a tão cobiçada economia.

Não deixe de fazer uma rápida simulação conosco e descubra o quanto a energia solar vai reduzir nas despesas do seu negócio.

Learn More