Em caso de queda de energia, a luz da minha casa continuará funcionando?

Não… apesar de produzir energia, o seu sistema solar injeta toda a energia produzida na rede da sua distribuidora de energia de forma instantânea, ou seja, as placas não armazenam energia. Sendo assim, quando a distribuidora interrompe o fornecimento por algum motivo (falta de energia, falha na rede ou até racionamento), a sua casa fica sem energia, mesmo que esteja com um sistema solar instalado.

Existe alguma maneira de mudar essa realidade?

Sim, entretanto, o investimento é alto e pode ser pouco viável no curto prazo. Isso acontece porque para deixar de depender da energia enviada pela distribuidora de energia, seria preciso produzir e armazenar a energia produzida em baterias. Portanto, para manter a sua rede elétrica em funcionamento mesmo quando a distribuidora de energia interrompe o fornecimento, será preciso ter energia à disposição em outra fonte como uma bateria por exemplo.

Learn More

Energia Solar Para Casas

Vantagens da Energia Solar Residencial

O aumento significativo na conta de luz, a escassez de chuvas e a constante instabilidade na rede de distribuição de energia elétrica impulsionam a busca por fontes alternativas para a geração de energia para a casa dos brasileiros. 

Uma que desponta e atrai muita atenção do mercado é a energia solar, por suas inúmeras vantagens para o consumidor, tanto financeira quanto ambiental, e que trazem conforto e independência em relação às concessionárias de energia elétrica.

Com diversos incentivos e facilidades para sua implantação por meio da legislação vigente, principalmente quando se trata da sua regulamentação acerca do sistema de compensação de créditos, tornando a geração de energia solar residencial cada vez mais acessível e interessante para o grande público.

As vantagens são inúmeras, porém, aqui listamos 6 para ilustrar os principais pontos de destaques:

1. Custo benefício

Atualmente a alta tarifa praticada pelas empresas de energia elétrica é o principal motivo para a busca pela energia solar residencial. Após inúmeros reajustes e a grande incerteza sobre o futuro, a confiança foi abalada, principalmente no atual momento delicado da economia nacional.

O investimento na geração de energia própria é visto com bons olhos, uma vez que trás também a sensação de segurança para o orçamento doméstico. Com a democratização do acesso aos equipamentos de instalação e o seu rápido retorno é cada vez mais debatido que para a melhoria da saúde financeira se invista na energia solar nas moradias.

A economia gerada por meio desse investimento mostra que o que antes era tido como uma tecnologia exclusiva para moradias de alto poder aquisitivo agora está ficando popular em todos os âmbitos da sociedade.

Outro ponto que é levantado é o baixo custo de manutenção dos equipamentos, fazendo com que o valor investido tenha um retorno rápido e que não prejudique a sua eficácia em nada.

2. Independência energética

Outro fator importante quando se considera a utilização da energia solar é a independência energética. Ao conseguir gerar a própria energia se alcança um status confortável, pois mesmo com as instabilidades da rede elétrica convencional não haverá oscilação no fornecimento ou problemas elétricos na casa.

É importante destacar que a independência energética também é refletida na parte financeira, pois não se atrela a tributos e impostos vinculados à conta de luz, e também traz a liberdade para usar e abusar dos “vilões”, aqueles que aumentam muito o gasto de luz, como o ar-condicionado.

A comodidade de não se preocupar com a fatura de energia elétrica é o que buscamos na aquisição e captação de energia solar residencial. Girando em torno de uma economia de até 90% a depender da capacidade energética instalada na moradia.

3. Valorização imobiliária

A instalação de sistemas fotovoltaicos para a captação de energia solar eleva o valor do patrimônio, tanto pelos motivos que já citamos acima, como também pela estimativa de vida útil dos equipamentos, que se encontram entre 25 a 30 anos.

Pensando nas futuras gerações e sua relação com o planeta, o investimento em uma forma alternativa de geração de energia é algo positivo em que diversas cidades já se pautam e com o seu crescimento e visibilidade cada vez mais presente.

A tecnologia investida tem retorno imediato no valor agregado do patrimônio, e também acaba por chamar a atenção de futuros compradores que buscam sustentabilidade e smart designer na residência. A otimização e automatização das cidades e moradias é o que definirá o nosso futuro.

4. Conforto para a família

Com a escassez das chuvas, reajustes de tributação, e a incerteza se ocorrerão blackouts no país, o conforto das famílias fica abalado, pois a fatura de energia elétrica vem se tornando cada vez mais onerosa, principalmente para as famílias mais numerosas. Fazendo com que a rotina de economia e racionamento de luz seja constante.

O dia a dia fica complicado, pois para que o valor no fim do mês não seja uma dor de cabeça as pessoas optam por não utilizar eletrodomésticos que trazem facilidade, praticidade e conforto nas tarefas domésticas.  Isso quando não se abre mão da compra desses itens por receio do resultado final da fatura, como é o caso da máquina lava-louças. 

O bem-estar da família fica assegurado com o uso da energia solar residencial voltado para a praticidade e conforto no dia a dia, evitando surpresas desagradáveis e tendo controle daquilo que é consumido na casa.

5. Fácil instalação

Outra vantagem da energia solar fotovoltaica residencial é a agilidade e facilidade na do kit de instalação com seus equipamentos de captação, pois diferentemente do que se imagina, não é necessária nenhuma grande adaptação no imóvel e precisa de pouco tempo para que comece a ficar operante.

Fazendo-se um planejamento prévio das necessidades e dificuldades apresentadas pela residência a implementação se torna ágil, pois a partir deste diagnóstico a execução para a colocação e fixação dos equipamentos é feita de maneira fácil.

Após isso a concessionária de energia da região envia agentes para a inspeção e atestar que a instalação foi feita de maneira correta e fazer a substituição do medidor de energia para um bidirecional. 

A tecnologia empregada no equipamento permite que ele meça o quanto de energia entra e sai de seu sistema, fazendo a compensação de créditos automaticamente. Trazendo, assim, mais praticidade para a sua vida.

6. Sustentabilidade

A otimização e a tendência das smart houses nos faz olhar com bons olhos para fontes energéticas alternativas que auxiliam na diminuição da pegada ecológica e na preservação do meio ambiente, pensando em maneiras limpas e renováveis que tragam harmonia entre a sociedade e o meio ambiente. 

A energia solar fotovoltaica tem o sol como fonte inesgotável de fornecimento energético, não ficando a mercê da crise hídrica ou devastando grandes áreas para sua geração, pois quando alocada em residências ajuda não só no âmbito financeiro, mas também agrega valor visual e traz melhorias para o bem estar das pessoas. 

A vizinhança olhará orgulhosa para aqueles que decidem investir em algo que visa a sustentabilidade e a preservação dos recursos naturais do planeta, sentindo-se segura com o compromisso coletivo que a energia solar residencial traz consigo.

Ficou interessado em instalar um sistema fotovoltaico na sua casa? Então não perca mais tempo. Faça uma simulação sem compromisso com a Solstar e comece começar hoje mesmo!

Learn More

Posso expandir o meu sistema de energia solar?

Começar com um sistema de energia solar é um novo território para muitas pessoas. Por vezes não há orçamento suficiente no momento da instalação para fornecer toda a energia para a sua casa ou empresa. Neste caso, é possível expandir meu sistema solar depois que ele já estiver instalado? 

Para o ajudar, preparámos este artigo que responderá a todas as suas perguntas e lhe dará as opções possíveis para resolver o seu problema de uma vez por todas.

Posso expandir o meu sistema de energia solar?

Sim, você pode expandir o seu sistema de energia solar, e há mais de uma maneira de o fazer. 

Você pode expandir adicionando novos painéis solares ao sistema existente – usando o mesmo inversor – comprando um novo inversor e painéis, ou comprando um novo sistema.

Crucial para o melhor cenário é a elaboração de um orçamento, pois a estrutura deve ser analisada por um especialista que lhe apresentará as soluções possíveis para alimentar a sua casa, pois há uma série de fatores que influenciarão a escolha do melhor deles. 

Agora, vamos dar uma olhada de perto nas suas opções de expansão ponto por ponto:

Adicionando mais painéis

Se o seu inversor tem a capacidade de consumir mais energia, é certamente um bom sinal. Porque pode facilmente comprar mais painéis solares para o seu sistema. Esta é a opção mais barata das opções aqui apresentadas.

Isto é possível porque os painéis disponíveis no mercado raramente atingem a sua capacidade máxima de produção. Aqui no Brasil, um país de clima quente na maioria dos dias, os painéis perdem eficiência a temperaturas muito altas porque o material utilizado para fabricá-los é um semicondutor.

Assim você pode simplesmente mudar o tamanho do inversor do seu sistema para aumentar a produção de energia solar – sem gastar muito dinheiro.

Substituir o inversor e adicionar módulos

Se o seu caso não se encaixa no primeiro exemplo, também temos uma solução para si, mas infelizmente não é tão rentável como o primeiro.

Se inicialmente escolheu um inversor mais simples, é possível substituí-lo por um mais eficiente e também adquirir novos painéis para o seu sistema, o que provavelmente irá resolver o seu problema.

Comprar um novo sistema

Por outro lado, também é possível comprar um novo sistema e instalá-lo ao lado do seu sistema antigo. Se escolher esta alternativa, não estará a colocar em risco a garantia do seu sistema – a menos que contrate a mesma empresa para fazer o trabalho – e sentir-se-á completamente seguro com a sua escolha, uma vez que agora tem uma nova garantia.

A propósito, esta opção pode até ser mais cara do que substituir o seu antigo sistema. Portanto, informe-se bem antes de fazer o seu julgamento final.

Learn More

Quantos painéis solares preciso para uma casa?

Você sabe quantos painéis fotovoltaicos você precisa para reduzir sua conta de eletricidade em 95%? Descubra aqui e saiba também qual a área de superfície que precisa para instalar um sistema fotovoltaico.

Para a instalação de um sistema solar fotovoltaico numa casa com até 3 pessoas e um consumo mensal de 250 kWh, são necessários em média 7 painéis solares para se conseguir uma poupança de até 95% na conta de electricidade.

Para um negócio que utiliza 800 kWh por mês, uma média de 20 painéis solares fotovoltaicos necessita de ser instalada para satisfazer o consumo mensal.

A instalação de sistemas de energia solar residencial equivale a uma economia anual de mais de R$ 2.000 na área de distribuição da Enel (região de São Paulo). Para sistemas de energia solar comercial, a economia anual pode exceder R$7.000.

O número de painéis solares necessários varia de acordo com a região.

O número de painéis solares a utilizar depende de variáveis como a temperatura média do local, o consumo médio da casa e até a localização da residência, mas a média no Brasil é de 7 painéis solares para uma residência com até 3 pessoas.

Estas são as questões que você deve considerar ao escolher a capacidade de geração de energia do seu sistema fotovoltaico e o quanto você quer reduzir a sua conta de eletricidade.

Ao decidir sobre o tamanho do seu sistema fotovoltaico, tenha em mente as seguintes perguntas:

  • Qual é o tamanho da sua área de telhado em metros quadrados?
  • Quanto você quer investir?
  • Quanto é que quer poupar?

Com a quantidade certa de painéis solares instalados, você pode economizar até 95% na sua conta de eletricidade.

Para o ajudar a ter uma ideia, criámos uma calculadora de energia solar fotovoltaica para o ajudar a descobrir quantos painéis fotovoltaicos (PV) precisa, custos de instalação e poupanças anuais.

Learn More

Tudo sobre a eficiência dos painéis solares

Muitas pessoas se perguntam o que é a eficiência dos painéis solares. Aqui você pode aprender exatamente o que é a eficiência de um painel solar.

Qual é o rendimento (eficiência) de um painel solar?

A eficiência de um painel solar é basicamente a percentagem de energia solar que o painel solar converte em energia eléctrica por m2. Em outras palavras, um painel solar com uma eficiência de 16,5% converte 16,5% da energia que cai sobre o painel por m2 em energia elétrica.

Você deve saber que a eficiência medida dos módulos solares é medida em condições de laboratório, STC (Standard Testing Conditions). 

STC significa “condições normais de teste” e é o padrão da indústria solar para as condições sob as quais um módulo solar é testado. Usando um conjunto fixo de condições, todos os módulos solares podem ser comparados e avaliados com mais precisão. Existem três (3) condições de teste padrão:

Temperatura da célula = 25°C. A temperatura da própria célula solar, não a temperatura ambiente. (Sim, todo o módulo solar deve estar a uma temperatura de 25°C durante o teste).

Irradiância solar = 1000 watts m2. Este número refere-se à quantidade de energia incidente em uma determinada área em um determinado momento. (Esta quantidade de energia de 1000 W/m2 é uma média da radiação solar incidente sobre a superfície terrestre).

Massa de ar = 1,5. Este número é difícil de medir porque se refere à quantidade de luz que deve passar pela atmosfera terrestre antes de atingir a superfície terrestre e está principalmente relacionado com o ângulo do Sol em relação a um ponto de referência na Terra.

3 verdades sobre a eficiência dos módulos solares monocristalinos ou policristalinos

  1. Quanto mais eficiente for um painel solar, melhor será a célula utilizada para o fazer;
  2. Quanto mais eficiente for um painel solar, mais energia solar produz por metro quadrado (Wh/m2);
  3. Os painéis solares mais eficientes tendem a ser mais caros.

Passo a passo para calcular a eficiência de um módulo solar

Para este cálculo você precisa da altura e largura exatas do módulo solar e também da sua potência.

Exemplo: Um módulo solar com 330 watts e altura de 1,956 m e largura de 0,992 m.

 Calcular a área do módulo solar = > 1,956 x 0,992m = 1,940352 m².

 Divida a potência do módulo solar pela sua área = > 330 / 1,940352 = 170,07 watts/m².

Divida o resultado acima por 10 para obter a porcentagem de eficiência = > 170,07 / 10 = 17,07%.

Ou seja, o painel solar calculado no exercício acima tem uma eficiência de 17,07% sob condições de teste padrão. 

Nós compilamos esta tabela para você entender as diferenças na eficiência dos módulos solares com tecnologia cristalina. Os módulos solares de silício cristalino são os mais utilizados no mundo e representam hoje cerca de 80% do mercado. Isto significa que o painel solar que irá instalar no seu telhado é muito provavelmente feito de silício cristalino.

#Tip 1: coeficiente de temperatura do módulo solar

O silício de que a célula solar é feita é um semicondutor e os semicondutores perdem eficiência quando expostos ao calor. Se o módulo for testado a 25°C, isso não reflete as reais condições brasileiras às quais o módulo será exposto. Portanto, procure sempre por módulos fotovoltaicos com o menor coeficiente de temperatura possível. Se uma empresa de energia solar lhe oferece um módulo solar com um coeficiente de temperatura superior a 0,5%/°C, não se preocupe!

O coeficiente de temperatura é sempre especificado na folha de dados de um módulo solar. Se o fabricante do módulo solar não conhece o seu coeficiente de temperatura, também deve manter-se afastado deste módulo.

Os coeficientes de temperatura ideais para módulos solares cristalinos estão entre 0,35 e 0,47% por °C acima de 25 °C.

#Dica 2: Não confundir a eficiência da célula solar com a eficiência do módulo solar.

A célula solar tem uma eficiência maior do que o módulo solar porque quando a célula é “encapsulada” num módulo solar, há uma perda de eficiência durante o processo de fabricação devido a vários fatores. Portanto, se você quiser usar um painel solar para sua casa ou empresa, você deve se preocupar apenas com a eficiência do painel solar.

Learn More

Como é que a energia solar é convertida em eletricidade?

A energia solar é convertida em eletricidade através do efeito fotovoltaico. Este efeito ocorre quando partículas de luz solar colidem com átomos no painel solar, provocando o movimento dos elétrons e produzindo a corrente elétrica que chamamos de energia solar fotovoltaica.

Para uso em casas e empresas, a corrente alternada gerada deve ser convertida em corrente contínua, que é eletricidade de baixa tensão. O inversor solar é o aparelho responsável por esta conversão. Ele converte a corrente eléctrica e torna-o pronto para utilização no local.

Learn More

O que é a Energia Fotovoltaica

A energia fotovoltaica é a energia elétrica derivada da luz solar que pode ser gerada mesmo em dias nublados ou chuvosos. Quanto mais forte for a luz solar, maior será a quantidade de electricidade gerada. Leia aqui tudo o que você precisa saber sobre o que é a energia fotovoltaica.

O que é a energia solar fotovoltaica?

A energia solar fotovoltaica é a energia eléctrica gerada a partir da luz solar. Quanto mais forte for a luz solar nos painéis solares, maior é a quantidade de energia eléctrica produzida. A energia solar é considerada uma fonte de energia alternativa que é renovável, limpa e sustentável.

Veja mais: O que é a energia solar | Como gerar a sua própria energia 

Energia solar ou fotovoltaica? Qual é o nome correto?

A energia solar também pode ser referida como energia fotovoltaica. No entanto, é importante saber que existem outros tipos de energia solar, como a energia termosolar e a energia heliotérmica.

De onde vem o termo “fotovoltaico”?

O termo “fotovoltaico” vem do grego (phos), que significa “luz”, e “volt”, a unidade de força electromotriz, que por sua vez vem do apelido do físico italiano Alessandro Volta, o inventor da bateria. O termo “foto-voltaic” tem sido usado em inglês desde 1849.

Para que é usado o painel de energia solar?

A placa de energia solar é o dispositivo utilizado para capturar a energia solar e iniciar o processo de conversão desta em energia eléctrica.

Qual é o processo de geração de energia solar?

O processo de geração de energia solar (chamado efeito fotovoltaico) utiliza painéis solares feitos de material semicondutor para que, quando as partículas de luz solar (fótons) colidem, os elétrons do material semicondutor se movam, gerando eletricidade.

A energia solar gerada pelos painéis solares é dirigida para o inversor solar, que é responsável pela conversão da corrente contínua em corrente alternada, e depois distribuída para o ponto de utilização e utilizada pelos aparelhos.

Veja em detalhe como funciona o sistema fotovoltaico ligado à rede eléctrica da sua casa ou empresa.

A fotovoltaica é uma tecnologia 100% comprovada. Os sistemas fotovoltaicos ligados à rede têm sido utilizados há mais de 30 anos.

Learn More

Geração de energia solar em condomínios

Você pode gerar energia solar em condomínios e compartilhar a energia gerada entre os proprietários das unidades. A energia gerada pode ser usada nas áreas comuns ou alocada em todas as contas de eletricidade dos condôminos.

Nota: Para edifícios, é importante que eles tenham espaço adequado no telhado, sejam facilmente acessíveis e tenham muito sol durante todo o dia. Ideal para um edifício é uma área disponível de pelo menos 200 m².

Autoconsumo remoto – o que é e como funciona

Este método oferece àqueles que não têm espaço suficiente ou sol a oportunidade de gerar sua própria energia.

Em muitos casos, escritórios, empresas, casas, lojas e indústrias não têm espaço para instalar energia solar, ou nem sequer possuem a propriedade que ocupam e não podem fazer essa instalação. Na modalidade de auto-consumo remoto, você pode usar uma área do seu imóvel para instalar um sistema fotovoltaico e usar a energia que ele gera para baixar sua conta de eletricidade, por exemplo, na cidade. Desta forma, pode produzir energia noutro local para baixar a sua conta de electricidade se não tiver o espaço ou condições favoráveis.

Nota: É importante lembrar que você só pode fazer isso enquanto estiver na mesma área que o distribuidor.

Learn More

O Regulamento de Créditos de Energia Solar

Os créditos de energia gerados pelo sistema fotovoltaico também são importantes para você ter eletricidade na sua casa em dias sem sol.

A ANNEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) desenvolveu um método que recompensa os sistemas fotovoltaicos que acumulam geração de energia solar.

Entenda:

  • Em dias de sol, os painéis solares captam a luz do sol e transforma em energia elétrica
  • A quantidade de energia que ultrapassa o limite de uso é cedida para distribuidora local e gera créditos para o cliente
  • Em dias sem sol, esses créditos são utilizados para distribuir eletricidade pelo imóvel

Quem pode participar do sistema de “Créditos de Energia Solar”.

Para que você possa participar do sistema de compensação (créditos energéticos), você deve ser um “autoconsumidor” (autoconsumidores são todos aqueles que compram sua energia diretamente da distribuidora).

Em outras palavras: Se comprar a sua electricidade directamente ao distribuidor, PODE instalar um sistema fotovoltaico ligado à rede e beneficiar do sistema de remuneração criado pela ANEEL. Praticamente todos os edifícios residenciais e comerciais deste país compram a sua energia aos distribuidores. Assim, se é proprietário de uma casa ou de um edifício comercial, pode instalar um sistema solar e tirar partido do sistema de crédito.

Qual é a potência máxima que pode ser instalada?

A potência máxima que pode ser instalada sob as normas é de 5.000 kWp (cerca de 35.000 m² de painéis solares!).

Tributação da energia solar fotovoltaica (impostos): quais são as isenções?

#ICMS

Em 2015, o CONFAZ (Conselho Nacional de Política Fiscal – Ministério das Finanças), através da Emenda 2 do SINIEF, revogou o acordo que regulamentava a tributação da energia alimentada na rede. Cada Estado decide agora por si se deve ou não tributar a energia solar alimentada na rede da distribuidora.

Como funciona o ICMS na energia solar:

Para os ESTADOS QUE NÃO EXEMPEREM, o ICMS é aplicado aos créditos, o que reduz um pouco o valor que você “acumula”.

Exemplo: Num estado com um ICMS de 18%, por cada 1 kWh de energia que alimenta na rede, recebe um crédito de 0,82 kWh. Em outras palavras, o ICMS aplicado à energia solar em estados que ainda não aderiram à decisão do Tesouro reduz os seus créditos de energia.

Estados que ainda não isentaram a energia solar do ICMS (atualizado em janeiro de 2018):

Amazônia

Paraná

Santa Catarina

# PIS E COFINS

O governo federal, através da Lei 13169, isentou de PIS e COFINS a energia solar introduzida na rede.

Reembolso do crédito de acordo com a profissão e o tempo

Se você é um grande consumidor de eletricidade, você provavelmente paga pela energia que usa por “tarifa horária” (“tarifa de pico” e “tarifa de fora de pico”). Em outras palavras, você paga mais se você usar energia durante as horas de pico.

Neste caso, os “créditos energéticos” são cobrados de acordo com uma fórmula simples:

E.G.: Se você paga 5 vezes mais para usar energia durante as horas de pico, você deve gerar 5 vezes mais créditos para o consumo fora do pico.

Ex: Tarifa fora de pico R$ 0,2 /kWh tarifa de pico 5 vezes maior = R$ 1 /kWh

Para compensar 100 kWh consumidos durante a hora de ponta, é necessário gerar 500 kWh durante as horas de vazio.

NOTA: Se você é um grande consumidor de energia, o Portal Solar recomenda que você negocie uma tarifa uniforme com seu fornecedor de eletricidade para todas as tarifas ou peça à empresa que vai instalar seu sistema fotovoltaico para calcular o tamanho (potência) do sistema para que ele não gere mais energia do que você precisa. Desta forma, irá reduzir o seu consumo.

Qualquer que seja a sua situação como consumidor de energia, a empresa que instala o seu sistema solar fotovoltaico saberá qual é a melhor opção para si.

Acima da demanda contratada

Para os grandes consumidores de electricidade, como a indústria (ou seja, isto não se aplica aos lares e à maioria das empresas), a Decisão 482/12 da ANEEL estabelece que a potência do sistema solar fotovoltaico não deve exceder a procura contratada. Ou seja, se você é uma empresa industrial e tem uma demanda de 800 kW, o seu gerador de energia solar não deve ser superior a 800 kWp.

Qual é a validade dos créditos de energia solar?

A energia adicional gerada pelo sistema fotovoltaico que é alimentada na rede do distribuidor é “emprestada” ao distribuidor, criando um “crédito” de energia para você. Este crédito de energia é válido por 60 meses.

Transferência de créditos de energia solar (rateio)

O excesso de energia produzida e introduzida na rede que não é compensada no local onde foi produzida pode ser utilizada para compensar o consumo noutros locais, desde que estejam registados para o efeito e sejam fornecidos pelo mesmo fornecedor de energia, cujo proprietário é o mesmo tanto para indivíduos como para empresas.

O consumidor deve determinar a ordem de prioridade das unidades de consumo participantes no sistema de balanceamento de energia elétrica, com o local onde a unidade de geração é instalada em primeiro lugar.

Medição de energia: o novo medidor de luz

O custo de instalação do novo medidor de luz (medidor bidirecional que mede o que você consome da rede e o que você gera em excesso e alimenta a rede) necessário para o sistema de balanceamento de energia é de responsabilidade do interessado (ou seja, você paga pelo novo medidor de luz, que custa aproximadamente R$400,00).

Uma vez que o sistema de medição é adequado, o distribuidor é responsável pelo seu funcionamento e manutenção, incluindo o custo de qualquer substituição ou adequação.

Geração compartilhada de energia solar – é assim que funciona.

É possível transferir créditos excedentes entre propriedades onde a conta de eletricidade está no mesmo CPF/CNPJ ou em CPF/CNPJs diferentes, uma vez que esta é regulamentada contratualmente. Desta forma, é possível transferir os créditos de energia para outra propriedade ou fazê-lo através de cooperativas e consórcios de indivíduos ou empresas. Assim, é possível que você se associe a um grupo de empresas ou amigos, construa um gerador solar maior, e compartilhe essa produção de energia.

Nota: Isto requer que todos os envolvidos no consórcio/cooperação estejam na mesma área de serviço de utilidade pública: Geração compartilhada | Conta de energia muito alta | Linha de crédito de energia solar.

Learn More

A sua casa com energia solar

A eletricidade é um recurso extremamente necessário, pois proporciona o funcionamento de aparelhos, iluminação, segurança e conforto em uma casa. 

A geração de energia através de sistemas fotovoltaicos está ganhando cada vez mais adeptos no Brasil, por ser uma solução simples e rentável para a obtenção de energia elétrica limpa e barata. 

Os sistemas fotovoltaicos podem ser extremamente úteis para empresas e estabelecimentos comerciais, mas também para aplicações residenciais. Abaixo estão todas as formas que a geração de energia fotovoltaica pode ajudar no lar.

Energia solar no jardim e quintal

Uma das principais maneiras que a energia fotovoltaica pode ajudar na manutenção do jardim e do pátio é através da iluminação. E para isso, não é sequer necessário instalar sistemas fotovoltaicos completos. 

Existem várias lâmpadas e sistemas de iluminação no mercado que funcionam de forma independente, captando a energia do sol e convertendo-a em electricidade para iluminar áreas exteriores. 

Uma boa iluminação em ambientes como jardins e quintais ajuda a aumentar o valor da casa e também torna o ambiente mais seguro e habitável durante a noite. 

Energia solar na casa de banho

Imagine poder tomar banhos longos e quentes sem a sua conta eléctrica disparar. Com a energia solar, é possível. 

Além de utilizar a energia gerada pelo sol para alimentar o seu banho, existem também soluções para aquecer a água utilizando o calor irradiado do sol.

Energia solar na sala

Utilizar a energia solar como fonte primária de consumo e geração de eletricidade é uma solução muito eficiente para reduzir o consumo em toda a casa, inclusive nos quartos. 

A energia solar é utilizada para alimentar dispositivos eletrônicos, como televisores, rádios e computadores. Além disso, a energia fotovoltaica pode ser usada para alimentar abajures, lâmpadas e qualquer aparelho que use eletricidade em uma sala. 

Energia solar na cozinha

Amplamente utilizada na indústria, a energia fotovoltaica também pode ser de grande utilidade em aplicações menores, como a cozinha doméstica. 

A energia solar mantém aparelhos como a geladeira, o fogão e o microondas funcionando em potência máxima.

Energia solar na sala

A energia solar é uma fonte versátil que tem muitos usos, inclusive nos espaços habitacionais. 

Aparelhos como aparelhos de ar condicionado, televisores, rádios, consolas de jogos electrónicos e muitos outros podem ser alimentados por energia fotovoltaica gerada por sistemas de energia solar. 

Se o consumo total exceder a capacidade fotovoltaica instalada, a lacuna pode ser preenchida utilizando baterias ou a rede pública de energia, pelo que a poupança na conta de electricidade é ainda muito satisfatória.

Learn More